Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
14 Mai, 2019 - 12:38
10 dicas para aprender a trabalhar sob pressão

10 dicas para aprender a trabalhar sob pressão

Catarina Milheiro

Para saber trabalhar sob pressão tem de estar bem preparado. Tome nota: temos 10 dicas para conseguir ultrapassar mais este desafio profissional.

O artigo continua após o anúncio

Trabalhar sob pressão faz parte da rotina de milhões de profissionais espalhados pelo mundo nas mais variadas áreas. E provavelmente da sua também. Mas há algumas estratégias que pode pôr em prática para fazer face a esta dura realidade.

Nos dias que correm ser capaz de trabalhar sob pressão é mesmo um dos requisitos mais procurados pelos recrutadores. Aliás, essa capacidade começa logo a ser analisada durante o processo de recrutamento. Se não pense. Quantas vezes, durante uma entrevista de emprego, não ouviu questões como: “é capaz de trabalhar sob pressão?”, “gere bem o stress?” ou “tem capacidade para gerir situações de maior pressão?”. As perguntas são diferentes, o objetivo é apenas um: avaliar a sua capacidade de trabalhar sob pressão.

A verdade é que a pressão pode influenciar decisivamente o seu desempenho. E é a sua capacidade de geri-la que vai determinar se é ou não bem-sucedido nesta missão.

Trabalhar sob pressão: 10 dicas para tornar o seu dia mais fácil

stress no trabalho

1. Mentalize-se que a pressão vai sempre existir

Esta é a primeira dica para que consiga trabalhar sob pressão. É essencial que se mentalize que o trabalho sob pressão está cada vez mais presente em todas as empresas e não deve ser visto um bicho de sete cabeças.

Para que consiga mentalizar-se que esta pressão vai existir, opte por fazer alguma atividade que lhe dê algum prazer ao final do dia. Aulas de yoga, uma ida ao ginásio, ou meditação podem mesmo ser a chave para o sucesso.

2. Não entre em pânico

Muitas vezes, o pânico faz com que se sinta paralisado e isso irá prejudicar o seu trabalho e as tarefas que tem para desenvolver. Compreenda este momento de pressão como uma oportunidade para testar as suas capacidades, os seus limites e conhecer o seu potencial.

Além disso, deve entender o trabalho sob pressão como um aspeto que o permitirá melhorar ou desenvolver as suas capacidades e habilidades profissionais.

3. Mantenha-se organizado

A organização é fundamental para que consiga trabalhar sob pressão. Se está habituado a ter inúmeras tarefas para realizar num só dia de trabalho, então, deve estabelecer as suas tarefas prioritárias, assim como os respetivos prazos para que nada corra mal.

O artigo continua após o anúncio

Como tal, e para que consiga evitar situações de stress e pressão constante, não deixe acumular trabalho para o dia seguinte. Ao determinar prazos e tarefas prioritárias, está automaticamente a fragmentar o problema e conseguirá visualizá-lo como algo menos assustador e mais viável.

4. Não descure a qualidade em busca de resultados rápidos

Sabemos que o trabalho sob pressão exige, na maioria dos casos, que o profissional obtenha resultados positivos de forma rápida. Contudo, ao mesmo tempo, é essencial que estes resultados tenham qualidade. De que vale um resultado rápido se não for viável?

Quando tenta encontrar respostas rápidas para a resolução do seu problema, pode estar a saltar algumas etapas que, provavelmente, serão importantes para que se consiga obter um bom resultado. E, ao saltar essas etapas, pode estar a cometer erros graves, que prejudicarão os bons resultados que ambiciona atingir.

Encontre um ponto de equilíbrio e analise bem todas as tarefas que tem para realizar de forma a que consiga perceber o tempo que tem para as concretizar.

5. Controle as suas emoções

Como sabemos, a pressão no trabalho pode afetar o indivíduo tanto a nível profissional como também a nível emocional. Perante situações de stress, deve ser capaz de evitar reações negativas que possam surgir. Afinal, as reações são o resultado das nossas emoções.

Ou seja, se é daquelas pessoas que reage de uma forma negativa a situações de stress, é essencial que se mantenha resiliente e aprenda a controlar as suas emoções para não ceder à pressão.

6. Seja transparente

Ser transparente com os profissionais que lhe exercem pressão é crucial para que continue a haver um ambiente de trabalho saudável. Se sente que está prestes a ter um esgotamento, deve expressar-se para que consiga assegurar o seu bem-estar. Experimente agendar uma reunião com o seu superior e explique os motivos que o estão a deixar assim.

Mas tenha cuidado… Muitas vezes pode ser mal interpretado. Por isso, certifique-se que os motivos que os estão a deixar à beira de um esgotamento são válidos e que não se trata apenas de cansaço.

O artigo continua após o anúncio

7. Procure pessoas que o possam ajudar

Se lida diariamente com diversas tarefas, pode sempre procurar ajuda noutras pessoas que trabalhem consigo. Ou seja, se sente que tem um colega que é mais criativo ou mais experiente em determinada área, então, não tenha medo e tente procurar a ajuda dele. Um pequeno auxílio muitas vezes é o suficiente para que possa desenvolver as sua tarefas de uma forma mais rápida e com mais qualidade.

8. Compreenda se há necessidade de melhoria nos processos

Assim que as suas tarefas estejam asseguradas, tente compreender se há uma necessidade de melhoria nos processos, ou até mesmo de corrigir eventuais erros.

Se for possível, tente conversar com outros profissionais da sua área para entender que tipo de melhorias poderão ser feitas.

9. Faça uma pequena pausa

Como já percebemos, trabalhar sob pressão não é fácil e exige uma boa organização do seu tempo. Para que consiga ter um momento de relaxamento entre o stress e a pressão, opte por tirar 15  minutos para fazer um lanche ou tomar um café e vai ver que se sentirá com mais vontade de trabalhar logo a seguir.

10. Mantenha-se positivo

É extremamente importante que se mantenha sempre positivo, mesmo durante as situações mais complicadas e de stress que possam ocorrer durante o dia de trabalho. Mantenha-se otimista e verá que vai lidar melhor com a pressão no trabalho.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp