Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luís Vicente
Luís Vicente
14 Jan, 2020 - 17:04

Planeia viajar? 10 destinos para 2020 que vai querer conhecer

Luís Vicente

Já sabe onde quer ir este ano? Não perca as nossas sugestões. Uma dezena de destinos para 2020, um pouco por todo o mundo, para uma viagem inesquecível.

Os melhores destinos para 2020

É a nossa escolha, a nossa aposta, em destinos para 2020. Seja para uma visita rápida, seja para umas férias retemperadoras, não perca estas sugestões. E, claro está, comece desde já a planear aquela grande viagem que deste ano não passa.

Desde os destinos mais clássicos e intemporais até a redutos inusitados, apresentamos-lhe 10 destinos nos vários pontos do globo, da América do Norte à Oceânia, passando pela América do Sul, Europa, África e Ásia.

A cultura e eventos especiais de 2020 foram os pontos orientadores desta selecção que procura ser o mais versátil possível. Venha daí.

10 destinos para 2020 que deve conhecer

Tóquio

Tóquio capital do Japão

É no país do sol nascente que acontecem os primeiros Jogos Olímpicos [JO] dos anos 20 (deste milénio, naturalmente) e, caso seja fã de desporto eclético, esta é uma excelente razão para visitar Tóquio em 2020.

Com um investimento natural que esta competição requer, toda a cidade está ainda mais eficiente a nível de acessibilidade, transportes públicos e oferta cultural. Por isso, mesmo que não queira ir aos JO, pode sempre aproveitar esta boa oportunidade para conhecer Tóquio em todo o seu esplendor.

Cultura, história e inovação – e desporto – é tudo o que pode encontrar ao visitar a capital japonesa. Visitar o Templo Sensō-ji, a publicidade e luzes de Kabukichō e passear nos deslumbrantes jardins são algumas das actividades que não pode perder no primeiro dos nossos destinos para 2020.

Galway, Irlanda

Galway é um dos destinos para 2020

O cenário do Brexit promete baralhar as contas nas visitas ao Reino Unido, mas uma coisa é certa: para viajar para a Irlanda a partir de Portugal continua tudo na mesma e é um dos destinos para 2020.

E ainda bem, porque Galway, cidade portuária no oeste da Irlanda, foi nomeada Capital Europeia da Cultura em 2020. O que se pode esperar é muita animação nas ruas e cultura dentro e fora de portas. A cidade está a planear – e já a executar – várias projectos do foro cultural, e nada escapa a esta onda cosmopolita: bares, centros de inovação… até as praias.

Desde instalações artísticas elaboradas por David Best, eternizado pelos seus trabalhos no mítico festival Burning Man até a leituras intimistas de Odisseia, de Homero, há de tudo em 2020 em Galway. E se pensa que apenas no verão é que vale a pena visitar, já em Março a cidade recebe Margaret Atwood, a propósito do Dia Internacional da Mulher.

São Francisco, Califórnia

San Francisco na Califórnia

2020 é um ano importante para S. Francisco: é o 150.º aniversário do Parque Golden Gate, nome também do estreito que banha o norte da cidade e da icónica ponte semelhante à 25 de Abril, sobre o Tejo. Mas há mais comemorações; conhecida pelo cariz gay friendly, passam exactamente 50 anos da primeira manifestação Gay Pride (Orgulho Gay) e a cidade ira vestir-se (ou despir-se) a rigor.

O início das celebrações do aniversário do Parque estão agendadas para 4 de abril mas desde Janeiro que S. Francisco se tem preparado para este importante ano. E é ao longo dos 365 dias que a cidade promete um agenda cultural e social muito apelativa, com eventos em cenários como Jardim Botânico de S. Francisco, Japanese Tea Gardens, o Young Museum, e California Academy of Sciences.

Os preços praticados não são os mais interessantes, sendo esta uma das cidades mais caras dos Estados Unidos. Por isso, é aconselhada a reserva antecipada destes destinos para 2020 e uma cuidada planificação de viagem.

Christchurch, Nova Zelândia

Destinos para 2020 na Nova Zelândia

O The New York Times descreve-a como a “um símbolo global de resiliência”, numa alusão ao que os habitantes de Christchurch ultrapassaram depois do atentado terrorista e, há 10 anos, o terramoto de magnitude de 7.1.

Volvidos vários anos, em 2020 a cidade ainda mostra algumas marcas da catástrofe, mas também grandes sinais de desenvolvimento. Um novo centro cultural abriu no ano passado – Maori Cultural Center – e tem-se afirmado como um relevante marco na cidade.

Também o novo Riverside Market vale um bom passeio, permitindo uma submersão na gastronomia e agricultura locais. O Museu de Canterbury, o Jardim Botânico da cidade e uma excursão pela rota do vinho são outras actividades a considerar.

Nairobi, Quénia

Nairobi capital do Quénia

Para quem gostaria de conhecer África, e elegendo um dos destinos para 2020, é um bom ano para o fazer. Isto porque Nairobi, uma das cidades africanas mais interessantes apresenta-se este ano melhor do que nunca.

Com muitas actividades para fazer, as actividades ao ar livre e a cultura são as áreas de maior de intervenção na cidade. E os expoentes máximos de cada uma são o Parque Nacional de Nairobi, o Monte Quénia, o Museu Nacional de Nairobi e o centro cultural Kuona Trust.

No parque pode encontrar mais de 400 espécies de pássaros e vários animais de grande porte, entre os quais rinocerontes-negros, leões, leopardos, chitas, hienas, bufalos e girafas. O Museu de Nairobi é o epicentro cultural do país e o acervo é muito elogiado, sobretudo no que há colecção sobre a evolução do Ser Humano diz respeito; já Kuona Trust é a casa de exposições e instalações de vários artistas.

O Monte Quénia está a cerca de 2 horas da capital, mas há excursões com saída de Nairobi. Um bom sítio para ficar alojado é o Ole Sereni Hotel, com vistas para o Parque Nacional de Nairobi; e, para comer, o Bandas and Grill é recomendado por locais.

Buenos Aires, Argentina

Vista de Buenos Aires

Paris não está contemplada nesta lista mas colocamos ‘Paris da América do Sul’ – ficou assim conhecida Buenos Aires e nas seguintes linhas explicamos porquê. A principal razão, não poderia deixar de ser, prende-se com o ambiente charmoso e a cultura que ecoa no movimentos do corpo ao som do Tango.

Trata-se de uma cidade bastante densa mas ao mesmo tempo extensa. Com muito para oferecer: teatro, espectáculos, dança, galerias de arte… há muito por descobrir nesta cidade que muita gente defende que se tem de visitar pelo menos uma vez nada vida. Os diversificados bairros da cidade apresentam aspectos únicos ao longo do caminho e alguns dos mais emblemáticos são La Boca, San Telmo, Recoleta e Palermo. Daqueles destinos para 2020 inesquecíveis.

Hanoi, Hoi An e Ho Chi Minh City, Vietname

Vista das praias do Vietname

Vietname é cada vez um destino mais conhecido dos Europeus mas uma viagem desta magnitude pede mais do que conhecer uma cidade. Por isso, caso planeie este ano fazer uma viagem do género, mesmo que não saia do país, mostramos-lhe um itinerário onde pode tirar o maior partido do Vietname.

A capital Hanoi é a segunda maior cidade do país e é provável que aterre lá (ou em Ho Chi Minh). A partir daí, deverá tirar uns dias para conhecer a cidade e depois seguir para sul. Antes de partir para destinos de praia, mergulhe na cena gastronómica de Hanoi e viva como um local no mercado de Long Biên. Antes de sair, não perca locais como Temple of Literature, Hanoi Opera House and Hoa Lo Prison.

Hoi An é uma pequena cidade registada como Património Mundial da UNESCO, muito por causa da sua típica arquitectura, datada do século XV. Misture cultura com história com a visita ao The Precious Heritage Museum and Art Gallery e ao icónico hotel Royal Hoi.

Por fim, a cidade Ho Chi Minh, a maior do Vietname, com mais de 8 milhões de habitantes. Por isso mesmo, é de esperar um ambiente frenético e vibrante na cidade que outrora foi conhecida como Saigão. Historicamente, Ho Chi Minh teve um importante papel durante a Guerra do Vietname e apresenta marcas também do seu período colonial; exemplos disso são a Catedral de Notre Damme e até o edifício dos correios. Outros marcos importantes são a Ópera e o Landmark 81, o edifício mais alto do país.

Istambul, Turquia

Istambul na Turquia é um dos destinos para 2020

É sempre um bom momento para visitar a cidade que une o oriente e o ocidente e gozar um dos destinos para 2020. A sua localização no espaço e relevância na história – outrora casa dos Impérios Romano, Bizantino e Otomano – faz da capital económica da cidade um produto único no mundo.

Para somar às suas características intrínsecas está uma gigantesca massa populacional: mais de 15 milhões de pessoas.Naturalmente, não faltam actividades para fazer e coisas para ver.

Numa cidade destas, quase que o melhor é “perder-se” (mas com GPS) pelas ruas de Istambul, porque de certeza que algo de interessante encontrará. Ainda assim, deixamos-lhe algumas sugestões: Museu Hagia Sofia, a Mesquita Azul, o Palácio Topkapi e o Grande Bazar.

Florença, Itália

Panorâmica de Florença em Italia

Para os amantes de arte e cultura, 2020 não é o mesmo sem visitar a bela cidade de Florença. Esta é uma viagem que pede muita caminhada. Isto porque só a nível artístico e histórico, há muita coisa para ver: Galeria Uffizi e na Galleria dell’Accademia di Firenze, na Catedral Duomo, no Palazzo Pitti e no Palazzo Vecchio, Basilica di Santa Croce, Cappelle Medicee, no Museu Bargello e, ainda, no Museu Salvatore Ferragamo.

As icónicas imagens dos vários postais da cidade, com uma vista espectacular sobre Florença, pode ser encontrado na Praça Michelangelo, na Igreja de San Miniato e do Jardim da Rosa.

Caso queria intervalar a arte com outras cidades nas proximidades, há várias pequenas viagens, de um dia, que pode fazer. Pisa, Livorno, Siena, Montepulciano e Arezzo são algumas das melhores opções, sendo que as duas últimas ainda constam da lista de cidades por descobrir na região da Toscana.

Nova Iorque

Nova Iorque é um dos destinos para 2020

Não há nenhuma razão especial para visitar Nova Iorque em 2020. O que há de especial é a cidade em si e é quase obrigatório a sua contemplação num guia de viagens. Isto porque diz quem lá esteve que não há nada igual: as luzes, o ritmo, os edifícios, bares, cafés, teatro.

Tudo o que existe criado pelo homem encontra-se em Nova Iorque. Mas se quer um bom motivo para visitar a cidade que nunca dorme, este ano parece haver uma descida de preços em várias companhias aéreas. Por exemplo, já se verificaram preços de ida e volta por menos de 400 euros.

Para saber o que fazer por lá, não perca o nosso guia sobre Nova Iorque.

Veja também