Sustentabilidade na concessão de crédito: Poupar o futuro

Se está determinado em investir numa casa mais eficiente ou num automóvel amigo do ambiente, a Caixa pode ter a resposta que pretende. Trata-se de promover a criação de valor através da sustentabilidade na concessão de crédito.

Sustentabilidade na concessão de crédito: Poupar o futuro
Soluções de financiamento à sua medida

Cada vez mais preocupados com a sustentabilidade do ambiente, temos vindo a adotar um conjunto de práticas eco-responsáveis na esperança de estarmos a contribuir para uma efetiva redução da nossa pegada ecológica.

Além das mudanças que temos vindo a introduzir na nossa rotina diária – separação de resíduos, redução do consumo de determinados alimentos e do consumo de água e eletricidade, por exemplo -, podemos sempre fazer mais.

Tem pensado em tornar a sua casa mais eficiente no que toca ao consumo de energia? Está a pensar comprar um carro mais amigo do ambiente? Estas soluções podem, eventualmente exigir um maior investimento da sua parte, mas a curto, médio e longo prazo garantem não só a redução da sua pegada ecológica, mas também uma poupança considerável.

É justamente para responder a estas exigências que a Caixa Geral de Depósitos (CGD) desenvolveu uma oferta específica de Crédito Sustentável – verdadeiramente capaz de ir ao encontro de soluções mais amigas do ambiente, quer na área da habitação quer na área da mobilidade. Trata-se de soluções de financiamento que acabam por compensar, uma vez que são praticadas com spreads mais baixos e que podem também incluir bonificações de taxa adicionais.

Quando falamos em sustentabilidade ambiental, referimo-nos à capacidade de conseguir conciliar objetivos de desenvolvimento económico, social e ambiental – respeitando o equilibro de todas estas valências como um todo integrado e orgânico.

Em linha com a sua estratégia de sustentabilidade, a CGD é um exemplo da consistência no modo como este tema deve ser encarado. Esta coerência entre missão, objetivos de negócio, estratégia de sustentabilidade, as boas práticas internas, posicionamento externo e proposta de valor para o mercado e clientes, conduziu à oferta de soluções para um futuro sustentável que pode conhecer melhor aqui.

Soluções à medida do Ambiente para salvaguardar o futuro


sustentabilidade na concessao de credito

Atendendo ao impacte significativo no orçamento disponível de pessoas e famílias, a habitação é também um dos seus principais focos de atenção. Isto acontece quer na perspetiva da valorização e reconversão para uma maior eficiência energética, quer do desempenho ambiental e consumo de energias renováveis.

A Caixa tem por isso soluções pensadas à medida destas necessidades de mercado, associando a soluções de crédito sustentável vantagens significativas do ponto de vista do preço do crédito, nomeadamente através de taxas mais competitivas e bonificações que impactam no valor das prestações mensais. Falamos do Crédito Habitação Caixa Casa Eficiente (TAEG de 3,1% a 2,6% ) mas também do Crédito Pessoal Caixa Casa Eficiente (TAEG será de 4,3%*), ambos com estreita ligação ao Programa Casa Eficiente 2020.

1. O Crédito Habitação Caixa Casa Eficiente (TAEG de 3,1% a 2,6% )

O Crédito Habitação Caixa Casa Eficiente oferece condições especiais de financiamento sustentável (até 150.000€), com garantia hipotecária, para projetos ou obras na sua habitação que promovam a melhoria da eficiência energética, a utilização de energias renováveis, o aumento da eficiência hídrica e a gestão de resíduos urbanos.

Tem como principal finalidade o financiamento de despesas em habitação própria permanente, secundária ou para arrendamento, para levar a cabo as seguintes intervenções:

  • Projetos, certificações, auditorias, estudos e atividades preparatórias, licenciamentos e relação com as intervenções;
  • Trabalhos de construção civil e outros trabalhos de engenharia;
  • Outros trabalhos conexos da operação nomeadamente fiscalização, assistência técnica e gestão de projeto;
  • Aquisição de equipamento;
  • Outras despesas necessárias à execução da operação, desde que sejam especificamente discriminadas e justificadas.

Para aceder a esta solução de financiamento, há que preparar uma candidatura com recurso prévio ao Portal Casa Eficiente 2020, onde deve registar a sua candidatura antes ainda de formalizar o pedido de crédito numa Agência da Caixa.

Nessa altura, há que estar já na posse da Declaração Casa Eficiente 2020; assim como orçamento da intervenção; entre outros documentos que deve apurar aqui.

Esta solução de financiamento disponibiliza um montante mínimo de 2.500€ e um máximo de 150.000€, com um prazo de pagamento até 20 anos, TAEG de 3,1% a 2,6% (esta última mediante a detenção de cartão de débito e de cartão de crédito, com utilização nos últimos 3 meses; Caixadirecta; domiciliação de rendimentos e Seguro de Vida e Multirriscos da “Fidelidade – Companhia de Seguros, S. A.”), calculada a agosto de 2019. Isto, tendo por base o exemplo de um empréstimo para consumidor com 30 anos e financiamento de 40.000,00€, com hipoteca e avaliação de 117.000,00€, onde se contempla uma redução de spread de 0,25 p.p

2. Crédito Pessoal Caixa Casa Eficiente (TAEG de 4,3%*)

Com limites de crédito máximo também significativos (75 000€), o Crédito Pessoal Casa Eficiente visa os mesmos objetivos de financiamento sustentável para melhorar o desempenho ambiental, tanto na gestão energética como na gestão dos resíduos.

Trata-se de uma opção alternativa ou complementar ao financiamento, sem garantia hipotecária, para promover uma maior eficiência ambiental das nossas casas.

Disponibiliza um montante mínimo de 2.500€ e um máximo de 75.000€, sendo que oferece um prazo de pagamento até 120 meses. Além disso, e à imagem da solução anterior, oferece um benefício de redução BEI de 0,25 pp no spread.

Se o crédito for destinado a investir em energias renováveis*, a TAEG será de 4,3% – exemplo para um crédito de 7.500€, com base numa TAN de 1,860% (Euribor 12M de -0,283%, em julho 2019 + 2,050%, e inclui redução Caixa Casa Eficiente de 0,250%), com prazo de reembolso de 60 meses. Exemplo para cliente com domiciliação de rendimentos, serviço Caixadirecta, cartão de débito e cartão de crédito, com utilização nos últimos 3 meses, para operação com finalidade energias renováveis. Prestação mensal de 130,70€, com montante total imputado ao consumidor de 8.287,06€. Inclui comissões iniciais de 90,00€, comissão mensal de 1,80€ e Imposto do Selo sobre a utilização do Crédito, sobre os juros e sobre as comissões.

Para aceder às soluções Caixa Casa Eficiente, tanto na versão de Crédito Hipotecário ou na versão de Crédito Pessoal, há que aceder ao Portal Casa Eficiente 2020 e, na posse da documentação necessária, recorrer a uma agência da Caixa para formalizar o crédito.

3. Crédito para compra de carro amigo do Ambiente (TAEG 8,0% ou de 8,3%, consoante condições)

No âmbito das preocupações de mobilidade, hoje bastante afetadas pelo forte impacte das alterações climáticas e a obrigar a uma busca permanente por combustíveis alternativos aos fósseis, urgem as medidas de compensação.

A procura por veículos híbridos ou totalmente elétricos funcionam como a alternativa mais imediata mas, mesmo assim, ainda fora do alcance da generalidade das pessoas. Foi neste contexto, que a Caixa lançou o Crédito Auto Amigo do Ambiente (TAEG 8,0% ou de 8,3%, consoante condições).

Uma solução de crédito vocacionada para a aquisição de veículo híbrido ou elétrico (novo ou usado, ligeiro de passageiros ou misto, sem reserva de propriedade), com acesso a condições de financiamento especiais.

Com a disponibilidade de montantes entre um mínimo de 5.000€ e um máximo de 75.000€, oferece um prazo de pagamento até 120 meses.

Pode optar por um financiamento com taxa fixa (TAEG de 8,3%), aplicada a exemplo de crédito de 30.000€, com base numa TAN de 5,750% (Taxa Base Fixa a 5 anos: (0,000% em agosto 2019) + 5,750%), com prazo de reembolso de 60 meses. Inclui seguro de vida para cliente com 25 anos de idade e com serviço Caixadirecta, cartão de débito e cartão de crédito, com utilização nos últimos 3 meses, para financiamento de automóvel novo “Amigo do ambiente”. Prestação mensal de 576,50€ e montante total imputado ao consumidor de 36.219,03€ (inclui comissões iniciais de 350,00€, comissão mensal de 2,85€ e Imposto do Selo sobre a utilização do Crédito, sobre os juros e sobre as comissões).

Pode ainda optar pela taxa indexada, com TAEG 8,0% exemplo para um crédito de 30.000€, com base numa TAN de 5,467% (Euribor 12M: (-0,283% em julho 2019) + 5,750%), com prazo de reembolso de 60 meses. Prestação mensal de 572,58€ para montante total imputado ao consumidor de 35.974,06€ (inclui comissões idênticas às aplicadas à taxa fixa).

Veja também: