Inês Silva
Inês Silva
30 Out, 2018 - 14:39
Saiba como fazer o follow-up de uma candidatura de emprego

Saiba como fazer o follow-up de uma candidatura de emprego

Inês Silva

Como fazer o follow-up de uma candidatura de emprego de forma a destacar ainda mais o seu currículo. Continue a ler para saber mais.

O artigo continua após o anúncio

Naturalmente, quando se faz uma candidatura a um emprego, surge a ansiedade de saber se foi contratado ou não. No entanto, é importante perceber que o processo de contratação pode levar algum tempo e a resposta pode não ser, assim, tão imediata. Às vezes, pode até nem haver qualquer resposta do outro lado. Por isso, ficam aqui estão alguns conselhos sobre quando e como fazer o follow-up de uma candidatura de emprego.

É verdade que, muitas vezes, para conseguir um emprego é preciso ser persistente. Não é suficiente enviar a sua candidatura aos vários anúncios de emprego. Pode, e deve, estar atento aos processos de recrutamento de cada empresa e fazer algo para se destacar.

Por norma, os candidatos sentem-se apreensivos no que toca a fazer follow-up depois de enviarem o seu currículo ou irem à entrevista de emprego. A realidade é que escrever um curto email pode fazer a diferença entre ser ou não contratado.

Assim sendo, não fique apenas à espera de ser novamente contactado pela empresa. Tome iniciativa e contacte os recrutadores para saber qual o ponto de situação do processo de recrutamento.

Quando e como fazer o follow-up de uma candidatura de emprego

Email de follow up a entrevista de emprego: como e quando enviar

Antes de fazer o follow-up de uma candidatura de emprego, primeiro verifique os anúncios de empregos a que se candidatou e analise também todos os contactos que realizou, por email ou telefone, para perceber se existem informações sobre quando poderá receber uma resposta por parte da empresa. Se foi dado um prazo para resposta, espere até passar a data para fazer o acompanhamento.

Também poderá, ao enviar a sua candidatura, por exemplo, incluir no final da carta de apresentação que contactará a empresa no prazo de uma semana para fazer o follow-up de uma candidatura de emprego. Mas, atenção, se no anúncio de emprego disser especificamente que os candidatos não devem telefonar ou enviar emails e que a resposta será dada num determinado prazo, não inclua esta informação na sua carta de apresentação e não contacte a empresa.

Quando fazer o follow-up de uma candidatura de emprego

Normalmente, é melhor esperar uma semana ou duas antes de contactar a empresa. É importante dar ao empregador tempo suficiente para analisar as candidaturas ao emprego e também para se preparar para agendar entrevistas. Se contactar a empresa demasiado cedo, podem pensar que é uma pessoa agressiva e impaciente.

Como fazer o follow-up de uma candidatura de emprego

Pode fazer o acompanhamento da sua candidatura por email ou através do LinkedIn, caso não tenha um endereço de correio eletrónico para contacto. Reafirme o seu forte interesse no cargo, mencionando que gostaria de ter a oportunidade de se encontrar para uma entrevista.

O artigo continua após o anúncio

Se tem um contacto telefónico, também pode telefonar para fazer o follow-up. Mencione algumas das principais razões pelas quais está tão interessado em “juntar-se à equipa” e as razões porque será uma boa escolha para a função a que se candidata.

Também é aceitável fazer este follow-up pessoalmente, principalmente se a sua candidatura foi entregue em mãos. Refira que está a fazer o acompanhamento da candidatura que entregou e aproveite para perguntar se será possível concederem-lhe uma entrevista. Nesta situação, deve estar pronto para mencionar brevemente a base do seu interesse e porque será o candidato mais qualificado para a função. Certifique-se de emitir energia positiva, esteja vestido adequadamente e trate todos os funcionários de forma simpática e calorosa.

Como preparar uma entrevista de emprego: 11 passos

Dicas para fazer o follow-up de uma candidatura de emprego

Seja educado e profissional: se está a comunicar via email, telefone ou pessoalmente, certifique-se de falar, ou escrever, de forma clara e profissional. Se o contacto é por escrito, não se esqueça de rever a sua mensagem antes de clicar no enviar. Se vai falar com alguém, seja caloroso e amigável. Nestes contactos, tenha sempre presente que estas mensagens e conversas são ainda uma tentativa de causar uma primeira impressão forte.

Reafirme o seu interesse: represente de forma rápida e concisa todas as razões pelas quais será a melhor opção para a função. Isto ajudará a sua candidatura a destacar-se ainda mais.

Faça perguntas de acompanhamento: se a empresa não estiver pronta para tomar decisões ou entrevistar pessoas, pergunte para quando estão a pensar iniciar o processo de entrevista ou tomar decisões de contratação. Assim, saberá quando voltar a contactar novamente para fazer o follow-up de uma candidatura de emprego

Seja breve: mantenha a sua mensagem, conversa telefónica ou visita pessoal o mais curta possível. Não se esqueça, quer mostrar interesse e causar uma boa impressão. Não quer passar dos limites e ser chato, certo?

Quando desistir

Fazer o follow-up de uma candidatura de emprego de forma correta pode chamar a atenção para sua candidatura e aumentar a probabilidade de ser contratado. Mas é importante não incomodar os recrutadores, pois pode ser posto de parte por causa disso. De um modo geral, a menos que o empregador tenha sugerido o contrário, não entre em contacto com a empresa mais de três vezes e deixe algumas semanas de intervalo entre as mensagens.

Continue à procura de emprego

Enquanto faz o follow-up das suas candidaturas submetidas a empregos, não se limite a esperar pela resposta. Continue a procurar novas oportunidades, nada está garantido num processo de recrutamento, mesmo que considere ser o candidato ideal para o trabalho. Por isso, mantenha ativa a sua pesquisa por um novo emprego.

O artigo continua após o anúncio
  • Trabalhe a sua rede de contactos: descubra a empresa que combina consigo, mas não se apresente através de um currículo. Aumente a sua rede de contactos, faça a sua apresentação através de alguém que já trabalhe nessa empresa.
  • Não perca demasiado tempo nos meios tradicionais: todos procuram emprego através de anúncios de jornais e sites de emprego, no entanto, muitas contratações são feitas por recomendação e nem sempre as empresas publicam as vagas. Isto sem esquecer que estes anúncios são visualizados por milhares de candidatos!
  • As redes sociais podem dar uma ajuda: melhore o seu perfil do LinkedIn, tenha um perfil completo. Já são vários os recrutadores que recorrem a essa rede. E não descure o seu perfil do Facebook!
  • Aposte num currículo “fora da caixa”: utilize um currículo criativo nas suas candidaturas, faça-o sobressair de entre todos os currículos recebidos pelo recrutador.

Veja também: