Publicidade:

Xisto: Aldeia de Casal de São Simão premiada por práticas ambientais

Casal de São Simão foi considerada a aldeia "mais ativa" da Península Ibérica, não só pelas práticas ambientais, mas também pela forma como reagiu aos fogos.

Xisto: Aldeia de Casal de São Simão premiada por práticas ambientais
Prémio atribuído pela Asociación para a Defensa Ecolóxica de Galiza

A Aldeia do Xisto de Casal de São Simão, localizada no concelho de Figueiró dos Vinhos, distrito de Leiria, foi distinguida, recentemente, com o prémio Oxigénio, pela associação espanhola ADEGA – Asociación para a Defensa Ecolóxica de Galiza.

A associação, que todos os anos elege os melhores exemplos de práticas ambientais, considerou excepcional a forma como a aldeia reagiu aos grandes incêndios de junho, que assolaram a região de Pedrógão Grande. Também por essa razão, Casal de São Simão foi considerada a a aldeia “mais ativa” da Península Ibérica, distinção que muito orgulha os seus habitantes e o país.

O E-Konomista teve oportunidade de conversar com um dos grandes dinamizadores da aldeia e presidente da Associação de Moradores de Casal de São Simão, Aníbal Quinta, que, de forma simbólica, nos mostrou a beleza da aldeia, o sentido genuíno de comunidade que ali se vive e partilhou connosco como a aldeia reagiu aos fogos de junho, bem como alguns projetos para o futuro. Contamos-lhe tudo!

Casal de São Simão: como a aldeia reagiu aos fogos

casal-de-sao-simao

Com base no testemunho do presidente da Associação de Moradores de Casal de São Simão, depois dos fogos de junho, a comunidade prontificou-se a arregaçar as mangas e a fazer o necessário para que tal tragédia não voltasse a assolar a região.

Ao longo de um perímetro de 100 metros em torno da aldeia, a comunidade, com o apoio de instituições públicas, desmatou uma grande zona de floresta que não era limpa há mais de 50 anos. Além disso, repovoou a envolvente da aldeia com espécies autóctones que demonstraram serem eficazes na defesa contra o fogo.

Esta limpeza e repovoação, bem como o esforço comunitário envolvido em tal empreitada, estiveram, aliás, na base da atribuição do prémio Oxigénio, como um exemplo de excelência de boas práticas ambientais. A proatividade, a defesa do bem comum, o sentido de pertença, o respeito pelo meio-ambiente foram, a este propósito, razões de destaque da aldeia portuguesa.

Um novo sentir coletivo

casal-de-sao-simao

Considerada a porta de entrada do Pinhal Interior, a Aldeia do Xisto de Casal de São Simão é uma das principais atrações turísticas do concelho de Figueiró dos Vinhos. Apesar de pequena, a aldeia é considerada uma das mais vivas e hospitaleiras da Serra da Lousã. E a sua história recente talvez seja a explicação para toda esta vivacidade.

Num artigo sobre a história das Aldeias do Xisto, que aqui partilhamos consigo, tivemos a oportunidade de referir que a luta contra a desertificação sempre foi uma das principais batalhas destas aldeias do interior centro do país. E a de Casal de São Simão não foge à regra. Apesar da sua edificação remontar ao século XV, e de nunca ter ficado completamente desabitada, a sua história recente é bastante peculiar.

Foi em 1990 que Aníbal Quinta comprou uma casa em Casal de São Simão. Na altura, a aldeia tinha apenas 3 habitantes e a maior parte das habitações estava praticamente em ruínas. Mesmo assim passou a palavra a vários amigos sobre “a aldeia que tinha descoberto” e não tardaram a chegar mais pioneiros – todos residentes em grandes centros urbanos do país.

Desde esse momento, e depois de muito trabalho e entreajuda, adquiriram e recuperaram 12 casas que são, atualmente, os seus tesouros. Casal de São Simão rejuvenesceu com os novos proprietários e a vivência na aldeia ultrapassou a mera escapadinha de fim-de-semana. Tratadas quase como primeira habitação, as casas foram construídas com muito carinho, respeitando o traçado arquitetónico e os materiais da região. Também o restaurante da aldeia – Varanda do Casal – tornou-se um elemento agregador não só da comunidade, mas também entre os habitantes e os seus visitantes.

Em 2005, a aldeia integrou a Rede das Aldeias do Xisto e tem provado, desde então, por que é um dos principais marcos turísticos do concelho. Vive-se de forma genuína em comunidade, nos momentos bons e nos menos bons. Foi assim que ultrapassaram e deram luta aos incêndios, por todos e a favor de todos. Os atuais habitantes de Casal de S. Simão formam uma autêntica comunidade e é assim que fazem questão de viver na aldeia.

Casal de são Simão: a olhar para o futuro

casal-de-sao-simao

Ciente da importância histórica, cultural, patrimonial e económica da Aldeia do Xisto do concelho, a Câmara de Figueiró dos Vinhos anunciou, recentemente, que vai avançar com um projeto de valorização de Casal de São Simão.

Com um custo de 400 mil euros e apoiado pelo programa Valorizar, a autarquia vai construir um passadiço de um quilómetro que vai permitir a ligação pedonal entre a aldeia, o miradouro e a praia fluvial das Fragas de São Simão, uma das mais bonitas do país.

O projeto prevê ainda a requalificação completa do miradouro de onde se pode observar as Fragas de São Simão e a paisagem circundante. Várias são as infraestruturas previstas, nomeadamente um bom parque de estacionamento e capacidade hoteleira para receber visitantes.

Onde ficar?

Além daquele que é o alojamento disponível na Vila de Figueiró dos Vinhos, não deixe de dar uma vista de olhos na oferta de alojamentos das Aldeias do Xisto. Deixamos aqui algumas sugestões.

1. Casa do Olival

figueiro-dos-vinhos

figueiro-dos-vinhos

Localizada em Figueiró dos Vinhos, esta casa, implantada no centro de um olival, tem as comodidades necessárias para alojar até 6 pessoas. Preço da casa inteira: 100€/noiteFaça aqui a sua reserva >>

2. Hotel Parque Serra da Lousã

figueiro-dos-vinhos

figueiro-dos-vinhos

Este hotel de 4 estrelas está localizado em Miranda do Corvo e integra o Parque Biológico da Serra da Lousã. A partir daqui poderá visitar as Aldeias do Xisto da Serra da Lousã e desfrutar do melhor que a região centro do país tem para oferecer. Preço de um quarto familiar (para 4 pessoas): 160€/noite.  Faça aqui a sua reserva >>

3. Casa das Estórias

cerdeira

cerdeira

Na Aldeia do Xisto de Cerdeira, e sob a chancela Cerdeira Village, a Casa das Estórias tem muito para lhe oferecer. Além de situada no coração de uma das aldeias mais bonitas da região, é muito pitoresca e confortável. Preço da casa inteira para dois hóspedes: 90€/noiteFaça aqui a sua reserva >>

4. Casa Zé Sapateiro

casas-com-lareira

casas-com-lareira

Localizada na Ferraria de S. João, esta belíssima casa de campo tem todas as comodidades necessárias para desfrutar de um fim-de-semana na região serrana. O seu ambiente cuidado, rústico, familiar é, sem dúvida, uma das notas de destaque. O preço de um quarto duplo ronda os 65€/noite. Faça aqui a sua reserva >>

Veja também: