7 benefícios para empresas no renting de carros elétricos

O renting de carros elétricos é um modo de financiamento no qual o cliente paga uma prestação mensal para ter direito à utilização do bem.

7 benefícios para empresas no renting de carros elétricos
Diferença para o renting convencional reside no tipo de serviços

Os veículos elétricos são, atualmente, uma solução de mobilidade sustentável para quem pretende, no caso de uma empresa, ter uma política de frotas ambientalmente responsável. Se está a pensar adquirir uma frota de carros elétricos saiba que existem formas de financiar esse custo bastante vantajosas. É o caso do renting de carros elétricos.

Independentemente de o motor ser de combustão ou elétrico, os princípios que sustentam uma opção de renting são iguais. Este modo de financiamento traduz-se na prestação de um serviço com direito à utilização de um determinado bem ou serviço através do pagamento de uma renda mensal pelo período contratado.

No final do contrato, a entidade prestadora do serviço poderá vender o ativo, neste caso o carro elétrico, aos valores de mercado. João Guerra, diretor de marketing da ZEEV, empresa especializada em soluções de mobilidade elétrica, explica ao E-Konomista que “o valor de venda no final do contrato será o de mercado, podendo constituir uma mais-valia se o valor de venda for acima do valor residual considerado”.

A diferença entre o renting de automóveis e o renting de carros elétricos reside no tipo de serviços que podem ser incluídos. João Guerra salienta que num contrato de renting de carros elétricos, “um veiculo elétrico pode ter acoplado carregamento, uma componente de produção de energia foto-voltaica ou mesmo incorporar outro tipo de componentes de mobilidade inteligente, por exemplo, uma scooter elétrica”. O renting de carros elétricos é extensível não só a empresas mas também a particulares.

Benefícios do renting de carros elétricos

1. Vantagens fiscais

As empresas têm algumas vantagens fiscais quando optam por adquirir as suas frotas através de um contrato de renting, tais como a dedução do IVA e a isenção de tributação autónoma. Além de que “num contrato de renting operacional, os custos com rendas são levados a custos não concedendo direito a amortizações”, sublinha o director de marketing da ZEEV.

2. Menor custo de manutenção

Ao adquirir um ou vários carros elétricos, a empresa terá menos manutenção com os veículos e conseguirá consumos mais competitivos, quando comparados aos veículos com motor a combustão.

3. Zero emissões

Ao contrário de um veículo convencional ou híbrido, o carro elétrico é um veículo com zero emissões de gases poluentes, pois não usa um motor de combustão. O facto de ter um motor elétrico vai diminuir o valor do Imposto Sobre Veículos (ISV), pois parte do objetivo deste imposto é o de reduzir as emissões de CO2.

O ISV não se aplica a todos os veículos, existem alguns que estão isentos como os veículos movidos apenas a eletricidade ou energias renováveis (não combustíveis), as ambulâncias, as viaturas sem motor, entre outros.

4. Custo de energia elétrica é menor que da gasolina ou do gasóleo

O custo de energia elétrica utilizada por carros elétricos com um sistema de armazenamento de energia em baterias equivale a um terço do valor do custo do combustível necessário a veículos com motores de combustão interna, isto é, veículos a gasóleo ou a gasolina. Dentro da União Europeia, Portugal continua a ser um dos países onde o preço por litro de combustível é mais elevado, devido à carga fiscal.

5. ‘Total Cost of OwnerShip’ de um veículo elétrico é menor

João Guerra, director de marketing, da ZEEV, explica que se “tivermos em conta o ‘Total Cost of OwnerShip’ (custo total de propriedade) de um veículo elétrico versus um veículo convencional, o elétrico sai mais barato. A grande vantagem de um carro elétrico reside no valor da manutenção, consumos e tributação”.

6. Outros serviços acoplados num contrato de renting de carros elétricos

Existem ainda outros benefícios relacionados com o tipo de serviços acoplados a um contrato de renting de carros elétricos, por exemplo, a possibilidade de ter um posto de carga instalado no escritório e outro em casa com taxação associada ao cartão frota.

É ainda possível usufruir de um veículo elétrico pessoal para pequenas deslocações, que pode ser incorporado no contrato financeiro, energia renovável, entre outros serviços.

7. Responsabilidade social da empresa

Ao adquirir uma frota de veículos elétricos irá aumentar a responsabilidade social da empresa, o que terá impactos positivos na imagem institucional da companhia.

Veja também: