AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

5 Razões para não conseguir uma entrevista

Saiba quais as razões para não conseguir uma entrevista e o que deve fazer para reverter a situação.

5 Razões para não conseguir uma entrevista
Se as entrevistas de emprego teimam em não aparecer, algo está errado.

Passa a vida de volta dos anúncios de emprego, envia o seu Curriculum Vitae (CV) e a carta de apresentação – que criou com todo o cuidado – para inúmeras ofertas mas nem uma única entrevista de emprego à vista. Que algo está errado, já deu para perceber, só falta saber quais as razões para não conseguir uma entrevista.


Onde está a errar?

O pior de qualquer candidatura a emprego é a ansiedade provocada pela espera de uma resposta (seja ela qual for). A certa altura é normal que se questione sobre o que está a fazer mal ou o que deveria fazer para remediar a situação. Só isso já é um bom começo. Pode não ter conseguido entrevistas até aqui, mas nem tudo está perdido. Veja os erros que pode estar a cometer e que podem estra a prejudicar a sua procura de emprego.


1. Não está a personalizar as suas candidaturas

Enviar candidaturas genéricas nunca resultou e não vai resultar. Esta é aliás uma das razões mais comuns para a falta de respostas às candidaturas de emprego. Cada CV e cada carta de apresentação deve ser específico para cada oferta. Lembre-se da regra básica dos seis segundos. É este o tempo que demora a primeira análise do seu CV pelos recrutadores e é essa a curta janela temporal que tem para chamar a atenção deles e para mostrar o que faz de si o candidato ideal para a posição. Portanto, estude a proposta de emprego e adapte a sua candidatura às especificações da mesma. E claro, aposte na inclusão de keywords (tanto no CV como na carta de apresentação). A chave para o sucesso começa na personalização da sua candidatura.


2. Usa o modelo de CV errado

Mais uma vez a personalização. Escolher o modelo de CV também e importante. Analise a proposta de emprego e tente perceber qual o modelo mais indicado a utilizar. Tenha sempre em mente que para cada oferta deve criar CV à altura. Para o ajudar a perceber qual o caminho a seguir pode ter em consideração as funções ou as empresas a que se pretende candidatar e até o país de destino.


FIQUE ATENTO:
Se quer receber mais notícias gratuitas como esta, basta registar-se no E-Konomista. Toda a informação sobre emprego actualizada ao minuto.

3. Tem erros gramaticais no CV

Se não está a conseguir uma única entrevista, talvez esteja na hora de rever o seu CV e procurar erros, sejam eles ortográficos, de concordância ou pontuação. E mesmo que não os detete à primeira vista, peça a alguém que o faça por si. Ter erros no CV (ou carta de apresentação) é razão mais do que suficiente para ser eliminado logo à partida.


4. As suas qualificações não se adequam

Seja por escassez ou excesso de qualificações qualquer candidato pode ser excluído de um processo de recrutamento e nem sequer chegar à fase das entrevistas. Lembre-se que quando divulgam uma oferta, os recrutadores já têm em mente um perfil para a posição que a ocupar. E como não têm tempo a perder, se o seu CV não tem o que procuram vão, simplesmente, limitar-se a “atirá-lo” para a pilha dos excluídos. Portanto, não se limite a candidatar-se a tudo e mais alguma coisa. Analise as ofertas e tente perceber se o seu perfil se enquadra ou não no pretendido. Se ainda assim é uma posição que lhe interessa, o melhor é procurar obter formação e competências nessa área e, depois sim, tentar a sua sorte.


5. Não fazer follow-up

Enviar candidaturas indiscriminadamente e depois esperar que alguma coisa aconteça, não é a melhor tática e, certamente, não lhe vai valer uma entrevista. Depois de enviar a sua candidatura (uma ou duas semanas) faça um follow-up. Contacte a empresa e tente perceber em que fase se encontra o processo de recrutamento. Quem sabe isso não ajuda a dar aquele “empurrãozinho” que tanto precisa para ser chamado para a entrevista de emprego.


Rumo à entrevista de emprego

Razões para não conseguir uma entrevista não faltam, mas por vezes basta “limar algumas arestas” para conseguir melhores resultados. Reveja as suas candidaturas e descubra o que tem estado a fazer errado e as entrevistas de emprego não vão tardar em “bater-lhe à porta”.


Veja também: