Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
28 Nov, 2023 - 12:40

Ansiedade afeta a visão: o impacto do stress no olhos

Catarina Milheiro

Os nossos olhos sofrem não só com os diversos fatores externos, mas também com aquilo que sentimos. Sabia que a ansiedade afeta a visão?

Mulher a esfregar os olhos

Todos nós sabemos que os ecrãs não ajudam em nada os nossos olhos. Mas será que já paramos para refletir sobre a forma como a ansiedade afeta a visão?

A verdade é que a saúde mental tem vindo a tornar-se num tema bastante discutido nos últimos tempos e, como tal, vários problemas nunca antes estudados têm vindo a ser desmistificados.

Um dos fatores desconhecidos por diversas pessoas, é precisamente o de que o stress e a ansiedade afetam verdadeiramente a visão. O que significa que, ao contrário do que possamos pensar, os efeitos da ansiedade vão além do aspeto emocional.

Quando ficamos algum tempo sob pressão e temos de lidar com momentos de plena ansiedade, o nosso corpo passa por uma série de reações que podem mesmo fazer com que a saúde ocular saia prejudicada.

A ansiedade afeta a visão

Sabia que a ansiedade afeta a visão? Tal como o stress, que funciona como uma resposta natural do corpo a situações de tensão no nosso dia-a-dia.

No fundo, o stress e a ansiedade caminham de mãos dadas quando o assunto é a saúde dos nossos olhos. E, como sabemos, o stress trata-se de um estado de tensão emocional e plena ansiedade que pode ser desencadeado por diversos tipos de fatores.

De facto, e segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o mesmo pode ser entendido como a reação do organismo a um estímulo desafiante que pode ser quer positivo, como negativo. Sempre que em excesso, o stress pode causar ansiedade no indivíduo e afetar a sua saúde física e mental.

Por outro lado, a ansiedade funciona como uma resposta natural e temporária, mas normal do corpo, quando exposta a situações de grande stress. No entanto, sempre que essa sensação é prolongada, intensa, recorrente e ocorre sem motivo aparente, acaba por atrapalhar o dia-a-dia da pessoa.

O stress e ansiedade: a combinação perfeita para surgirem problemas na visão

Dependendo dos casos, a ansiedade pode evoluir para outros problemas como transtornos ou síndromes agudos. E com ela surgem os sintomas mais comuns como alterações no sono, falta de apetite, preocupações em excesso, tensão muscular, alterações no sistema digestivo, pensamentos inquietos e medos irracionais.

O problema parece surgir quando as glândulas suprarrenais libertam uma grande quantidade de cortisol – que é a hormona do stress – e que é libertada por norma em situações de perigo. Nestes casos, as pupilas podem aumentar, acabando por dificultar a nossa focagem e deixando a visão mais fotossensível.

Para além disto, os níveis elevados de adrenalina (mais uma hormona neurotransmissor produzida pelas suprarrenais e que atua no sistema nervoso), pode causar visão turva.

Ora, este tipo de situação pode fazer com que se desenvolva uma Coriorretinopatia Serosa Central (CSC) em alguns casos – uma doença que atinge a retina.

Que outras doenças oculares podem estar associadas ao stress e ansiedade?

Quando nos sentimos ansiosos e em stress por muito tempo, podemos realmente afetar o nosso corpo de diferentes maneiras – a visão é uma delas.

Sem darmos conta, podemos experimentar visão dupla de forma temporária (fenómeno também conhecido por doplopia), por exemplo.

A verdade é que quando os nossos olhos se sentem afetados pelo stress e pela ansiedade, automaticamente a tendência é para desvalorizarmos e nem associarmos um problema ao outro.

Contudo, este tipo de problemas na visão pode surgir quer de uma forma mais leve apenas em situações agudas de stress e ansiedade, quer de uma maneira mais constante (como é o caso do stress crónico).

Apesar da maioria dos sintomas serem temporários e possam até desaparecer assim que o stress for aliviado, é crucial estar atento aos sinais que a visão vai dando quando se sente afetada.

10 sinais de que a sua visão está a ser afetada

Em caso de dúvida o melhor mesmo é dirigir-se ao oftalmologista para que possa ter a certeza de que está tudo regularizado com a sua visão.

Ainda assim, há alguns sinais para os quais pode e deve estar atento na suspeita de que o stress e a ansiedade lhe estão a afetar a visão:

  1. Vermelhidão nos olhos;
  2. Fadiga ocular;
  3. Aparecimento de olheiras constantemente;
  4. Visão turva;
  5. Coceira;
  6. Aumento da sensibilidade à luz;
  7. Olhos secos e lacrimejantes;
  8. Dores de cabeça e oculares;
  9. Aparecimento de uma mancha cinzenta no centro do campo visual;
  10. Espasmos na pálpebra.

Agora que ficou a par dos sinais mais comuns de que a sua visão está a ser afetada pelo seu estado mental e físico, relembramos que devem ser tratados por um médico especialista. Em nenhum momento deve automedicar-se. Por isso, é fundamental que se informe e que em caso de tratamento, cumpra tudo o que for prescrito.

Veja também

Artigos Relacionados