Publicidade:

Frieiras: como identificar e qual deve ser o tratamento

As frieiras são lesões da pele que se dão, principalmente, no inverno. Provocam desconforto e, por vezes, dor intensa. Saiba como tratar.

Frieiras: como identificar e qual deve ser o tratamento
Saiba como tratar as frieiras

O aparecimento de frieiras durante os meses de inverno é bastante comum. Tratam-se de lesões da pele que provocam um desconforto intenso e que podem atingir várias partes do corpo.

Para que não seja apanhado de surpresa, indicamos a melhor maneira para identificá-las desde o momento em que os primeiros sintomas aparecem.

Frieiras: o que são


Tratam-se de lesões da pele que aparecem devido a uma ação física do frio sobre os vasos sanguíneos superficiais. São mais frequentes na época de inverno e nas zonas de altitudes mais elevadas.

Para que consiga compreender melhor, a pele tem na sua superfície vários vasos sanguíneos pelos quais o sangue circula permanentemente. Desta forma, permite-se então uma adaptação à temperatura ambiente.

Tendo em conta que existem pessoas mais sensíveis do que outras e que a contração dos vasos pelo frio é fisiológica, as pessoas mais sensíveis às temperaturas mais baixas irão contrair mais os vasos sanguíneos. Esta ação impede que o sangue circule até às extremidades do corpo. O que acontece nestes casos é que a pele dessas zonas do corpo, não aquece e surgem, então, os primeiros sintomas das frieiras.

As frieiras podem-se manifestar em qualquer idade, sendo que poderão surgir com graus de intensidade diferentes e de forma recorrente.

Sintomas das frieiras

As frieiras são incómodas e caracterizam-se pela manifestação de sintomas bastante desconfortáveis, nomeadamente:

  • Fissuras;
  • Bolhas;
  • Dor;
  • Pele fria e vermelha;
  • Pele dormente e dura;
  • Pele branca ou pálida, por vezes pode até mesmo apresentar um tom azulado;
  • Prurido;
  • Inchaço.

Quais são as zonas mais afetadas pelas frieiras?

As zonas mais afetadas pelas frieiras são, normalmente, as extremidades do corpo como as mãos, o nariz, as orelhas e os pés, pois são que estão mais expostas ao frio e que tentamos sempre aquecer.

Os 5 cremes de mãos mais completos para usar durante todo o ano >>

As frieiras podem também surgir noutras partes do corpo, no entanto com menos frequência.

Se pratica uma atividade física ao ar livre, deve manter estas zonas sempre bem aquecidas. Uma boa dica é o uso de luvas próprias para cada atividade. Desta forma, estará a prevenir o aparecimento de frieiras.

5 dicas para acabar com as mãos frias >>

Como prevenir as frieiras

Se pensar que a pele funciona como uma barreira protetora contra as diversas agressões exteriores, então, perceberá que são necessários alguns cuidados especiais. Tenha em atenção:

  • Hidrate a pele diariamente: falamos de todas as zonas do seu corpo sem desculpas. É extremamente importante que cuide da sua pele e a hidratação tem um papel fundamental na prevenção do aparecimento de frieiras;
  • Proteja bem as zonas mais desprotegidas do seu corpo durante o inverno: a utilização de luvas, por exemplo, pode ajudar e bastante;
  • Não se exponha demasiado ao frio: sabemos que nem sempre é fácil, mas deve limitar o tempo que está exposto ao frio, ao vento e à humidade;
  • Opte por calçado e roupas largas: não deve utilizar roupas apertadas ou sapatos desconfortáveis. Desta forma irá permitir uma boa circulação do sangue no seu corpo;
  • Pratique atividade física: a caminhada também conta! Não tem necessariamente de ir ao ginásio ou praticar algum desporto;
  • Faça uma alimentação saudável e beba muita água: se fizer uma alimentação saudável e evitar os açúcares, irá estar protegido contra a inflamação, por exemplo.

Como tratar as frieiras

Se suspeita que pode ter frieiras depois de ler este artigo, deve conversar com o seu médico para que tenha a certeza do problema. De outra forma, pode estar a recorrer a um tratamento que pode não ser o ideal para si.

Além de todas as medidas preventivas, o tratamento das frieiras pode incluir a toma de medicamentos com ação vasodilatadora. Esta medida só pode ser aplicada pelo médico e com receita médica, e é aplicada em casos mais graves de frieiras, quando os cuidados básicos diários não estão a fazer qualquer efeito na redução dos sintomas.

Para que não lhe restem dúvidas sobre esta temática, saiba que deve consultar o médico quando:

  • A pele começar a ficar pálida ou esbranquiçada e com a presença de bolhas;
  • Se os sintomas como a vermelhidão e a dor se agravarem;
  • Se surgirem novos sintomas além dos que já tinha anteriormente;
  • Se tiver febre;
  • Se sentir dor intensa ou dificuldade na mobilidade da zona afetada.

Como pode ver não existe nenhum tratamento específico para as frieiras. Dependendo de cada caso e da gravidade, podem ser aplicadas diferentes medidas para tratar esta maleita.

Veja também:

Catarina Milheiro Catarina Milheiro

Finalista da licenciatura em Gestão de Marketing, entende a partilha de informação através da escrita, como uma forma nobre da comunicação.