Publicidade:

Condução em zonas de incêndio: cuidados a ter

Infelizmente, os incêndios são uma realidade constante no verão. Tenha atenção à condução em zonas de incêndio, prime por comportamentos de segurança.

Condução em zonas de incêndio: cuidados a ter
Precaução e atenção

Não passa um ano sem que alguma parte de Portugal seja fustigada por terríveis incêndios florestais. Mesmo que sejam iniciados por mão humana, muitas vezes os elementos naturais, como altas temperaturas e ventos fortes, fazem com que sejam impossíveis de controlar e possam galgar estradas. É importante que as pessoas saibam como agir em situações de condução em zonas de incêndio.

A primeira recomendação é manter a calma e ter sangue frio para ter de ser rápido nas reações. Não falamos só de incêndios florestais neste caso, mas de qualquer tipo, originados por combustíveis ou por fontes de calor.

Condução em zonas de incêndio: o que fazer?


Infelizmente, o ano de 2017 fica marcado na história de Portugal como particularmente devastador, relativamente às consequências mortais de um incêndio florestal. O pior cenário ocorreu num contexto de condução e levantou imensas questões, mas também alguns medos, sobre como agir na condução em zonas de incêndio.

Claro que o ideal é evitar conduzir nestas zonas de todo, e sobretudo evitar ir apenas testemunhar os acontecimentos. A curiosidade é fatal nestes casos. Se estamos num cenário em que tem de fugir de uma zona de fogo, numa evacuação, por exemplo, faça os possíveis para seguir pelas alternativas mais seguras. As autoridades aconselham que a fuga de carro numa zona muito afetada só é segura se a vegetação for baixa. Em zonas de vegetação alta, é mais seguro fugir a pé.

Estar dentro do carro durante o incêndio pode ser inevitável, mas é extremamente perigoso: o nível de oxigénio diminui, as temperaturas aumentam, os combustíveis podem incendiar, perigos de explosão… A verdade é que antes de evacuar, deve considerar se é mais seguro ficar dentro de casa, do que dentro de um carro. Consulte as autoridades, ouça os seus conselhos.

Se for apanhado durante uma viagem, ou se for inevitável fugir de carro, saiba o que fazer num contexto de condução em zonas de incêndio:

conducao em zona de incendios

  • Feche todas as janelas do carro e feche todas as aberturas de ventilação. Coloque o ar condicionado na recirculação. O motor deve continuar a funcionar, mesmo quando para;
  • Reduza a velocidade de acordo com a visibilidade, por causa do fumo, e mantenha sempre os faróis acesos;
  • Não circule em sentido contrário nas estradas, isto é muito importante. Nem ao tentar fugir, por exemplo numa auto-estrada;
  • Atenção os outros veículos e peões. As colisões e lesões são um grande risco nestas circunstâncias; As pessoas podem entrar em pânico e possivelmente correr na estrada;
  • Cuidado com os animais;
  • Se tiver possibilidade de parar, tente fazê-lo atrás de uma estrutura sólida, para ajudar a bloquear o calor.

Caso seja apanhado numa situação em que não parece haver um local de refúgio e está perto da frente do fogo, na estrada, pare o carro em uma área limpa, ao lado da estrada ou em um local adequado. Certifique-se que não está demasiado perto de árvores ou mata seca.

  • Mantenha-se e aos seus passageiros abaixo no nível das janelas;
  • Cubra-se com cobertores de lã ou casacos, ou outras roupas; mas evite produtos sintéticos, que podem derreter e causar queimaduras;
  • Cubra os outros antes de se cobrir a si;
  • Se possível, molhe um pano e coloque-o frente às vias respiratórias. Respire através dele;
  • Deixe-se ficar no veículo até à frente principal estar controlada.

A prevenção e a calma são atitudes/comportamentos muito importantes.

Veja também: