Publicidade:

15 dicas para fazer o exame de condução

Partilhamos consigo algumas dicas para fazer o exame de condução, de forma a que sinta mais confiança e menos ansiedade quando chegar este dia decisivo.

15 dicas para fazer o exame de condução
Manter a calma no dia do exame é uma das chaves para o sucesso

O exame de condução é a primeira prova de fogo do início da vida adulta. Depois de 18 anos debaixo das asas dos pais, este é o primeiro momento em que nos vemos sozinhos, na “vida real”, naquele que pode ser o primeiro bilhete para a independência. Só isto, já seria suficiente para provocar alguma ansiedade. Por essa razão, partilhamos consigo algumas dicas para fazer o exame de condução, que podem ajudá-lo quando tiver de passar por este teste prático.

Os amigos e a família, já encartados, ainda que sem perceberem, impõem alguma pressão nesta prova. Como se passar no exame de condução fosse tão simples quanto respirar e que aqueles que não o conseguem só podem ter alguma incapacidade.

É, precisamente, esta pressão escondida, o peso do custo de repetir o exame e as inúmeras histórias de terror sobre exames passados, que todos fazem questão de contar, que podem mexer com os nervos e complicar a prova.  Tome, então, nota das dicas preciosas que temos para si.

15 dicas para fazer o exame de condução

dicas-para-fazer-o-exame-de-conducao

1. Mantenha a calma

A primeira coisa a fazer antes de se submeter a um exame de condução é afastar os nervos, pois isso só irá prejudicar o seu desempenho. Basta manter a calma e pensar que só assim irá conseguir focar-se na tarefa que tem pela frente. Se for necessário, respire calmamente e pense que o examinador não se encontra no carro ou que é alguém a quem está a dar boleia.

2. Marque o exame apenas quando se sentir confiante

Se não se sentir preparado o mais provável é não ter um bom desempenho durante o exame. O melhor é marcar uma data que dê tempo para praticar até chegar o dia da avaliação, mas nunca fique muitos dias sem praticar. É necessário ir treinando enquanto não se é avaliado.

3. Reveja as aulas de código

Aproveite o tempo antes da data do exame de condução para rever as aulas teóricas. Nunca é demais estudar para conhecer melhor os sinais de trânsito, as velocidades e as regras em geral, para que não cometa nenhum erro. Além disso, existem avaliadores que vão fazendo perguntas durante o teste prático, algumas delas relacionadas com mecânica. Esteja preparado.

4. Peça aulas extra de condução

Se ainda sentir insegurança a conduzir deve praticar com antecedência, e uma das formas de o fazer é pedir aulas extra. Apesar de ter de gastar algum dinheiro com as aulas extra, estas podem ser uma mais-valia e fazer com que não reprove no exame. Se chumbar, o preço a pagar por um novo exame será mais elevado do que uma ou outra aula a mais.

Tem também como alternativa pedir um carro emprestado a um familiar ou amigo e ir treinar para um parque industrial ou outra zona calma, sem circulação de veículos. Desta forma poderá praticar alguns exercícios como:

  • Estacionamentos (especialmente aqueles de marcha atrás e de lado);
  • Ponto de embraiagem em subidas;
  • Inversões no sentido de marcha (recurso a marcha atrás);
  • Arrancar em rampa com inclinação;
  • Circulação em cruzamentos, entroncamentos e rotundas;
  • Cedências de passagem;
  • Contorno de obstáculo em marcha atrás.

5. Estude o trajeto

Esta é talvez uma das melhores dicas para fazer o exame de condução: estudar os trajetos que sabe que lhe podem calhar no exame. Peça a algum familiar ou amigo para passar de carro por esses locais ou usar o Google Streetview para visualizar os percursos e todos os sinais de trânsito que existem nessas zonas. Se ao longo dos trajetos se deparar com um ou mais sinais que lhe despertam dúvidas, reveja-os no livro de código e decore o significado dos mesmos.

6. Tire dúvidas com o seu instrutor

É importante que quem lhe ensina esteja disponível para responder a todas as suas questões. Pode perguntar ao seu instrutor como costumam correr os exames de condução, que erros os examinados tendem a cometer e quais são as perguntas mais frequentes dos examinadores.

7. Não consuma cafeína antes do exame

Este estimulante não é aconselhável a pessoas que sofram de ansiedade, uma vez que só irá aumentá-la. Evite consumir bebidas que contenham cafeína, entre elas café, coca-cola, bebidas energéticas e alguns chás, como os chás preto e verde.

8. Deseje ser a segunda pessoa a realizar o exame

Ficar em segundo lugar para fazer o exame de condução costuma ser vantajoso, pois as pessoas que realizam o teste depois de já terem visto alguém fazê-lo podem aprender com o exemplo observado, além de conseguirem ter uma maior noção do que o examinador mais preza no exame. No entanto, há quem prefira ser primeiro para despachar mais rapidamente o teste sem ter de esperar muito para ser avaliado, o que pode ajudar a diminuir os nervos.

9. Não se esqueça do cinto e de adaptar o veículo a si

Quando entrar na viatura tem de se lembrar de colocar o cinto de segurança. Este será um dos pormenores que o examinador irá rapidamente tomar atenção. Antes de começar a conduzir deve também adaptar o banco e os espelhos à sua fisionomia e visão, pois caso contrário o seu desempenho não irá correr bem durante o percurso.

10. Segure corretamente o volante

Coloque as mãos no volante na posição das dez horas e dez minutos. Recorde-se também que quando ligar o motor e destravar o carro deve sinalizar a saída de lugar do veículo antes de se mover, uma regra obrigatória na condução.

11. Conduza devagar

Não acelere demasiado e opte por conduzir na defensiva, pois assim conseguirá ter um maior tempo de reação se acontecer algum imprevisto enquanto estiver a conduzir, como por exemplo um peão atravessar inesperadamente à sua frente. Desta forma irá também respeitar sempre os limites de velocidade, além de ter mais tempo para se lembrar de assinalar as mudanças de trajetória do veículo e para travar na altura certa, e ainda realizar as manobras com calma, entre outros pormenores.

12. Nunca tire os olhos da estrada

A sua atenção deve manter-se sempre focada na estrada. Esteja com a visão periférica em alerta, uma vez que esta lhe permite observar tudo em seu redor sem ter de mexer muito a cabeça. Tenha em atenção os sinais de trânsito, a movimentação dos peões e os carros próximos de si. Para isso, deve usar também os espelhos e janelas do veículo.

13. Ignore as buzinadelas

Ninguém gosta de ouvir os outros condutores a buzinarem, principalmente quando se encontra num exame de condução. No entanto, evite sentir essa pressão vinda por parte de terceiros, pois mais vale ouvir as buzinadelas do que as repreensões do examinador, uma vez que é ele quem pode passar ou reprovar o examinado.

14. Trate o examinador com educação

Sempre que falar com quem está a examinar o seu desempenho faça-o num tom educado e formal, e não demasiado nervoso ou seco, para não parecer rude.

15. Outros cuidados a ter

Outras dicas para fazer o exame de condução passam por não cair no erro de deixar o motor ir abaixo mais de três vezes, não passar linhas contínuas e não desrespeitar sinais luminosos, de trânsito ou quaisquer outras regras do Código de Estrada. Não cometa ainda outros erros mais de uma vez, pois o examinador pode não perdoar essa falta de atenção.

Recorde-se também que jamais deve fazer algo que coloque em risco a vida de um peão, dos passageiros que o acompanham ou do veículo, o que significa não embater em algo ou alguém. Se não cumprir estas regras ou praticar alguma contra-ordenação grave ou muito grave, muito dificilmente irá passar no exame de condução.

Agora que já leu estas dicas para fazer o exame de condução, não se esqueça de recordá-las quando chegar essa altura decisiva. Boa sorte!

Veja também:

Cátia Tocha Cátia Tocha

Formada em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa, onde concluiu Licenciatura e Mestrado, começou o seu percurso como jornalista na Rádio. Hoje, escreve sobre diferentes áreas e tem já alguns anos de experiência na escrita para meios online.

Também lhe pode interessar: