Publicidade:

10 coisas que os maus condutores fazem

É praticamente impossível conduzir na estrada sem já se ter deparado com uma das muitas coisas que os maus condutores fazem. Espreite e diga de sua justiça.

10 coisas que os maus condutores fazem
Ninguém gosta, mas eles fazem das suas

Quem nunca se irritou ao volante após presenciar um comportamento de risco de um outro condutor, que atire a primeira pedra. São várias as coisas que os maus condutores fazem que são capazes de tirar a boa disposição ao comum dos mortais.

Referimo-nos a comportamentos de risco dos condutores, uns mais comuns ou perigosos do que outros, que colocam em causa a segurança dos próprios e dos outros condutores. Confira 10 coisas que os maus condutores fazem e que deixam os restantes irritados.

10 coisas que os maus condutores fazem

coisas-que-os-maus-condutores-fazem

1. Não assinalam a mudança de faixa (‘dar o pisca’)

“Este comprou um carro sem piscas”. Esta é uma das muitas expressões já pertencentes ao léxico comum que advêm do comportamento de condutores que, por exemplo, mudam de faixa, param abruptamente para estacionar, saem da autoestrada ou entram numa rotunda sem assinalar a manobra (sem ‘dar o pisca’). Trata-se de um dos comportamentos mais arriscados e comuns dos condutores, e que mais irritam os restantes.

2. Utilizam o telemóvel

Atualizar o feed, escrever e ler mensagens e/ou emails ou efetuar/receber chamadas (sem auricular ou sistema de alta voz) é outras das coisas que os maus condutores fazem. Comportamentos associados a vários sinistros nas estradas e que redundam em multas pesadas.

3. Circulam na faixa do meio

Não sabemos se inspirados na máxima de que “no meio é que está a virtude”, mas são muitos os condutores que insistem em circular nas faixas de ultrapassagem (em detrimento do recomendado, a faixa de rodagem mais à direita), particularmente na faixa do meio e a velocidades excessivamente reduzidas.

4. Não cumprem as regras de circulação nas rotundas

Circular nas rotundas tem regras explícitas, preconizadas no Código da Estrada (as últimas alterações nesta matéria entraram em vigor a 1 de janeiro de 2014). No entanto, passados todos estes anos, ainda são muitos os condutores que insistem em não cumprir, nomeadamente contornando a rotunda sempre na faixa da direita, mesmo não pretendendo tomar a primeira saída, ou não sinalizando todas as manobras, por exemplo.

5. ‘Colam-se’ aos carros da dianteira

É outro dos habituais comportamentos dos maus condutores, ‘colar-se’ ao carro da frente (não cumprindo as distâncias de segurança, o que pode resultar em multas), normalmente em excesso de velocidade, para que este se desvie e eles possam continuar a marcha em incumprimento das regras básicas de segurança rodoviária.

6. Ocupam dois lugares de estacionamento

Seja em parques públicos, dos shoppings e outras grandes superfícies, seja em parques pagos, como os que proliferam nas grandes cidades, é quase um lugar comum, para quem os utiliza, encontrar dois lugares de estacionamento ocupados por apenas um veículo (na maioria das ocasiões, apenas por mero comodismo do seu condutor).

7. Ignoram as más condições climatéricas

São aqueles condutores que ignoram as recomendações de condução defensiva e pretendem conduzir da mesma forma, quer esteja a chover torrencialmente, a nevar ou um belo dia soalheiro. Infelizmente, esta é também uma das coisas que os maus condutores fazem.

8. Aceleram desnecessariamente

Uma das maiores causas de acidentes na estrada é o excesso de velocidade. Se formos ver, o excesso de velocidade é quase sempre desnecessário. A não ser que vá para o hospital a correr, não vale a pena acelerar e pôr-se a si e aos outros em risco. Bons condutores levantam-se cedo da cama para não terem de acelerar demasiado… e não usam o telemóvel enquanto conduzem dentro do limite de velocidade.

9. Não usam cinto de segurança

Todos temos os nossos dias de azar e os acidentes acontecem. Não interessa se um condutor domina bem o carro ou não, o cinto de segurança está lá por uma razão muito boa – salvar vidas. Sabendo isto, colocar o cinto de segurança demora apenas alguns segundos e pode vir a salvar a vida do condutor, mesmo que este domine o carro como um condutor de Fórmula 1.

10. Distraem-se muito

Os maus condutores distraem-se muito enquanto deixam o carro andar e fingem que conduzem. Desde aplicar maquilhagem, a procurar coisas no carro e a comer cereais numa tigela com leite, vê-se de tudo.

As mãos são para estar no volante, os olhos na estrada, e o pequeno-almoço não é para se comer no carro. Além disso, ao travar pode entornar os cereais e sujar-se todo.

Veja também: