Publicidade:

Top 10 das moedas mais valiosas do mundo

Se pensa que as moedas mais valiosas do mundo são o dólar ou o euro, engana-se. Conheça as 10 moedas mais fortes.

Top 10 das moedas mais valiosas do mundo
Dinares dos países do Golfo Pérsico e libra esterlina estão no topo da lista

Quando pensamos nas moedas mais valiosas do mundo rapidamente assumimos que são o dólar americano e o euro. Apesar de serem, efetivamente, das moedas mais usadas e seguras a nível mundial não são, necessariamente, as que valem mais dinheiro.

O valor das moedas muda todos os dias consoante a situação dos mercados e o contexto internacional. O preço a que compramos o dinheiro depende de vários fatores, como: oferta e procura, situação política e económica do país emissor, transações comerciais, entre outros.

Das 180 moedas reconhecidas pelas Nações Unidas, listamos as 10 que são mais valiosas. No topo da lista surgem moedas provenientes do Médio Oriente, mais concretamente do Golfo Pérsico, de países exportadores de petróleo e gás.

As 10 moedas mais valiosas


Sendo a moeda mais utilizada no mundo, o dólar americano é, consensualmente, usado como valor referência para calcular o preço das outras moedas. Consultando os mais recentes valores das taxas de câmbio, as 10 moedas mais valiosas do mundo são as seguintes.

1. Dinar do Kuwait

moedas mais valiosas

Embora seja um país pequeno, com apenas cerca de 4 milhões de habitantes, o Kuwait é extremamente rico. As suas grandes reservas de petróleo fazem com que a o dinar kuwaitiano seja das moedas mais valiosas do mundo ao valer, por norma, mais do que 3 dólares.

2. Dinar do Barém (Bahrein)

Na mesma lógica, o dinar do Barém é a segunda moeda mais valiosa a custar 2,65 dólares em média. Um preço que se mantém praticamente inalterado há mais de uma década.

3. Rial de Omã

moedas mais valiosas

O vizinho Sultanato de Omã, onde os portugueses deixaram a sua marca em séculos passados, também tem uma moeda forte. O país é um grande exportador de gás e petróleo, o que torna a moeda omanita uma das mais valiosas.

4. Dinar da Jordânia

Não tendo uma economia efervescente ou grandes recursos naturais, pode parecer estranho estar tão bem cotado. No entanto, o dinar da Jordânia está vinculado ao dólar americano o que, por si só, pode explicar que o seu valor se mantenha, normalmente, alto e estável.

5. Libra esterlina

moedas mais valiosas

A meio da tabela está a libra esterlina usada na Grã-Bretanha, que optou por manter a sua moeda aquando do lançamento do euro pela União Europeia. A libra esterlina é a mais antiga moeda em circulação e uma das moedas mais valiosas do mundo.

6. Euro

A moeda oficial da zona euro entrou em circulação apenas em 2002, mas é das moedas mais usadas e seguras do mundo. O facto de pertencer a uma das mais fortes economias mundiais faz com que seja das mais valiosas. O euro é a segunda maior moeda de reserva e a segunda mais transacionada do mundo, a seguir ao dólar dos Estados Unidos.

7. Dólar das Ilhas Caimão

moedas mais valiosas

As Ilhas Caimão, território ultramarino britânico a sul de Cuba, é um paraíso fiscal. O arquipélago das Caraíbas é, por isso, muito procurado para fazer investimentos e pôr dinheiro no banco sem pagar impostos, o que torna a sua moeda valiosa.

8. Dólar dos Estados Unidos

Os Estados Unidos são a maior economia mundial e detêm a maior reserva de moedas do mundo. A sua moeda, o dólar, é aceite em praticamente todos os países (exceto naqueles em que há embargo) daí ter muita importância. Ainda assim, fatores políticos e de crescimento económico diminuem o seu “preço”.

9. Franco Suíço

moedas mais valiosas

Esta moeda é usada na Suíça e no principado do Liechtenstein. A economia suíça é bastante estável e os bancos funcionam com regras de grande sigilo, o que levou muita gente a transferir o seu dinheiro para a Suíça durante a crise económica europeia. O franco suíço é considerado um valor-refúgio.

10. Dólar Australiano

O dólar australiano é a moeda oficial da comunidade australiana, que inclui a Austrália e outros territórios como a Ilha de Norfolk e arquipélagos no Pacífico. É a oitava moeda mais usada em transações comerciais em todo o mundo. O facto de a Austrália ser próxima dos mercados asiáticos também contribui para a valorização da sua moeda.

Outras moedas fortes


O valor cambial é apenas um dos critérios, e sempre volátil, para se definir a importância de uma moeda. Ainda que não constem neste ranking, muitas moedas são fortes e de extrema importância, uma vez que os países que as produzem são os grandes catalisadores da economia mundial.

Exemplo disso é o Japão, uma das maiores potências económicas globais, fazendo parte dos G20 (grupo dos países mais ricos do mundo). O Japão é dos maiores exportadores do mundo, sobretudo de produtos eletrónicos, e tem a segunda maior Bolsa de Valores, na capital Tóquio. Não é à toa que o Iene (Yen) japonês é uma moeda muito forte no panorama mundial.

Sendo considerada a “fábrica do mundo”, a China e a sua moeda Yuan Renminbi são de extrema importância. A moeda chinesa tem valorizado bastante, muito devido às fortes medidas de política monetária introduzidas pelo Banco Popular da China. Alguns especialistas acreditam mesmo que o Yuan poderá vir a ser, no futuro, a moeda mais forte a nível internacional.

Veja também:

Alexandra Nunes Alexandra Nunes

Alexandra Nunes é jornalista com experiência em imprensa e rádio. Depois de quase uma década a trabalhar na Rádio TSF partiu rumo ao Médio Oriente. A sede de conhecer novos mundos levou-a até ao Dubai, onde vive atualmente. Por lá, tem-se dedicado a explorar novas áreas da Comunicação e escreveu a biografia “Uma Mulher no Topo do Mundo” sobre a primeira portuguesa a chegar ao topo do Monte Evereste. É apaixonada por viagens, pessoas e as suas estórias.