Publicidade:

Cheques-viagem: uma prenda de Natal irresistível

Sem ideias para os presentes de Natal? Com vontade de oferecer algo diferente a alguém que já tem tudo? Os cheques-viagem são a solução.

Cheques-viagem: uma prenda de Natal irresistível
Este Natal ofereça o mundo

Viajar é uma experiência enriquecedora, geradora de prazer e felicidade. Então, por que não proporcionar a quem mais gosta a possibilidade de partir à aventura?

Este Natal, ofereça cheques-viagem: seja no valor de uma viagem, seja apenas um pequeno contributo para a mesma, estamos certos de que é a prenda ideal para a sua cara-metade e para muitos dos seus familiares e amigos.

4 razões para oferecer cheques-viagem no Natal


Um presente original

Uma viagem é um presente original

Nos dias que correm, felizmente, as pessoas têm acesso facilitado a tudo, desde logo aos bens essenciais. Assim, na hora de escolher um presente para um familiar, um amigo ou até para os seus colaboradores, se for empresário, opta-se muitas vezes por ideias já “batidas” e objetos de pouca utilidade.

Pelo contrário, o cheque-viagem é uma lembrança original e construtiva, pois vai motivar quem a recebe a viajar e a enriquecer-se culturalmente. E o melhor é que tanto pode ser comprado nos balcões da agência como online.

Motivação para a poupança

Poupar para viajar

Os cheques-viagem estão disponíveis a partir dos 10 euros: isto significa que pode oferecer de acordo com as suas possibilidades. Se a pessoa que receber o cheque-viagem tiver de entrar com mais dinheiro para reservar a viagem da sua preferência, ter o cheque-viagem será um incentivo eficaz à poupança, tendo em vista uma experiência de sonho.

Variedade e flexibilidade

Vários destinos à escolha

Os cheques-viagem podem ser trocados por qualquer tipo de viagem ou programa da agência. Já viu? É o mundo todo à disposição daqueles de quem mais gosta! E é quem oferece que escolhe o valor do cheque: 10, 25, 50, 100 ou 500 euros, podendo comprar mais do que um cheque para a mesma pessoa.

O cheque-presente é pessoal e intransmissível, podendo ser rebatido em viagens de qualquer valor, tanto nas lojas físicas como no site. Se a viagem tiver um preço inferior ao cheque, será passado ao seu titular um novo cheque com o valor remanescente.

Um ano para usar

tempo para planear a viagem

A partir da data da compra, o titular do cheque-presente tem um ano para gastá-lo: são 365 dias para que a pessoa pesquise, decida e planeie a sua viagem com todo a tranquilidade e todo o apoio de uma agência de viagens com décadas de experiência no turismo.

Veja também: