Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
19 Ago, 2020 - 18:05

9 passos para fazer a sua candidatura ao ensino superior em 2020

Catarina Milheiro

A escolha do curso é uma das decisões mais importantes da sua vida profissional. Saiba como fazer a sua candidatura ao ensino superior.

candidatura ao ensino superior

Está nos seus planos fazer uma candidatura ao ensino superior? Queremos ajudá-lo para que este processo se descomplique e possa ficar mais relaxado.

Tendo em consideração todas as alterações provocadas pela COVID-19, elaboramos uma lista com todos os passos que deve ter em conta no momento em que irá fazer a sua candidatura online às instituições de ensino públicas.

É importante ainda relembrar que, para concorrer às instituições de ensino superior privadas deverá dirigir-se diretamente à própria instituição.

Fique connosco e acompanhe o passo a passo para fazer a sua candidatura ao ensino superior em 2020.

Candidatura ao Ensino Superior: Passo a passo

estudantes do ensino superior num auditório
1

Informe-se

Toda a informação de que necessita acerca do Ensino Superior está no website da DGES – Direção Geral do Ensino Superior. Aqui, encontra uma lista exaustiva dos cursos existentes em Portugal, das faculdades em que são lecionados, das médias de acesso, das provas de ingresso, entre outras informações imprescindíveis para planear a sua candidatura a uma Universidade ou a um Instituto Politécnico públicos.

Se vai fazer a candidatura ao ensino superior, saiba que a primeira coisa que vai precisar de ter consigo é a Ficha ENES (que deverá ter pedido na sua escola).

Para além disto, antes de começar, certifique-se que tem também a sua senha de acesso ao portal de candidatura online (que deverá já ter pedido e recebido no email) e que servirá para iniciar sessão no portal, bem como, o número do cartão de cidadão.

2

Faça o pedido da sua senha de acesso ao portal de candidatura online

Tendo em consideração que a candidatura ao ensino superior tem obrigatoriamente de ser feita online e que sem a senha, não é possível fazê-la, explicamos todos os passos.

É importante relembrar que este pedido deve ser feito antes de fazer a sua candidatura, para que a senha possa ser enviada para o seu email. É totalmente gratuito e pode ser realizado dentro do período que for fixado para pedir as senhas no ano em que se candidata.

Por norma, as senhas para cada ano podem ser pedidas a partir de fevereiro ou março e até ao final do período de candidatura à 3.ª fase do concurso nacional.

O pedido de atribuição de senha é feito através do site da DGES e é composto por alguns passos. Tome nota:

  • Aceda ao site da DGES, ao Pedido de atribuição de Senha;
  • Seguidamente, clique em “passo seguinte” e preencha a sua identificação, o endereço de email para onde quer receber a senha e ainda a indicação da escola onde irá certificar este pedido;
  • Clique em “submeter” e irá receber uma mensagem de confirmação no endereço de email que indicou;
  • Depois, clique no link que receber nesse email, para que possa confirmar o pedido. A confirmação gera um recibo do pedido da senha;
  • Deverá imprimir o recibo do pedido e entregar no local que indicou no pedido – escola secundária ou gabinete de acesso superior. Para certificar o seu pedido e receber a sua senha, tem de entregar este recibo;
  • Assim que o pedido estiver certificado, recebe automaticamente a senha no seu email.
  • Se depois de fazer o seu pedido, não receber as respetivas instruções de confirmação, aceda a “Consultar Estado do Pedido”.

Para além disto, o pedido da senha também pode ser feito:

  • Quando fizer a inscrição nos exames finais nacionais na sua escola secundária (geralmente entre fevereiro e março);
  • A partir de maio em qualquer Gabinete de Acesso ao Ensino Superior.
3

Preencha corretamente os campos com as notas do secundário

Para iniciar o preenchimento da sua candidatura online, irá precisar de se sustentar na sua Ficha ENES, copiando com bastante rigor e cuidado, aquilo que lhe vai sendo pedido. Falamos de classificações, códigos e datas, por exemplo.

Se por algum motivo não preencher os campos de forma correta, não se preocupe: a plataforma não o deixará avançar para o passo seguinte.

4

Exames realizados

Este passo é, talvez, o mais simples! Basta que verifique os exames que fez e as respetivas notas deverão aparecer à frente.

Por isso, se não se recorda de alguma classificação de um exame específico, não se preocupe. À partida, neste campo de preenchimento já estarão todos os seus exames e notas obtidas.

5

Informações de contacto

Mais um passo muito fácil. Apenas terá de colocar as suas informações de contacto atualizadas. Lembre-se de rever todos os contactos para que, se por algum motivo for necessário, consigam entrar em contacto consigo de forma imediata.

No “Índice de Cursos” da DGES, encontra todos os dados relativos às formações superiores ao dispor em Portugal.

6

Opções de candidatura

Nas “Opções de candidatura” irão pedir-lhe para indicar um Gabinete de Acesso ao Ensino Superior. Aqui, deverá indicar sempre aquele que se encontra mais perto da sua área de residência. No entanto, no caso de estar a fazer a sua candidatura num desses gabinetes, deverá indicá-lo neste campo de preenchimento.

Outro aspeto importante ainda neste passo, é o facto de, se estiver a pensar em candidatar-se à bolsa de estudo social, deve indicar neste campo. Trata-se apenas de uma pré-inscrição e no final da candidatura irá receber um código de candidatura à bolsa e outras informações no seu email.

Depois disto, verá a secção dos contingentes. Aqui deve indicar o contingente pelo qual se candidata, isto é, Geral, Açores ou Madeira. No caso de se candidatar pelo contingente especial para militares ou ao abrigo do contingente especial de portador de deficiência física/sensorial, assim que estiver concluída a candidatura, deverá comparecer num dos Gabinetes de Acesso ao Ensino Superior para que possa entregar um comprovativo da sua situação.

Se pretender fazer a sua candidatura com preferência regional, deverá ainda indicar neste campo de preenchimento, o código de preferência regional que solicitou quando pediu a Ficha ENES (na escola secundária).

Mas tenha atenção! No momento em que selecionar as suas opções para usufruir da preferência regional, deve escolher logo nos primeiros lugares todas as suas opções na instituição da sua área de residência.

7

Opções de pares Cursos/Instituições

Da lista com os passos para fazer a candidatura ao ensino superior, este é talvez o passo que gera mais ansiedade entre os estudantes. Respire fundo e reflita sobre o estudo prévio que fez anteriormente em relação à escolha do curso e respetiva universidade.

Neste campo, deve indicar as suas opções de pares curso/instituição, sendo que pode escolher até 6 opções (esta é uma forma de aumentar as suas probabilidades de colocação, não se esqueça).

É importante ainda relembrar que, nestas 6 opções pode optar por cursos diferentes na mesma instituição e cursos com o mesmo nome; a escolha é sua. Para além disto, escolha sempre as suas opções por ordem de preferência tendo em consideração que só irá ficar colocado numa delas.

Mas então, qual é o fator de escolha entre as opções? É a nota de candidatura a essa opção em específico. Ou seja, quando escolhe as suas opões irá aparecer à frente de cada uma delas, a respetiva nota de candidatura.

No caso de não aparecer a nota, mas sim uma mensagem a vermelho, é sinal que não reúne as condições de acesso a esse curso e, por esse mesmo motivo, a candidatura a essa opção não será considerada.

Assim, se aparecer este sinal deverá apagar a sua opção e inserir uma outra válida.

8

Pré-requisitos

Agora que já preencheu as opções de pares curso/instituição, pode respirar fundo! O próximo passo indica a existência de pré-requisitos obrigatórios à sua candidatura em alguma das opções que escolheu.

Para que tenha uma noção, existem 2 tipos de pré-requisitos:

  • Os pré-requisitos de pré-matrícula, provas de aptidão física ou artística (que já deverá ter realizado na instituição para a qual se candidata). Neste caso, coloque a senha de comprovação da ficha de pré-requisitos que lhe foi fornecida pela instituição;
  • Os pré-requisitos de matrícula, que terá apenas que entregar no momento da matrícula, no caso de ser colocado nesta opção.
9

Confirmação, Avisos e Conclusão

Depois de concluir todos estes passos, está na hora de confirmar rigorosamente todas as informações da sua candidatura. Lembre-se que um erro pode fazer toda a diferença.

E para se certificar que está mesmo tudo correto, antes de terminar a sua candidatura irá aparecer uma mensagem que lhe dirá se está tudo devidamente preenchido ou se existe algum erro. No caso de ter que corrigir algum dado, poderá voltar atrás na candidatura.

A partir do momento em que submete a sua candidatura, deve imprimir o recibo de comprovativo, documento que deve guardar e que comprova as suas opções de candidatura.

Estes são os passos para realizar a sua candidatura ao ensino superior de forma simples e eficaz. No entanto, se ainda tiver alguma dúvida poderá consultar o Guia da Candidatura 2020 da DGES.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].