Publicidade:

Etiqueta de casamento: tudo o que precisa de saber

Quando o assunto é "dar o nó", há um tema de interesse para os noivos e convidados - e não há como fugir. Descubra tudo sobre etiqueta de casamento, desde a entrega de convites, etiqueta do vestuário, as regras que devem ser seguidas na igreja e no copo d'água.

Etiqueta de casamento: tudo o que precisa de saber
Entrega de convites, o que vestir, o que oferecer...

Um casamento ainda hoje é uma celebração carregada de tradição e simbolismo. É verdade que muita coisa mudou ao longo dos anos, mas existem algumas regras de protocolo e etiqueta que os noivos devem respeitar, independentemente do grau de formalismo do seu grande dia. Descubra aqui tudo o que precisa de saber sobre etiqueta de casamento.

Não queremos, com este assunto, dizer que o ambiente deva ser rígido – até porque se trata de um dia em que a descontração é importante para a felicidade dos noivos. Mas, se as pessoas souberem como agir, interagir e reagir tudo será mais fácil, e o sucesso da sua festa será mais do que garantido. Fique, então, a conhecer algumas das regras de etiqueta essenciais, para seguir ao longo das diferentes fases da organização – e também no dia da cerimónia.

7 mandamentos essenciais da etiqueta de casamento


etiqueta de casamentoFonte: InWeddings Photography

1. Quando entregar os convites?

Protocolarmente, o convite de casamento pode ser entregue até um mês antes da data. No entanto, de acordo com a etiqueta de casamento, é aconselhável fazer o convite com três a quatro meses de antecedência. No caso de convidados que vivem longe do local do casamento, nomeadamente no estrangeiro, é mesmo aconselhável enviar um save the date seis meses antes, mesmo que os noivos não o façam para todos.

2. Em mãos ou por correio?

Hoje em dia há quem opte por enviar os convites pelo correio (e até mesmo por email), mas tradicionalmente os convites são entregues em mãos. Não será, contudo, obrigatório, exceto quando se tratam de convidados especiais, como os seus avós e os padrinhos. Não esqueça também de reservar um lugar especial para os seus avós durante a cerimónia, seja religiosa ou civil, preferencialmente no primeiro banco.

etiqueta de casamentoFonte: It’s all about…

3. Padrinhos e madrinhas

O padrinho e a madrinha têm papéis bem definidos de acordo com a etiqueta de casamento. Com efeito, deverão ser eles a organizar as despedidas de solteiro(a), sendo também os responsáveis por manter tudo sob controle nos momentos-chave de maior nervosismo.

Serão eles também a ajudar os convidados a sentarem-se na cerimónia, sendo que a madrinha será a principal responsável por garantir que a noiva está sempre bem arranjada. De acordo com a etiqueta, o padrinho deve ainda fazer um pequeno discurso durante o Copo-d’água.

4. Etiqueta do vestuário

Há regras para todos, mas a verdade é que também será este o aspeto do casamento onde, cada vez mais, a exceção se torna regra.

Centremo-nos nas regras de etiqueta para os convidados: o pai do noivo e padrinho devem usar o mesmo tipo de roupa do noivo e as convidadas devem evitar as cores preta e o vermelha, sendo proibidíssimo a utilização do branco, que será exclusivo da noiva (a não ser que faça parte do dress code do casamento, estipulado pelos próprios noivos).

Os chapéus também são só indicados para o dia e os vestidos compridos para casamentos à noite.

http://www.e-konomista.pt/admin.php/article/18198/editTabs?tab=contentFonte: Happiness Happens

5. Na Igreja

Há regras que devem ser seguidas na igreja para que tudo corra pelo melhor:

  • É essencial definir atempadamente as leituras, as músicas do coro, decidir quem lê e participa na oração dos fiéis, etc.
  • Os convidados devem chegar, pelo menos, 20 minutos antes da hora marcada; caso se atrasem devem sentar-se discretamente ao fundo da sala, para não perturbarem a cerimónia.
  • Os convidados da noiva sentam-se à esquerda e os do noivo à direita, embora muitas vezes se ignore esta regra, nomeadamente quando há desequilíbrio entre o número de convidados da noiva e do noivo.
  • A etiqueta dita que a noiva é a última a entrar – de braço dado com o pai (que tem primazia sobre o padrasto), sozinha ou com um acompanhante escolhido por ela – dirigindo-se ao altar onde estão os padrinhos e o noivo, que a recebe pelo braço esquerdo. Há, no entanto, outra hipótese também protocolar: os padrinhos esperam no altar enquanto entram sucessivamente a mãe da noiva de braço dado com o pai do noivo, seguidos do noivo com a sua mãe pela esquerda, o oficial da cerimónia, as crianças e, finalmente, a noiva com o seu pai.
  • Se a noiva tiver véu, deve usá-lo a tapar a cara ao entrar na igreja e será o pai a afastá-lo ao chegar ao altar.
  • Durante a cerimónia, a noiva deve entregar o bouquet à madrinha.
  • Após a cerimónia, a etiqueta diz que os noivos devem ser os primeiros a sair,
    seguidos pelas crianças, os padrinhos e só depois os restantes convidados.

6. No Copo-d’água

Os noivos devem ser os últimos a chegar ao local da receção, sendo que deverá estar alguém antes para receber os convidados. A etiqueta manda também que os lugares estejam já previamente definidos e que os noivos são os primeiros a ser servidos, dando início à refeição.

http://www.e-konomista.pt/admin.php/article/18198/editTabs?tab=contentFonte: InWeddings Photography

O corte do bolo é um dos momentos do casamento que tem sofrido cada vez mais alterações, mas segundo a etiqueta ele será feito sempre após a refeição e o discurso dos pais, padrinhos e noivos. Manda também a etiqueta de casamento que o corte da primeira fatia seja feito por ambos os noivos, com a mão direita do noivo sobreposta sobre a mão direita da noiva.

De seguida, a noiva leva uma pouco de bolo à boca do noivo, ficando a restante fatia para ela. E, finalmente, o brinde!

7. Os presentes de casamento

Manda a etiqueta que os convidados que não comparecerem ao casamento devem enviar, na mesma, um presente. Em relação à lista de casamento, sempre que alguém quiser saber quais as preferências dos noivos ou onde está a lista, deve contactar a madrinha de casamento, os pais dos noivos, e, só em último recurso, os próprios noivos.

Veja também: