AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Curriculum Vitae sem experiência profissional: como fazer?

A falta de experiência profissional pode ser um entrave à sua entrada no mercado de trabalho. Mas há formas de ultrapassar essa barreira. 

Curriculum Vitae sem experiência profissional: como fazer?
Saiba o que deve colocar no seu CV para “dar nas vistas”.

Se encontrar emprego atualmente é difícil para qualquer profissional – mesmo que experiente – a situação torna-se ainda mais complicada quando falamos de jovens sem experiência profissional.

Entrar no mercado de trabalho é sempre um desafio. Mas até a falta de experiência profissional pode ser ultrapassada. Basta que para isso tenha atenção a alguns detalhes quando construir o seu Curriculum Vitae (CV).


5 Dicas para fazer o seu CV destacar-se

Mesmo sem experiência profissional, há formas de destacar o seu CV e encontrar emprego. Ainda que não existam "fórmulas mágicas" para criar um CV perfeito, há sempre dicas para o melhorar. Deixamos-lhe algumas. Ora veja:

1. Faça uma seleção adequada das ofertas a que pretende candidatar-se

Tudo começa aqui, na procura. Independentemente de ter ou não experiência profissional, é essencial que analise e selecione as vagas de emprego mais indicadas para o seu perfil. Mas obviamente esta seleção torna-se ainda mais importante para quem agora se inicia nestas andanças da procura de emprego. Porquê?! Simples. Se não tem experiência profissional acha mesmo que faz algum sentido estar a candidatar-se a posições que requerem vários anos de trabalho nessa área? Claro que não.
Lembre-se que “o caminho se faz caminhando”. Comece devagar e prepare-se para subir um degrau de cada vez. Opte por candidatar-se a estágios, por exemplo. Além de lhe permitirem contatar com o mercado de trabalho, são também a melhor forma para adquirir conhecimentos técnicos e contactos na sua área profissional.

2. Disponha a informação da forma mais relevante

Ou seja, adeque o seu modelo de CV ao seu perfil. Se não tem experiência profissional, talvez não seja boa ideia usar um modelo que dê ênfase às suas experiências profissionais, mas sim a um que destaque a sua formação académica, por exemplo. Hierarquize a sua informação para que os seus recrutadores possam focar-se em outras informações que não a sua experiência (ou melhor a falta dela).

3. Destaque outras atividades que tenha desempenhado

Fez voluntariado? Cursos extracurriculares ou Workshops? Esteve no estrangeiro em Erasmus ou a fazer algum estágio? Ou ainda, participou em conferências relacionadas com a sua área profissional? Então está à espera de quê para incluir essa informação no seu CV? Podem não parecer relevantes à primeira vista, mas certamente os seus recrutadores vão gostar de ter conhecimento da sua proatividade e, além disso, todas as suas experiências são pertinentes nesta fase.

4. Anexe todos os documentos relevantes

Sejam certificados de participação em conferências ou Workshops, certificados de cursos de línguas, a cartas de recomendação de professores ou orientadores de estágio (por exemplo), todos os documentos em anexo ao seu CV podem fazer toda a diferença. Além de atestarem que efetivamente participou nos eventos ou cursos, ajudam a tornar o seu CV mais profissional e completo.

5. Inclua interesses ou competências informáticas relevantes

Não tem experiência profissional, mas até tem bons conhecimentos de software informático para edição de vídeo ou desenho gráfico, por exemplo. Isso é relevante. Inclua no seu CV. O mesmo se aplica aos seus interesses. Veja quais os que podem ter um impacto positivo na sua área profissional e mencione-os.


Com ou sem experiência, seja o melhor!

Ser bom profissional não depende dos anos de experiência profissional que tem (ou não!), mas sim da sua postura e do seu desempenho. Mas claro, para poder ser o melhor vai necessitar que o seu CV se destaque entre os demais e lhe dê – pelo menos a possibilidade – de ser entrevistado. Como dissemos antes, não existe uma "receita mágica" para criar um CV infalível, mas há formas de o melhorar.

Lembre-se o seu CV é a chave para conseguir o emprego que tanto deseja e é através dele que se vai apresentar aos seus potenciais empregadores. Por isso assegure-se que ao olhar para o seu CV, os seus recrutadores vão ver o candidato ideal à vaga para a qual estão a recrutar.


Veja também: