Publicidade:

Ladrões de atenção: descubra quais são e livre-se deles

Os ladrões de atenção estão omnipresentes na nossa vida laboral, mas se estivermos preparados para eles, nada devemos temer. Curioso sobre o tema?

Ladrões de atenção: descubra quais são e livre-se deles
Aprenda a lidar com ladrões de atenção!

Eles estão em toda a parte, embora muitas vezes não tenhamos consciência disso: os ladrões de atenção são responsáveis por quebras de produtividade, atrasos nas entregas dos nossos trabalhos e projetos e pelo grande mal de muitos trabalhadores: a procrastinação!

Aprenda a lidar com ladrões de atenção


Sabia que vivemos na era do marketing de atenção? Tal significa que as marcas competem pela atenção dos seus potenciais clientes e consumidores, inundando os canais de comunicação de mensagens destinadas a apelar aos seus sentidos. Além dos resultados óbvios para essas marcas, os efeitos colaterais para os clientes visados são a quebra do foco e da produtividade. Por outras palavras, estamos rodeados de ladrões de atenção. Como evitar que nos façam atrasar as nossas tarefas?

12 dicas para aumentar a produtividade no trabalho

O que são ladrões de atenção?

Os ladrões de atenção andam um pouco por todo o lado, a aprimorar as suas técnicas, e são uma espécie de equivalente às missões de um soldado destacado para uma guerra fria. A sua estratégia está bem delineada, e é enviado para o campo de batalha com o objetivo de roubar a atenção das pessoas com quem se cruza – tão preciosa nos dias de hoje!

Há ladrões de atenção para todos os gostos e feitios – há os que captam a nossa atenção como indivíduos, e há os que se dirigem a grupos de pessoas. E há quem roube a atenção de massas, de milhões de pessoas ao redor do mundo ao mesmo tempo.

Pode ou não usar Facebook no trabalho? Descubra a resposta >>

Os ladrões de atenção interrompem o pensamento e as discussões em equipa

No mundo da tecnologia estamos constantemente a ser alvo de assaltos à nossa atenção. Empresas como o Facebook têm especialistas em fazê-lo de forma eficaz. No contexto de trabalho, encontramos ladrões de atenção muito mais vezes do que pensamos. Nas reuniões de trabalho, então, é muito frequente acontecer!

Olhar para o telemóvel durante uma reunião… Quem nunca?

Os apelos das redes sociais são praticamente irresistíveis, e essas mesmas redes são desenhadas para que as pessoas fiquem envolvidas nas suas atividades o máximo de tempo possível. O que acontece inúmeras vezes é que, por mais concentrado que esteja numa reunião de trabalho, se receber uma notificação no seu telemóvel irá consultá-lo. O que, para quem está a reunir consigo, acaba por ser desrespeitoso.

Há 9 truques para brilhar na próxima reunião de trabalho >>

Ladrões de atenção – quem são eles?

Sabia que os principais ladrões de atenção são as redes sociais?

  • Facebook e Messenger: ser notificado pelo Facebook é um verdadeiro vício. Os programadores desta aplicação sabem-no e não é por acaso que o número de notificações pendentes é de cor vermelha!
  • Instagram: o Instagram tem evoluído e hoje em dia apresenta-se como uma rede social que facilita a comunicação entre usuários. De forma semelhante, com as suas stories, “vicia” os utilizadores em conteúdos rápidos, de curta duração; além disso, ao criar reportes do número de visualizações de uma storie, torna-se apelativo e um ladrão de atenção que muitas pessoas usam para fazer pequenas pausas no estudo ou no trabalho.
  • Whatsapp: sem dúvida uma das apps de comunicação mais usadas no mundo, o whatsapp revolucionou a forma como comunicamos ao tornar acessível a todos, via internet, a troca contínua de mensagens. Proporciona a oportunidade de usar emojis, inserir imagens, vídeos e GIFs, o que torna a comunicação digital mais divertida e mais rica, de um certo ponto de vista.
  • Youtube: propriedade da Google, o Youtube é a maior plataforma mundial de comunicação vídeo. Está desenhado para que se perca tempo e nesse sentido também é um ladrão de atenção: exemplo disso é a sugestão de reprodução de vídeos e o sistema de reprodução automática; a estas funcionalidades, acresce a possibilidade de comentar, responder a comentários de outros utilizadores e a possibilidade de criar a sua própria página com conteúdos únicos.

5 conselhos para sair da procrastinação >>

Como fazer para evitar os ladrões de atenção?

A nossa sugestão passa por reduzir o tempo de ecrã, bloquear as notificações de todas as apps do seu telemóvel e ser você mesmo a decidir quando e onde é que vai consultar o seu telemóvel. Outro comportamento que pode adotar é silenciar o telemóvel, ou reencaminhar automaticamente as chamadas, a partir de uma determinada hora do dia (por exemplo, a partir das 20h00). Desta forma, os ladrões de atenção estarão menos presentes também nos seus tempos livres e na sua vida familiar.

Se o seu telefone o permitir, aceda à análise do seu tempo de ecrã e verifique, com os seus próprios olhos, quantas horas por dia e por semana passa nas diferentes aplicações. Ficará chocado com a quantidade de tempo despendida nestes ladrões de atenção!

Os ladrões de atenção não roubam apenas o nosso precioso tempo. Têm vantagens, como a possibilidade de nos mantermos permanentemente conectados aos outros, a democratização da criação de conteúdos e as infinitas possibilidades de expressão pessoal que oferecem. No entanto, como veículos de campanhas de marketing, devem ser usados com consciência e moderação, e evitados sempre no contexto de trabalho.

Veja também:

Catarina Reis Catarina Reis

Consultora de carreira com mais de 10 anos de experiência, possui formação superior em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia. É naturalmente curiosa, desenvolvendo múltiplos projetos paralelos que envolvem a Fotografia, a Música, o Marketing Digital e o Cinema.