Publicidade:

Como fazer um plano de negócios bem sucedido

Saiba como fazer um plano de negócios que ajude a alcançar os seus objetivos, devendo este ter uma estrutura e características específicas. Saiba tudo aqui.

Como fazer um plano de negócios bem sucedido
Um dos sucessos do plano de negócios está na estrutura do mesmo

Saber como fazer um plano de negócios de forma correta é muito importante para quem quer ser bem sucedido ao lançar um negócio ou criar uma empresa, uma vez que ao elaborar este documento estará a fazer uma sistematização e apresentação de um projeto a nível estratégico. Esta poderá ser uma forma de obter alguma estabilidade no seu plano, podendo evitar assim alguns riscos e períodos difíceis no arranque do seu negócio.

Como fazer um plano de negócios

como fazer um plano de negócios

Por outras palavras, um plano de negócios é uma ferramenta orientadora que deve incluir uma informação crítica que seja decisiva na hora de juntar potenciais parceiros ou investidores, sendo a existência de ambos importantes se quiser que o seu negócio tenha sucesso no mercado. É através do mesmo que poderá conseguir fundos que tornem possível a materialização da sua ideia junto de potenciais fornecedores ou investidores, entre eles os Bancos, Investidores Particulares, Sociedades de Capital de Risco e Instituições Oficiais, entre outros.

Para tal, o documento deverá sistematizar a informação sobre qual é a ideia de negócio do interessado, como o mesmo tenciona implementá-la e quais os resultados que espera obter. Isto significa que terá de ocorrer uma grande pesquisa de dados referentes ao projeto antes de começar a elaborar o plano. É igualmente importante pedir a colaboração de especialistas externos em algumas matérias que devem constar do plano, entre elas as da vertente financeira e da viabilidade económica do projeto.

Estruture bem o seu plano de negócios

Como fazer um plano de negócios de forma bem estruturada? Apesar de não haver uma única opção de estruturação, partilhamos consigo aquela que é sugerida pelo Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI), a qual destaca os seguintes tópicos:

  • Breve sumário do projeto
  • Apresentação do criador e do projeto
  • Contextualização do mercado e da envolvente externa
  • Definição de metas e objetivos
  • Estratégia comercial
  • Estrutura da empresa
  • Elaboração de previsões financeiras
  • Controlo e gestão do negócio
  • Investimento necessário
  • Anexar documentos e outra informação

Selecione corretamente as informações do plano

Cada um dos tópicos apresentados deve conter uma informação clara e concisa, para que não desperte dúvidas sobre que negócio se está a tratar. Cuidado com erros ortográficos, pois poderá afastar possíveis interessados no projeto.

Breve sumário do projeto

Também conhecido como Sumário Executivo, esta parte da estrutura do seu plano de negócios é considerada uma espécie de cartão de visita para potenciais investidores. Como tal, não deverá ser muito extenso e sim chamativo, simples e objetivo, sendo o máximo de duas páginas o aconselhável para a realização deste sumário, que deverá ser como a sinopse de um filme. É através do sumário que estará a vender o seu projeto, pois se o mesmo não cativar o leitor, é possível que este desista de ler as restantes informações do plano de negócios. No texto não podem faltar informações como:

  • Nome do negócio;
  • Identificação do serviço ou produto;
  • Identificação do setor;
  • Identificação da missão;
  • Explicação dos motivos que tornam a ideia inovadora;
  • Identificação dos mercados potenciais;
  • Abordagem sobre os pontos fortes e pontos fracos do projeto;
  • Identificação do que poderá ser o atrativo para investidores;
  • Explicação sobre os recursos humanos e investimentos necessários para levar a cabo o projeto;
  • Abordagem sobre as qualidades relevantes dos empreendedores para o projeto;
  • Abordagem da margem de tempo que poderá decorrer até o projeto começar a criar resultados líquidos positivos.

Apresentação do criador e do projeto

Como fazer um plano de negócios em que consiga vender bem a sua ideia? Aproveitando o tópico da Apresentação do criador e do projeto, onde deverá inserir informações sobre seu histórico pessoal, entre elas a sua formação e educação, a experiência tida em projetos anteriores e que equipa tenciona incluir no projeto. Todos estes dados serão levados em conta por possíveis financiadores e investidores.

Contextualização do mercado e da envolvente externa

Para ter sucesso no seu negócio, é necessário adquirir bons conhecimentos sobre o mercado relacionado com a área onde se pretende lançar, uma vez que este é um passo muito importante. Como tal, deverão ser incluídas no plano informações como:

  • Caracterização do mercado;
  • Desenvolvimento do mercado;
  • Concorrência;
  • Tipologia de clientes.

Se for necessário, contacte empresas de análise de mercado para conseguir reunir estas informações.

Definição de metas e objetivos

Não é possível traçar um bom plano de negócios sem incluir metas e objetivos. Estes deverão estar bem definidos para que consiga atrair financiadores.

Estratégia comercial

Estabelecer este tipo de estratégia é fundamental e fácil de elaborar após ter percebido concretamente as necessidades dos clientes do mercado a que o plano de negócios se destina. É neste tópico que deve:

  • Identificar os clientes;
  • Definir o público-alvo;
  • Definir os meios a utilizar para potenciar as vendas;
  • Criar suportes para a realização da estratégia de imagem e comunicação;
  • Formação da equipas de vendas.

Elaboração de previsões financeiras

Estas previsões deverão conter as projeções de break even, nome dado ao momento a partir do qual um projeto deixa de perder dinheiro e começa a gerar receitas, recuperando assim o capital investido. Não se esqueça também de incluir projeções de cash flow, de vendas e de financiamento, bem como documentos que justifiquem os custos com a equipa envolvida no negócio e outros serviços externos que sejam imprescindíveis para o negócio.

Controlo e gestão do negócio

Outra maneira de atrair investidores é mostrar rigor e segurança nos números e estratégia do plano. Uma das mais-valias para saber como fazer um plano de negócios é ter conhecimento sobre algumas ferramentas de software que ajudem na sistematização da informação.

Investimento necessário

É neste tópico que deve escrever quanto custa o investimento do seu negócio e como cumprir os objetivos do mesmo, o que pode ser feito através da planificação das amortizações, por exemplo. É essencial estabelecer prazos para definir melhor o período do investimento ligado ao negócio.

Anexar documentos e outra informação

Depois de ter colocado no seu plano de negócios todas as informações referidas anteriormente, é importante que use este último tópico para adicionar mais dados que possam reforçar a mais-valia do seu negócio, como por exemplo a inclusão de especificações técnicas sobre produtos, documentos financeiros que suportem toda a previsão de custos e de vendas, currículos dos promotores da ideia, entre outros.

Características fundamentais de um plano de negócios

Se quer saber como fazer um plano de negócios que o leve ao sucesso, deve aprender que este documento deve conter as seguintes características:

  • Ter uma estrutura organizada;
  • Ter um aspeto profissional;
  • Ser original e criativo;
  • Ser de leitura fácil;
  • Ser objetivo;
  • Conter metas concretizáveis;
  • Indicar as pessoas responsáveis;
  • Evidenciar a qualidade dos elementos da empresa;
  • Ter uma abordagem focada no mercado alvo;
  • Apresentar orçamentos detalhados;
  • Mostrar um bom planeamento a nível financeiro;
  • Conter bons documentos de previsão;
  • Referir os riscos de negócio;
  • Ajudar a colocar o plano em prática de forma fácil;
  • Ser um plano de negócios com estimativas e projeções realistas.

É importante que o documento passe por uma revisão crítica, ou seja, deve mostrá-lo a pessoas próximas ao negócio que lhe possam dar críticas construtivas e fundamentadas, de forma a corrigir e assim melhorar o seu plano de negócios em alguns aspetos antes de concluir definitivamente a elaboração do mesmo.

Evite erros que possam ser fatais para o negócio

Não caia no erro de elaborar um plano de negócios demasiado extenso, uma vez que se tornará aborrecido e provavelmente disperso na informação. O aconselhável é que este documento não ultrapasse o limite de 50 páginas. Evite também a realização de previsões financeiras irrealistas, o que significa que não deve fazer grandes projeções a longo prazo.

Recorde-se que um dos principais objetivos do plano é conseguir obter financiamento para a sua ideia ser posta em prática, por isso não deite tudo a perder com a elaboração de uma mau plano de negócios.

Perguntas que devem ser feitas após a elaboração do plano

Será que já aprendeu mesmo como fazer um plano de negócios que o leve ao sucesso? Para saber a resposta, terá de testar o seu plano quando o tiver concluído, ao fazer perguntas a si próprio, entre elas:

  • Quem são afinal os empreendedores deste projeto e qual a reputação que cada um tem a nível profissional e pessoal?
  • Escolhi bem a minha equipa para este tipo de projeto?
  • Como podemos responder aos fatores de risco do negócio?
  • Este plano é realista nos objetivos traçados?
  • Poderá este documento ajudar-me a observar potenciais riscos futuros?

Se tiver conseguido responder a todas estas perguntas de forma fácil e positiva significa que o seu plano de negócios está pronto para ser partilhado com possíveis parceiros ou investidores. Boa sorte!

Veja também:

Cátia Tocha Cátia Tocha

Formada em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa, onde concluiu Licenciatura e Mestrado, começou o seu percurso como jornalista na Rádio. Hoje, escreve sobre diferentes áreas e tem já alguns anos de experiência na escrita para meios online.