Publicidade:

É seguro tomar medicamentos fora do prazo?

Existem opiniões diferentes em relação a este tema. Uns dizem que não há problema em tomar medicamentos fora do prazo, enquanto outros discordam totalmente.

É seguro tomar medicamentos fora do prazo?
Saiba o que diz o Infarmed sobre a toma de medicamentos fora do prazo

 Será seguro tomar medicamentos fora do prazo? É importante que esteja atento para a informação que temos para lhe dar.

São muitas as caixas de medicamentos que guardamos e acumulamos no armário lá de casa. Contudo, nem sempre nos apercebemos dos prazos de validade e quando realmente precisamos de tomar algum tipo de fármaco deparamo-nos com medicamentos fora do prazo. É aí que surgem as dúvidas.

Para que os medicamentos que tem em casa não ultrapassem o prazo de validade, tente controlar periodicamente a data de validade na cartonagem ou no frasco do medicamento.

Tomar medicamentos fora do prazo: é seguro?


tomar medicamentos fora do prazo

Antes de mais é essencial perceber como é determinada a data de validade dos medicamentos.

Cada fármaco tem uma formulação única, compostos por ingredientes ativos e inativos com o objetivo de tratarem doenças específicas. Por esse mesmo motivo, a partir do momento em que o medicamento é concebido e desenvolvido, cada fabricante vai determinar o período de tempo que esse medicamento vai ter sem que se deteriore.

A data que o fabricante pode garantir ao consumidor a segurança e a plena eficácia do medicamento, corresponde então à data de expiração do produto.

Como sabemos, quanto maior for a eficácia do medicamento melhores vão ser os resultados que vai conseguir obter. Contudo, se tomar medicamentos fora do prazo essa eficácia pode não acontecer ou ser muito reduzida. O que pode acontecer nestes casos, é o facto de o medicamento não conseguir tratar adequadamente o problema de saúde.

Quando os medicamentos ultrapassam o prazo de validade pode significar um perigo para a sua saúde e bem-estar. Isto deve-se às alterações que se podem dar nos seus compostos químicos e físicos, como por exemplo alguns medicamentos que mudam de cor quando ultrapassam o tempo de validade ou até mesmo quando se desfazem quando pegamos neles.

De acordo com o Infarmed, nunca deve tomar medicamentos fora do prazo.
 Existem medicamentos como as gotas para os olhos ou até mesmo xaropes, que têm um prazo de conservação depois de abertos. O que significa que, a partir do momento em que os abre, deve ter em conta a informação que está na respetiva caixa do medicamento bem como o folheto informativo. Lá vai encontrar não só o prazo de validade, como também o tempo de conservação depois do fármaco ser aberto (que geralmente, são dois prazos diferentes).

Para além disso, o Infarmed recomenda que entregue estes medicamentos fora do prazo numa farmácia perto de si, para que possa contribuir para um ambiente melhor e para a segurança da sua família.

Quais são os riscos de tomar medicamentos fora do prazo?


Como já explicamos anteriormente, não existem garantias de que a medicação seja eficaz e segura. Por isso já sabe, não deve nunca tomar medicamentos fora do prazo. No entanto, pode acontecer e só reparar depois de ter tomado o medicamento. Se isso acontecer, pode deparar-se com dois tipos de situações diferentes:

1. O medicamento não irá fazer qualquer tipo de efeito, na melhor das hipóteses. Claro está, tendo sempre atenção para que tipo de fim ele está a ser utilizado. No caso de ser um medicamento para o coração, controlo da pressão arterial ou até mesmo para controlar infeções, é importante que esteja bem atento ao prazo de validade, pois quando ultrapassado e tomados nestas condições, os medicamentos podem fazer toda a diferença entre a vida ou a morte.

2. Pode provocar efeitos secundários, para além de não fazer qualquer efeito. Isto é, dependendo da deterioração do comprimido e do seu princípio ativo, o medicamento pode causar algum tipo de intoxicação.

10 perguntas e respostas sobre antibióticos >>

Quais são então as boas práticas em relação à toma de medicamentos?


tomar medicamentos fora do prazo

Os medicamentos servem para melhorar a qualidade de vida e para prevenir e tratar doenças, e por este motivo fazem parte da vida de muitos de nós.

É comum termos em casa um armário ou até mesmo uma caixa onde colocamos todos os medicamentos para que quando forem necessários, estejam prontos a serem utilizados. No entanto, muitos de nós não fazem a monitorização do prazo de validade dos medicamentos.

É extremamente importante que tenha cuidado e que faça esta revisão periódica dos fármacos que tem na sua posse, para que não seja possível por engano ou descuido, tomar algum fora do prazo de validade.

Saiba como funciona a recolha de medicamentos nas farmácias >>

Tomar medicamentos fora do prazo é algo que depende de si, sendo uma situação totalmente controlável desde que esteja atento. No entanto, existem algumas boas práticas em relação aos medicamentos:

  • Guarde os medicamentos nas respetivas caixas e num local que não esteja exposto a mudanças de temperatura. Se costuma guardar os medicamentos na cozinha ou na casa de banho, saiba que estes não são os sítios ideais para os conservar. Tal facto deve-se ao calor e à humidade que permanece nestas duas divisões, e que pode alterar ou reduzir a vida útil dos medicamentos que tem armazenados;
  • Mantenha sempre os medicamentos afastados das crianças;
  • Seja responsável e nunca faça uma utilização excessiva de medicamentos;
  • Utilize os medicamentos segundo as indicações que o médico ou o farmacêutico que lhe derem;
  • Verifique sempre os prazos de validade de cada um dos medicamentos;
  • Cumpra sempre o tratamento que lhe foi prescrito;
  • Entregue numa farmácia os medicamentos fora do prazo;
  • Nunca guarde os medicamentos que não precisa;
  • Nunca tente receitar um colega ou familiar sem indicação do médico – lembre-se que cada pessoa tem características diferentes da outra e que os medicamentos adequados para um, podem não ser os mesmos para o outro.
Veja também:

Catarina Milheiro Catarina Milheiro

Finalista da licenciatura em Gestão de Marketing, entende a partilha de informação através da escrita, como uma forma nobre da comunicação.