Publicidade:

6 formas de guardar lenha e 3 regras a seguir

Sabia que não deve guardar lenha de qualquer maneira? Há algumas regras que deve seguir para não comprometer a sua qualidade. Aprenda tudo aqui.

6 formas de guardar lenha e 3 regras a seguir
Dicas e sugestões

Não há nada como uma tarde de inverno bem fria passada em casa junto à lareira. No entanto, para que a matéria prima tenha o seu máximo desempenho e o quentinho se mantenha por mais tempo e com o máximo de eficiência, é importante assegurar que o processo de guardar lenha é seguido corretamente.

Aconchegue-se bem, prepare a manta e abasteça-se de lenha suficiente para toda a temporada. Afinal, com as nossas sugestões para guardar lenha, esta questão nunca mais vai ser um problema!

As 6 melhores soluções para guardar lenha neste inverno


1. Junto à lareira

Pode parecer óbvia, mas a verdade é que esta é uma excelente solução – além de ser uma das mais práticas também! Guarde a lenha debaixo da lareira ou então nas reentrâncias do lado, caso existam.

No entanto, esta solução só poderá ser viável se for pensada no momento que antecede a colocação da lareira. Por isso, se estiver nos seus planos a construção de uma lareira, equacione esta possibilidade que junta o útil ao agradável – é tão útil quanto estética! Consegue ficar com a lenha organizada e conferir um charme extra e moderno à decoração da sala em questão.

 

2. Cestos de verga

É fácil, barato e sim, trendy, muito trendy! Uma excelente sugestão para guardar lenha é mesmo a de recorrer a cestos de verga. Neste tema, e dado que falamos de um recetáculo que vai armazenar material bem pesado e que é necessário manusear bastante, não poupe.

Aposte num bom cesto de verga, com as dimensões que melhor se adequem à sua área e vá empilhando os diferentes troncos de madeira. E se um cesto não for suficiente, pode até apostar numa composição de cestos, com diferentes dimensões e formas. Vai conseguir dar um ar bem aconchegante à sua sala e manter tudo no seu lugar.

 

3. Criar compartimento na parede

Para esta solução, tem duas hipóteses: aproveitar um nicho que já tenha perto da sua lareira ou então criar o seu próprio ‘compartimento’.

Se possui algum armário embutido com prateleiras e divisórias, porque não empilhar aí os troncos de lenha? Vai ver que o efeito decorativo resulta muito bem e foge dos habituais bibelots que se colocam nesses espaços. Em último caso, providencie uma estante com o ar trendy industrial.

Esta solução é muito moderna e confere à casa até um certo toque minimalista, pelas suas linhas puras e simples, pelo que se gosta de inspirações contemporâneas, esta opção é para si.

Uma outra possibilidade é a de criar o seu próprio compartimento para lenha. Com placas de pladur ou gesso consegue criar umas paredes falsas e assim conseguir criar uma ‘faixa’ de espaço vazio para preencher com lenha. Depois de ver o resultado final nem vai querer mexer nestes troncos!

 

4. Aproveitar o móvel da televisão

Esta opção é menos convencional, mas não menos prática ou esteticamente apelativa. O que é tem nas divisórias do móvel da televisão? Dvd’s que nunca vê? Um aparelho eletrónico que já nem funciona? Então, porque não substituir tudo isso por belos troncos de madeira para depois usar na lareira?

O contraste de cores do seu móvel com a madeira vai resultar lindamente, além de que o material fica bem à mão para ir colocando na lareira à medida que precisa.

5. Em cima de uma mesa

Solução bem fácil e rápida de implementar mas que quase não se vê: aposte numa mesinha de apoio bem estilosa e, por cima dela, faça uma torre de lenha! Esta opção é ideal para quem tem casas pequenas, por exemplo, e não vai haver quem não elogie esta ‘instalação’ de arte.

Claro que neste caso vai precisar de um outro local para armazenar a restante lenha (arrumos, por exemplo), mas que vai conseguir preencher aquele espaço vazio em casa que nunca soube muito bem como, vai de certeza! Nota: para manter a estabilidade da pilha, garanta que a base tem sempre mais troncos e que fazem uma ligeira curva.

6. Plataforma no chão

E porque não guardar lenha… No chão? Isso mesmo, no chão! Esta solução acaba por ser para pessoas que gostam de arriscar mais em termos de design e com gostos mais contemporâneos e minimalistas, mas a verdade é que o resultado é bem original.

Escolha um canto da sala que não estorve muito a passagem e coloque aí uma plataforma que proteja o chão (de MDF, por exemplo). Depois, é só começar a guardar lenha! Faça as formas que mais gostar e vá empilhando à medida que a criatividade (e a gravidade) permitirem.

No final, vai ver que uma solução aparentemente sem nexo vai ficar lindamente no cômputo geral decorativo do espaço.

Limpar a lareira: passo a passo >>

3 regras para guardar lenha de forma eficiente


Qualquer que seja a solução que adote para guardar lenha, existem algumas boas práticas muito importantes de garantir para que o material se mantenha sempre com qualidade e não desiluda na hora de colocar na lareira.

1. Cuidado com a exposição à humidade

A lenha é extremamente sensível à humidade – nunca a armazene diretamente no chão, para evitar que esta possa ter contacto com ambientes mais húmidos! Opte por uma proteção ou estrado no chão antes de empilhar os pedaços de madeira.

Relacionada com a humidade está, também, a questão de guardar lenha em espaços exteriores. Evite ao máximo fazê-lo, pois o risco de absorção de água é muito grande. Na necessidade extrema de o fazer, proteja-a sempre muito bem com plásticos ou material de lona para minimizar os danos, mas com uns furos para respirar.

2. Evite as pilhas muito altas

As leis da gravidade não enganam. E até pode gostar muito de uma determinada forma geométrica mas no caso de pilhas de lenha pode não funcionar! Deve jogar pelo seguro para garantir que não há derrocadas. Bases bem firmes e maiores do que os topos é a regra de ouro.

3. Deixe a lenha ventilar

Se por um lado a lenha não deve apanhar humidade, ela também precisa respirar. Por isso, se a vai colocar num local tapado, deixe que esse espaço respire. Se colocar uma lona por cima, deixe as laterais abertas, por exemplo.

Veja também:

Helena Peixoto Helena Peixoto

‘If you can dream it, you can do it’: é assim que gosta de pensar e viver a vida. Casada, com um filho e com um cão, vê na família e amigos os seus bens mais preciosos, mas não passa sem um bom desafio profissional. Comunicar é a ‘sua praia’, seja em canais mais institucionais ou meios mais informais. Adora um bom filme, uma viagem dentro ou fora do país, é apaixonada por animais e anda sempre ‘à caça’ das últimas promoções.

Limpeza e Arrumação