Publicidade:

A importância das cores no ambiente de trabalho

A importância das cores no ambiente de trabalho é uma preocupação e afirmação da mensagem corporativa - e também uma preocupação estética.

A importância das cores no ambiente de trabalho
Design e luz em ação

As cores escolhidas para a decoração de um espaço de trabalho são bem mais do que uma preocupação estética ou decorativa. Desde que o cinema e a televisão a cores passaram a fazer parte da vida quotidiana, imensos estudos se debruçaram sobre os efeitos de diferentes tons na nossa psique. Conhece, verdadeiramente, a importância das cores no ambiente de trabalho?

Apesar das tendências estarem sempre a evoluir no que toca ao uso da cor no design, na moda, na arte ou, até, no mundo da beleza, a escolha da cor que “veste” um ambiente corporativo tornou-se uma preocupação de gestores, empresários e organizações. Os efeitos psicológicos de determinadas cores e a maneira como uma equipa se exprime através delas são elementos a ter em consideração. Vamos descobrir mais sobre o assunto?

A importância das cores no ambiente de trabalho: da subtileza ao propósito


Vamos começar exatamente pelos colaboradores: as pessoas que fazem das empresas o que são, que trabalham numa determinada missão, com determinados objetivos. Quando prepara a roupa para o dia de trabalho, em que é que pensa?

Provavelmente, pensa no tipo de escritório, no resto da equipa, nos seus superiores, no setor de atividade onde trabalha. A escolha, tanto de cores como de estilos na roupa, divide-se muitas vezes entre formal e informal, cores neutras e sóbrias, cores vivas e elétricas.

ALT cores trabalho

A nossa observação das cores resulta da combinação de tons, toques, sombras, luz. É, também, desta forma que abrimos os olhos e temos perceção do ambiente que nos rodeia. A importância das cores no ambiente de trabalho também tem esta origem. O aumento da preocupação com esta temática evoluiu de uma simples escolha estética para uma tentativa de relacionar os colaboradores, funcionários, fornecedores e clientes à marca.

Estamos, aqui, diante de uma utilização da cor que facilita a compreensão do que uma empresa é, o que faz, como o faz e o porquê. Existe uma preocupação em atingir o equilíbrio, entre personalizar o espaço com a imagem corporativa e garantir um ambiente de trabalho harmonioso, confortável e agradável.

A escolha das cores

Muito provavelmente, reconhece algumas marcas pela cor. Não há maneira de desassociar a Coca-Cola do vermelho, por exemplo, ou a Barbie do “rosa choque”. Além da identificação da marca para o consumidor, é importante pensar na cor que conduz à produtividade. Mas a cor sozinha não faz o trabalho todo. Tem que ser conjugada com a luz disponível e, até, com a disposição dos objetos de trabalho.

Para escolher uma paleta de cores para um escritório tem de existir uma colaboração entre designers de interiores, designers gráficos e arquitetos, que vão, em conjunto, determinar a mensagem que se pretende transmitir. Por exemplo, o amarelo e o azul são cores populares: uma por transmitir otimismo e criatividade, a outra por transmitir calma e tranquilidade.

No entanto, não se pode esquecer que, no que toca a considerar a importância das cores no ambiente de trabalho, temos de abordar os diferentes tons destas cores. É preciso atenção à conjugação dos diferentes tons e à conjugação com outras cores diferentes.

Algumas das regras seguidas nesta missão para atingir um equilíbrio de cor que valoriza a criatividade, são:

  • em vez de conjugar várias cores diferentes, que até podem combinar, é aconselhado usar uma paleta de tons dentro da mesma cor. Isso transmite consistência, coerência, ordem e, ao mesmo tempo, flexibilidade;
  • é, também, aconselhado utilizar uma cor que seja associada à área de atuação do serviço prestado pela organização;
  • é importante pensar, também, em acessibilidade: pessoas com dificuldades visuais usam muitas vezes os contrastes entre cores como guias. Pessoas que sofram de doenças mentais podem por vezes encarar uma determinada cor como um aviso para se afastarem. É preciso ter em conta estas pré-concepções;
  • pode-se usar a tática de associar uma cor a uma zona, dentro do escritório, pois isso transmite uma ligação entre os espaços e associa a cor a um comportamento.

É interessante desconstruir um ambiente de trabalho e perceber o que se pretende, e com que prioridade. O ideal é criar um ambiente para os colaboradores executarem as suas tarefas da melhor forma, que passe a correta imagem da marca para o público e, ao mesmo tempo, que seja um espaço único.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.