Publicidade:

Telemóveis de cortiça? Conheça a marca de telemóveis portuguesa

Iki Mobile é o nome da marca de telemóveis portuguesa que dá que falar. E se é portuguesa, usa cortiça, com certeza. Conheça os telemóveis made in Portugal.

Telemóveis de cortiça? Conheça a marca de telemóveis portuguesa
Telemóveis "made in" Portugal

São duas as principais vantagens que a marca quer apresentar face a outras empresas presentes no mercado, a nível mundial: o facto de ser utilizada cortiça no fabrico dos smartphones e o local onde estes são produzidos: Coruche. Conheça, então, a Iki Mobile, a marca de telemóveis portuguesa que quer inovar e tornar o mercado dos telemóveis mais sustentável.

A marca de telemóveis portuguesa que quer conquistar o mercado


blessplusFonte da Imagem: Iki Mobile/Divulgação

A Iki Mobile foi criada por Tito Cardoso, um arquiteto que quis introduzir uma componente inovadora no mercado, acabando, na verdade, por apresentar mais do que apenas uma vantagem face à concorrência. Falamos de uma marca de telemóveis portuguesa e da primeira fábrica de telemóveis no país, fator que, por si só, já é diferenciador.

Outra das características mais marcantes desta marca é o facto de esta utilizar cortiça no fabrico dos seus smartphones, elemento bem notável nos produtos que, desde 2018, são fabricados em Coruche.

A verdade é que, corria ainda o ano de 2017, e o fabrico deste smartphones era feito na China, de onde eram mais tarde importados para que o processo de acabamento fosse feito no nosso país – mais propriamente, a inclusão da cortiça.

O que esta marca de telemóveis portuguesa faz, quando comparada com as concorrentes, é substituir materiais como o plástico e o metal por cortiça, material sustentável, resistente e diferenciador, que tão bem caracteriza o nosso país – o maior produtor, a nível mundial, deste material.

No entanto, o fator estético não é o único considerado e não foi, de todo, com esse propósito que a cortiça começou a ser incluída no fabrico. Ainda que a sua presença seja notável e posicione a marca num local muito diferenciador em relação à concorrência, é inegável a quantidade de vantagens que esta introduz ao nível do funcionamento do próprio smartphone.

De acordo com o criador da marca, a utilização da cortiça nestes telemóveis é uma mais-valia no que toca à vida útil de todos os componentes utilizados. Na verdade, a cortiça potencia a eliminação de bactérias, para além de ser anti-alérgica.

Em termos internos, as vantagens são igualmente muitas, já que o sobreaquecimento é muito raro (ou praticamente inexistente) em telemóveis que incluam a cortiça como um dos principais materiais. E, ainda que a maior parte da produção se concentre em Portugal, há uma pequena percentagem que se manteve na China, de forma a ser possível a penetração no mercado Asiático.

3 telemóveis made in Portugal


Não só de smartphones em cortiça se faz a Iki Mobile, já que existem, também, smartphones em metal/plástico e ainda telemóveis convencionais. Está prevista, para além destes, a produção de tablets – como, de resto, se pode confirmar no site oficial da marca.

O produto mais barato que esta marca de telemóveis portuguesa apresenta custa 16,99€, ascendendo aos 360€ no caso do smartphone em cortiça mais caro da marca (sendo que está previsto um novo modelo, que poderá ser mais caro).

Assim sendo, nada melhor do que conhecer alguns dos principais modelos da Iki Mobile, a marca portuguesa que se distingue no mercado pela sua originalidade e funcionalidade.

1. BlessPlus

blessplusFonte da Imagem: Iki Mobile/Divulgação

Atualmente, este smartphone feito com cortiça é o mais caro da marca. Está disponível em três cores diferentes, nomeadamente cortiça preta, castanha escura ou castanha clara (a mais conhecida e tradicional). Em termos de design e construção, é essa a única diferença entre as três versões.

O BlessPlus pode ser desbloqueado com recurso ao TouchID embutido no botão principal, estando equipado com uma tecnologia de Ultra Fast Fingerprint que faz com que o desbloqueio seja mais rápido do que o convencional. De resto, pode contar contar com 6GB de RAM e 64GB de memória interna.

  • Ecrã: 5.99”
  • Processador: Helio P20 MT6757 V/CD Octa-Core
  • Câmara: dual camera 16.3MP (abertura de f/1.8) + 8.3MP (abertura de f/1.8)
  • Bateria: 3500mAh
  • Preço: a partir de 360,00€. Ver produto >>

2. KF5Bless Cork Edition

KF5Bless Cork EditionFonte da Imagem: Iki Mobile/Divulgação

É este o smartphone cuja data de lançamento está ainda por confirmar, mas está já confirmado tanto o design como as especificações técnicas. Segundo o site oficial da marca, este telemóvel estará disponível em cortiça mais clara (como a ilustrada na imagem) e noutra versão mais escura.

O sistema operativo é o Android 5.1, está equipado com 3GB de RAM e 32GB de memória interna, que podem ser expandidos até 128GB através da inserção de um cartão microSD.

  • Ecrã: 5”
  • Processador: MT6753 – Octa-Core 1.3 GHz
  • Câmara: dual camera 8MP (abertura de f/2.2) + 13MP (abertura de f/2.0)
  • Bateria: 3000mAh
  • Preço: por confirmar. Ver produto >>

3. GO5.5

go5.5Fonte da Imagem: Iki Mobile/Divulgação

Este é um dos smartphones made in Portugal que não inclui cortiça, sendo um dos modelos mais avançados da marca de telemóveis portuguesa. Equipado com o Android 8.1, o GO5.5 está disponível nas cores prateado, preto e dourado.

Tem 3GB de RAM e 32GB de armazenamento interno, que podem ser expandidos. À semelhança dos restantes produtos da Iki Mobile, também este dispositivo tem incluída tecnologia Ultra Fast Fingerprint que desbloqueia o telemóvel mais rapidamente.

  • Ecrã: 5.5”
  • Processador: MTK6739 ARM CORTEC-A53
  • Câmara: dual camera 13MP (abertura de f/2.2) + 16MP (abertura de f/2.0)
  • Bateria: 3500mAh
  • Preço: a partir de 170€. Ver produto >>

 

Veja também:

Luísa Santos Luísa Santos

Licenciada em Ciências da Comunicação - Jornalismo, Mestre em Multimédia, cantora sem diploma nas horas livres. Trabalha atualmente em Marketing e Comunicação, é viciada em redes sociais e fervorosa adepta do desenrasque.