Frutas desidratadas: uma opção saudável?

As frutas desidratadas são cada vez mais uma opção para os momentos de snack. Conheça os benefícios e saiba como desidratar fruta em casa.

Frutas desidratadas: uma opção saudável?
Será que estes alimentos mantêm as propriedades originais da fruta?

As frutas desidratadas e o seu consumo estão cada vez mais em voga. Práticas para levar e comer em qualquer lugar, saborosas e (cada vez mais) variadas, as frutas desidratadas parecem ter chegado para ficar.

Em termos de preço, ainda não são totalmente acessíveis (cerca de dois euros uma embalagem de 60gr), mas pode desidratar fruta de forme caseira.

Frutas desidratadas: quais os benefícios?

As frutas desidratadas geralmente contêm um teor de fibra ainda maior do que o mesmo tamanho de porção de fruta fresca. Estas fibras auxiliam o funcionamento do sistema digestivo.

Além disso, o consumo destes alimentos dá a sensação de satisfação e saciedade. São também fáceis de transportar e estão disponíveis durante todo o ano.

Vitaminas e minerais perdem-se no processo de desidratação?

Esta questão pode ser considerada uma “meia verdade”. Especialistas em nutrição garantem que a maioria das vitaminas e minerais se mantêm nas frutas desidratadas. No entanto, existem algumas, nomeadamente a vitamina C, que no processo de perda de água destes alimentos, acabam também por desaparecer.

Uma boa opção de snack?

Sim, as frutas desidratadas podem efetivamente ser uma boa opção de snack, quando bem selecionadas. Em vez de comer um bolo ou uma torrada carregada de manteiga, opte por estas frutas: mais saudáveis e igualmente saborosas.

Atenção aos rótulos!

Nem tudo o que está à venda é verdadeiramente uma opção saudável. Se por um lado existem frutas desidratadas que são, efetivamente, apenas fruta, existem outras opções no mercado onde são adicionadas grandes quantidades de açúcar para contrabalançar com a acidez que a fruta adquire com o processo de desidratação.

Antes de comprar, consulte sempre o rótulo dos ingrediente e confira a adição de açúcar ou não das frutas desidratadas.

fruta desidratada

Como desidratar fruta?

Uma alternativa para controlar os níveis de açúcar e para não lhe pesar na carteira será fazer a sua própria fruta desidratada.

Lave bem as frutas, corte aos bocados pequenos e distribua por um tabuleiro. Leve ao forno a cerca de 60 graus e vá controlando o tempo até a fruta ficar com o aspecto típico das frutas desidratadas.

Para este processo, deve escolher frutas firmes e maduras (mas não em demasia) e é importante que vá sacudindo o tabuleiro do forno para homogeneizar o processo de desidratação.

No fim de contas, há que concluir que fruta natural será sempre fruta natural e, quando possível, deve ser privilegiada. No entanto, para snacks e para quando não nos é tão fácil transportar e cortar a fruta verdadeira, a fruta desidratada pode ser uma boa opção nutricional.

Veja também: