AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

3 Dicas para trabalhar sob pressão

Saber trabalhar sob pressão tem muito a ver com a sua preparação, por isso comece já a preparar-se para essa dura realidade. As nossas dicas podem dar uma ajuda.

3 Dicas para trabalhar sob pressão
A sua capacidade de trabalhar bem sob pressão começa a ser avaliada ainda durante o recrutamento.

Que a pressão já faz parte do dia-a-dia laboral, isso já não é novidade. Trabalhar sob pressão faz parte da rotina de milhões de profissionais espalhados pelo mundo nas mais variadas áreas. Sabendo disso torna-se fulcral para o sucesso de qualquer um destes profissionais saber lidar com a esta pressão típica de um mercado altamente competitivo como aquele que atualmente se verifica. Pensando nisso, reunimos algumas dicas que vão certamente ajudá-lo a lidar com a situação e a trabalhar “nas calmas” sob pressão.
 

Trabalhar sob pressão: 3 dicas básicas

Nos dias que correm ser capaz de trabalhar sob pressão é um dos requisitos mais procurados pelos recrutadores. Aliás, essa capacidade começa logo a ser analisada durante o processo de recrutamento. Se não pense. Quantas vezes, durante uma entrevista de emprego, não ouviu questões como: “é capaz de trabalhar sob pressão?”, “gere bem o stress?” ou “tem capacidade para gerir situações de maior pressão?”. As perguntas são diferentes, o objetivo é apenas um: avaliar a sua capacidade de trabalhar sob pressão.

A verdade é que a pressão pode influenciar decisivamente o seu desempenho. E é a sua capacidade de gerir (física e emocionalmente) esta pressão que vai determinar se é ou não bem-sucedido nesta missão.
E se está a perguntar-se, o que significa isto de trabalhar bem sob pressão, nós explicamos. No fundo, está relacionado com a sua capacidade de trabalhar de forma rápida e organizada, sem pôr em causa o seu desempenho ou os resultados desejados.

O primeiro passo para lidar bem com a pressão laboral está na sua preparação para esta dura realidade. E com estas dicas (algumas “regras de ouro”, chamemos-lhes assim) pode chegar lá.

 

1. Organize o seu trabalho e o seu tempo

Está familiarizado com o ditado que diz: “não deixe para amanhã o que pode fazer hoje”?! Pois bem, esta deve ser uma das suas máximas de trabalho. Esta é a melhor forma de evitar situações de maior pressão do que aquela a já está sujeito diariamente. Organize o seu trabalho para garantir que cumpre todas as tarefas e prazos. Nem sempre é fácil, mas quanto mais organizado e “orientado” estiver o seu trabalho, mais fácil será para si.

 

2. Rápido sim, mas com qualidade

É certo que o mercado exige cada vez mais respostas rápidas, quase momentâneas. Mas o que se pretende são respostas com qualidade e um bom trabalho. Por isso, antes de entrar numa “corrida” desenfreada. Ao tentar dar respostas demasiado rápidas corre o risco de saltar etapas do trabalho ou comete erros, que é tudo o que não se pretende. Nem oito, nem 80. Encontre um ponto de equilíbrio. Analise as tarefas que têm em mãos e tente perceber o tempo que necessita para as completar.

 

3. Controle-se

Ou seja, aprenda a controlar as suas emoções. Como dissemos antes, a pressão pode afeta-lo tanto a nível físico como emocional. Faz parte. As suas emoções são parte de si e uma reação às coisas que o rodeiam ou às circunstâncias da vida. É normal que a certa altura venham ao de cima. Mas em situações de stress ou pressão no trabalho é importante que seja capaz de as controlar para evitar que as emoções toldem o seu julgamento ou a sua capacidade de tomar decisões.

 

Acima de tudo, mantenha-se positivo

Pode parecer cliché, mas por vezes os clichés são muito úteis e resultam. E este é um desses casos. Manter-se otimista em situações de maior stress pode mesmo ser uma vantagem e pode ajudá-lo a lidar com a pressão do trabalho, na medida em que lhe pode dar a confiança a motivação que necessita para ultrapassar a situação.

E depois, uma boa dose de otimismo nunca fez mal a ninguém. 


Veja também: