Publicidade:

5 sítios para comer papas de sarrabulho no Porto (e uma receita)

É apreciador deste prato oriundo da região do Minho? Apresentamos aqui 5 sítios para comer Papas de Sarrabulho no Porto. Delicie-se.

5 sítios para comer papas de sarrabulho no Porto (e uma receita)
Uma especialidade que conquistou as ementas portuenses

Prato típico da culinária lusitana e da gastronomia minhota, o Sarrabulho tem as suas raízes em Ponte de Lima, onde, tendo surgido não só nas cozinhas rurais como também nas mais requintadas, faz parte agora do receituário familiar e de vários restaurantes da região.

Quando apresentado em papas, o Sarrabulho tem um aspecto que alguns dirão ser pouco convidativo e um sabor que satisfaz o paladar de muitos. A sua confecção segue-se, tradicionalmente, à matança do porco e inclui, como ingredientes-chave, a carne e o sangue do animal, galinha, enchidos, fressuras e condimentos vários (como cominhos e cravinho da Índia).

Mais apelativo no Inverno, é um prato certamente pesado mas que aquece corpo e alma e leva muitos a sentarem-se à mesa para um almoço não apressado de Domingo. E porque os sabores de uma região se estendem hoje ao país inteiro, sugerimos-lhe aqui 5 sítios para comer Papas de Sarrabulho no Porto, quem sabe acompanhadas por rojões.

Prepare o estômago e delicie os sentidos com fartura.

5 restaurantes na Invicta para umas belas com Papas de Sarrabulho


sarrabulho

1. Casa Ferreira

Tipicamente portuense, a Casa Ferreira é um restaurante no coração da Invicta onde os pratos são confeccionados com tradição e ingredientes frescos e de qualidade. Aqui, as Papas de Sarrabulho são servidas há já mais de quatro décadas, com cominhos e uma pitada de pimenta, sendo, por isso, um espaço de referência na cidade para quem procura o pitéu minhoto.

Endereço: Rua do Breiner, 248

2. Casa Guedes

É verdade que as filas à porta da Casa Guedes se devem, em grande parte, à (merecida) fama das suas sandes de pernil, com ou sem queijo da serra. Porém, neste restaurante, onde se reúnem jovens e graúdos, há também espaço nas mesas para uma tigela de Papas de Sarrabulho, com tudo a que tem direito – frango, chouriço e miúdos de porco.

Endereço: Praça dos Poveiros, 130

3. Taxca

Na Taxca, espaço de decoração despretensiosa onde a cozinha portuguesa é celebrada diariamente com petiscos típicos e canecas de Espadal, são as sandes de presunto que mais fregueses atraem ao balcão comprido. Uma coisa é certa, no entanto: haverá poucos lugares melhores e com mais alma do que este para comer as populares papas oriundas do Minho.

Endereço: Rua da Picaria, 26

4. O Buraquinho

Na Praça dos Poveiros, junto ao Jardim de S. Lázaro, este Buraquinho é uma taberna aberta em 1927 e recentemente remodelada, sem perder o que a torna única e genuína. Aqui, no menu ganham destaque pratos típicos como rojões, bucho, orelheira e tripas, sendo que o que não falta nunca nesta casa são as Papas de Sarrabulho, que popularizaram o espaço.

Endereço: Praça dos Poveiros, 33

5. Conga

Fundada em 1976, a Conga é uma casa famosa pelas suas bifanas onde, na ementa, não faltam também Francesinhas, Tripas à moda do Porto e, claro, Papas de Sarrabulho (pelo preço simpático de 1,60€). O espaço é moderno e acolhedor e as porções, garantidamente, generosas.

Endereço: Rua do Bonjardim, 314

Uma receita para se aventurar na confecção das papas


Ingredientes:

  • 250 g de fígado de porco ;
  • 250 g de bofes de porco ;
  • 250 g de goelas de porco ;
  • 250 g de coração de porco ;
  • 1 osso da suã de porco, muito curado ;
  • 250 g de galinha gorda ;
  • 250 g de carne de vaca ;
  • 250 g de sangue de porco cozido ;
  • 2 tigelas de farinha de milho peneirada (cerca de 250 g) ;
  • sal e cominhos

Modo de preparação:

Põe-se uma panela com água ao lume e quando ferver juntam-se as carnes, temperam-se com sal e deixam-se cozer até a galinha se desfazer. Depois de cozidas, retiram-se as carnes e junta-se ao caldo a farinha para fazer uma papa não muito espessa, o sangue e um pouco de fígado cozido e esmagados à mão, as carnes previamente desfiadas e um pouco de cominhos. Mistura-se tudo e deixa-se cozer.
Servem-se as papas em tigelas, polvilhadas com mais cominhos. As quantidades de farinha e das carnes são facultativas, mas é imprescindível, para umas boas papas de sarrabulho, que levem todos estes ingredientes.

Veja também: