Veículos em Fim de Vida: novidades para 2018

O incentivo ao abate de Veículos em Fim de Vida terminou, mas o governo continua a beneficiar todos os condutores que comprem carros elétricos. Saiba como.

Veículos em Fim de Vida: novidades para 2018
Saiba quais são os incentivos para 2018

O incentivo ao abate de Veículos em Fim de Vida terminou, mas o governo vai continuar a apoiar os condutores que queiram trocar os seus veículos por carros elétricos.

Em 2016, o Ministério do Ambiente decidiu retirar o apoio ao abate de Veículos em Fim de Vida (VFV) à conta da fraca adesão dos portugueses a esta medida. Segundo dados oficiais, ao longo desse ano chegaram à Agência Portuguesa do Ambiente apenas 17 pedidos.

Assim sendo, o governo optou por acabar com este apoio e incentivar a troca para “tecnologias de tração 100% elétricas”. Porquê? O governo pretende “equilibrar a alternativa ambientalmente mais favorável aquando da aquisição de um novo veículo”.

Veículos em Fim de Vida: incentivos em 2018


O que são Veículos em Fim de Vida?

De acordo com o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), veículos em fim de vida são automóveis “que não apresentando condições para a circulação, em consequência de acidente, avaria, mau estado ou outro motivo, chegaram ao fim da respetiva vida útil, passando a constituir um resíduo”.

De acordo com a legislação, o cancelamento da matrícula de qualquer VFV só é efetuado pelo IMT a partir do momento em que é apresentado um certificado de destruição emitido por um operador de desmantelamento autorizado.

Para tal, o proprietário só tem de entregar o VFV num centro de receção ou num operador de desmantelamento autorizado: são estas entidades que devem encaminhar o pedido de cancelamento definitivo da matrícula do veículo para o IMT.

Alternativa ao incentivo ao abate de Veículos em Fim de Vida

Com o final do incentivo ao abate de Veículos em Fim de Vida, chegou o apoio do governo na compra de carros novos elétricos. Em 2018, quem optar por efetuar este tipo de compra recebe do Estado um cheque de 2250 euros. Esta medida é suportada pelo Fundo Ambiental e terá um custo de 2,3 milhões de euros.

Carros elétricos também chegam aos governantes

O objetivo do governo é, ainda, dotar o parque automóvel estatal de veículos elétricos. Assim sendo, através do projeto ECO.mob, o objetivo é introduzir 1200 carros elétricos no parque de carros do Estado até 2019.

O Fundo Ambiental também está encarregado de garantir o aumento do número de postos de carregamento destas viaturas em todo o país. Segundo a versão final do Orçamento do Estado (OE) para 2018, o governo prevê a instalação de mais 250 postos de carregamento em todo o território continental (um plano que deverá ter continuidade nos próximos anos).

Veja também: