Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ekonomista
Ekonomista
23 Jan, 2017 - 12:56

2017 pode ser ano de recorde no turismo na região Centro

Ekonomista

Segundo o presidente da Turismo Centro, 2017 "vai ser o ano da graça no centro do país", devido a eventos como a visita do Papa ou o encontro dos operadores turísticos europeus.

2017 pode ser ano de recorde no turismo na região Centro

“O ano de 2017 reúne um conjunto de acontecimentos únicos para a região Centro e para Portugal que deverão reforçar a forte tendência de crescimento que se regista nos últimos anos na região”, prevê Pedro Machado, presidente da Entidade Regional Turismo Centro.

Em destaque está a visita do papa Francisco ao Santuário de Fátima, a 12 e 13 de maio, por ocasião do centenário das aparições. Esta visita está a agitar o mercado hoteleiro na região, estando o parque hoteleiro esgotado para os dias da visita, com o valor das reservas para essas datas a ultrapassar a soma de todas as reservas registadas em 2015. Fátima deverá oito milhões de visitantes em 2017, um milhão a mais do que em 2016.

Outro acontecimento único na região Centro será a reunião anual da ECTAA ­- Confederação Europeia das Associações de Agências de Viagens e Operadores Turísticos Europeus, que juntará em Coimbra, entre 31 de maio e 2 de junho, representantes de 80 mil agências de 30 países.

Ainda em 2017, o Centro de Portugal será o “Destino Preferido da APAVT (Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo)”, tal como anunciado por Pedro Costa Ferreira na cerimónia de encerramento do 42º Congresso Nacional da associação, que decorreu em Aveiro.

O protocolo estabelecido entre a APAVT e a Turismo do Centro de Portugal vai permitir ao destino ser promovido com ações de comunicação e de marketing especiais junto das agências de viagens portuguesas.

2017 reúne, assim, “todos os ingredientes para ser um dos melhores anos turísticos de sempre no Centro”, reforça Pedro Machado, lembrando que a região “está na linha das tendências internacionais”, com apostas no turismo cultural, ativo, sénior e religioso.

Com uma área que engloba 100 municípios, o que a torna a maior e mais diversificada área turística nacional, a Entidade Regional Turismo Centro de Portugal tem vindo a consolidar desde 2013 “um projeto sólido e ambicioso” através de um plano de marketing que assume como prioridade o posicionamento “Centro de Portugal”.

Veja também: