Publicidade:

Cidades europeias para visitar num fim de semana

À procura das mais incríveis cidades europeias para visitar num fim de semana? Já chegou ao sítio certo.  Venha connosco nestas escapadinhas.

Cidades europeias para visitar num fim de semana
Dou um saltinho ali e já venho!

Procurar cidades europeias para visitar num fim de semana não é tão difícil como possa parecer – e já vai comprovar esta verdade.

Viajar, para algumas pessoas, é um verbo que se conjuga com regularidade, certo? Mas, ao fim de semana? Claro que sim. Há cidades europeias nos sonhos dos viajantes que estão mesmo aqui ao lado e que não levam muito tempo a chegar, nem a conhecer. As facilidades de transporte que as companhias aéreas oferecem são cada vez maiores e afastam as desculpas que adiam sair de fronteiras, partindo para uma escapadinha que promete ser fantástica (ainda que rápida).

O que deve fazer? Planos para ocupar o fim de semana de acordo com as suas preferências do momento – como visitar museus ou feiras de moda, espreitar a riqueza arquitetónica e os estilos de vida dos locais, ou ainda optar pelo simples prazer de descansar num spa e comer bem num fim de semana verdadeiramente espetacular.  O que torna esta experiência possível e uma realidade? A sua disposição e, claro, a nossa lista com 7 sugestões de destinos na Europa a não perder – nem que seja para ir por dois dias.

Vamos levá-lo a algumas cidades europeias que sempre sonhou visitar e aproveitamos para abrir-lhe um pouco o apetite.

Cidades europeias para visitar num fim de semana


1. Barcelona

barcelona

barcelona

Conhecer a cidade catalã não é tarefa fácil para um fim de semana, é verdade. Mas, não se deixe intimidar: este é um sítio maravilhoso, onde não faltam são sítios para visitar e bons motivos para voltar.

Não deixe de ir ver os clássicos com que que Antoni Gaudí presenteou a cidade, o Parc Güell, a casa Milà – também conhecida como La Pedrera -, a casa Batlló ou a Sagrada Família – que é uma das suas principais atrações. A esta obra não finalizada do famoso arquiteto deverá dedicar tempo – uma tarde, pelo menos. Recomendamos que compre os bilhetes de entrada pela internet para evitar as filas.

2. Cannes

cannes

É uma cidade do sul da França, situada à beira do mar Mediterrâneo, na luxuosa Côte d’Azur. Famosa por albergar o Festival de Cinema de Cannes, o maior evento mundial da categoria, é também um destino turístico por excelência e morada de muitos famosos que lá possuem as suas casas de férias.

Lojas de luxo na cidade não faltam. À beira mar, pode passear pela avenida da Croisette (Boulevard de La Croisette) e desfrutar de todas elas.

Para além do festival de cinema, a cidade é também conhecida pela realização de feiras  – como por exemplo a Midem, a feira mais importante para a indústria da música, e o MIPIM, a maior feira de propriedades do mundo.

Visite a parte velha da cidade, a Igreja Notre-Dame de l’espérance e a Tour de Masque. Ah, e faça uma visita ao museu Castre.

3. Florença

florença

florença

Museus, igrejas, monumentos, praças e edifícios seculares fazem desta cidade um destino inesquecível. A não perder: a Basílica di Santa Maria del Fiore, que está situada no Centro Histórico de Florença e possui um trabalho de mosaico em mármores coloridos.

Mais para oeste, pode ir ver o Batistério de São João, um prédio religioso que se acredita ser o mais antigo da cidade e é famoso pelas suas portas de bronze – atuais cópias das originais.

Outro ponto obrigatório é a Ponte Vecchio, um símbolo do romantismo – quem nunca ficou apaixonado só de olhar para a ponte repleta de cadeados colocados como prova de amor? Uma atração indiscutível.

Um dos lugares mais animados da cidade é a Piazza della Signoria, por isso, tome nota de mais uma visita a fazer.

4. Genebra

genebra

Cidade cosmopolita por excelência, rotulada de mais cara, mas encantadora. Berço de organizações internacionais e não-governamentais (ONG), que lhe dão imenso prestígio, a cidade encontra-se na parte francesa do seu país- ou cantão francês, uma vez que a Suíça se encontra dividida em quatro cantões. Muito verde se espalha pela sua geografia, devido aos parques que possui, e prometem ser um deslumbre à parte.

Para ver: o Jet d’Eau, que é o emblema da cidade, e o Jardin Anglais, com o seu relógio de flores (Horloge Fleuri). Se o tema lhe interessa, deve visitar o Museu Pathek Philippe, onde pode deliciar-se com todo o tipo de relógios.

A Place Bourg de Four fica na parte antiga da cidade, onde encontra restaurantes e lojas de antiguidades. A catedral de S. Pedro é, também, outro ponto de muito interesse turístico.

5. Eindhoven

Eindhoven

Está, normalmente, fora dos roteiros turísticos, mas devia chamar a atenção: afinal, é um centro tecnológico por excelência. Ligada à história da Philips, é  também muito famosa na área do Design – já ouviu falar na renomada Semana Holandesa de Design?

Conhecida como “a cidade da luz” – sim, não é só Paris -, devido à existência da fábrica de fósforos e das lâmpadas da Philips, Eindhoven fica situada no sul da Holanda e próxima às fronteiras da Alemanha e da Bélgica.

A visitar: Van Abbemuseum, que possui uma colossal coleção de pinturas de El Lissitzky, mas também obras de Pablo Picasso e Kandinsky; a vila de Nuenen, que fica perto de onde viveu Vincent Van Gogh; o Museu Philips, que conta a história de sucesso da empresa; a Igreja de Santa Catarina, famosa pelos seus vitrais; o Genneper Parken, um dos muitos espaços verdes da cidade; e o Designhuis, espaço de cultura, design e tecnologia. Se é amante de futebol não deixe de visitar, também, o Estádio do PSV Eindhoven.

Et voilà! Está concluída a nossa lista de cidades europeias para visitar num fim de semana. Algumas são menos conhecidas, talvez mais pacatas, mas cheias de histórias para contar. Agora só falta mesmo decidir e ir! Parta à aventura.

Veja também: