Publicidade:

Os melhores carros dos anos 90

A década de 90 registou um ‘boom’ de novidades em muitos setores e o dos automóveis não foi exceção. Fique com alguns dos melhores carros dos anos 90.

Os melhores carros dos anos 90
Verdadeiras obras de arte. Ícones sobre rodas.

Os anos 90 foram fantásticos a muitos níveis. Desde logo pelo grande salto de tudo o que estava relacionado com a tecnologia, e claro com os automóveis. Conheça (ou recorde) alguns daqueles que foram os melhores carros dos anos 90.

As novidades fizeram-se sentir, e de que maneira, no sector automóvel na década de 90 com o surgimento de carros que ainda hoje marcam o imaginário de todos. São exemplo: o Opel Tigra (1994); Toyota Celica (1990); Opel Calibra (1990); Honda CR-X (1992); o fantástico Renault Clio Williams (1993); o Mercedes-Benz SLK (1997); no mesmo ano o Ford Puma, o Mazda MX-5 que surgiu a abrir a década ou o inovador Audi TT em 1999.De todos os que atrás citamos, marcaram os anos 90 duas máquinas: o Lancia Delta HF Integrale, com motor a debitar impressionantes 202 cv e o Ford Escort RS Cosworth, mais “assanhado” com 224 cv.  Estes automóveis hoje são lendas e contam com bons préstimos principalmente nos ralis, atraindo fãs por todo o mundo.

Tecnologicamente assiste-se ao declinar dos motores que utilizam carburador que vão dando lugar a mais eficazes e menos poluentes motores com injecção de combustível. Os sistemas de segurança também marcam presença no dia-a-dia dos automobilistas que passam a contar com equipamentos como os airbags que hoje são indispensáveis em qualquer veículo.

É também nesta década (1998) que surgem as novas matrículas automóveis em Portugal, tal como as conhecemos hoje.

Lista: os melhores carros dos anos 90

Vejamos então uma lista possível dos melhores carros dos anos 90. Nesta altura pontificava ainda a tendência dos modelos desportivos e/ou dos familiares com forte tendência para serem carros rápidos e do agrado dos pais de família que gostavam de acelerar e sentir-se também um pouco “pilotos”.

Não vamos enumerar de 1.º ao 10.º ou vice-versa pois qualquer um dos carros indicados nesta lista tem a sua história e merece figurar nesta “reunião” automobilística.

McLaren F1

McLarenFonte: McLaren/Media
Fabricante: McLaren
Produção: 1993 a 1998

O McLaren F1 é um modelo desportivo que não pode faltar na lista dos melhores carros dos anos 90. Inovador à época, foi projetado e desenvolvido pela Mclaren Cars. O design exterior e interior têm assinatura de Peter Stevens. Atraiu e atrai muitos seguidores e, para a sua história, fica a nota de que o protótipo XP5 que estabeleceu em 1998 o recorde mundial do Guiness, como o carro de produção mais rápido do mundo, atingindo a velocidade de 386,4 km/h destronando o Jaguar XJ220 (349 km/h), de que falaremos mais à frente. Uma versão modificada do McLaren F1 venceu as 24 Horas de Le Mans em 1995.

Mazda MX-5

Mazda MX-5
Fabricante: Mazda
Produção: 1989 até ao presente

A história do Mazda MX-5 – verdadeiro ícone do mundo automóvel, exemplo disso mesmo é que ainda hoje está em produção e tem uma legião de fãs em todo o mundo –, remonta a 1989 ano em que foi apresentado pela primeira vez no Salão Automóvel de Chicago. Trata-se de um roadster com 2 lugares, motor frontal e cuja primeira geração mistura o clássico design inglês com o arrojo estilístico italiano, o que resultou num automóvel elegante e muito divertido de conduzir. O Mazda MX-5 fez com este segmento automóvel renascesse e conhecesse um dinamismo que o projetou até aos dias de hoje. Desde 1989 são conhecidas quatro gerações do Mazda MX-5. A primeira geração (1989-1997) vendeu mais de 400.000 exemplares.

Lamborghini Diablo

DiabloFonte: Lamborghini/Media
Fabricante: Lamborghini, Grupo Volkswagen
Produção: 1990 a 2002

Diablo (Diabo, em português) como é tradição na marca italiana, tem origem no nome de um consagrado touro que lutou com o toureiro “El Chichorro”, em 1869. O desenvolvimento deste “touro” das estradas teve lugar em 1985 e surgiu como o sucessor de um outro famoso Lamborghini: Countach. Coupé de 2 portas foi desenhado pelo mestre Marcello Gandini e surge em 1990 nos mercados mundiais. Um motor V-12 5.7 litros que debitava 492 cv, e um habitáculo altamente personalizado à época constituíam os pontos fortes do Diablo. Velocidade máxima de 325 km/h e sprint 0-100 km/h em 4 segundos figuravam no seu “BI”.

Porsche 911 GT2

Porsche 911 GT2Fonte: Porsche/Media
Fabricante: Porsche
Produção: 1993 até ao presente

O Porsche 911 GT2 é outro modelo que não pode faltar na lista dos melhores carros dos anos 90. É uma obra de arte dinâmica e de alto desempenho, quer em pista, quer em estrada. E, à semelhança do Mazda MX-5 é dos poucos que, desde que surgiram ainda hoje mantém um nível de aceitação e procura quer por particulares quer por pilotos, surgindo amiúde nas mais importantes provas do automobilismo mundial. O Porsche GT2 é mais ágil que o modelo congénere Turbo por adotar sistema de tração traseira em vez de tração às quatro rodas. O ser mais leve dá-lhe vantagem dinâmica.

Jaguar XJ220

Jaguar XJ220Fonte: Jaguar/Media
Fabricante: Jaguar
Produção: 1988 a 1994

Já referenciamos o Jaguar XJ220 na abertura desta lista. Foi destronado pelo McLaren como carro de produção mais rápido do mundo F1. No entanto, este superdesportivo de que se fizeram apenas 275 unidades marcou o ano de 1992 ao atingir a volta mais rápida para carros de série no famoso “Inferno Verde” ou circuito de Nürburgring: 7:46.36 segundos, que manteve até 2000. O motor 3.5 litros de 6 cilindros em V recebia dois turbocompressores e debitava uma potência de 550 cv e 644 Nm. Velocidade máxima de 341,7 km/h atingido na pista de testes de Nardo, em Itália.

Toyota Supra (4.ª geração)

Toyota SupraFonte: Toyota/Media
Fabricante: Toyota
Produção: 1978 a 2002

O Toyota Supra é um ícone no seio dos carros desportivos. Com linhas agressivas e equipado com muita tecnologia dispõe de aprimorado controlo de tração e excelente capacidade de travagem. E, pelo seu sucesso, merece integrar a lista dos melhores carros dos anos 90. A anteceder a quarta geração, o Supra surge em 1990 com alterações significativas na mecânica e com uma nova motorização designada 1JZ-GTE de 6 cilindros e 2.5 litros bi-turbo, capaz de debitar 280 cv e de atingir os 250 km/h. A quarta geração (Mark IV) vê a luz do dia em 1993 e recebia duas motorizações, sendo que uma tinha 6 cilindros (2JZ-GE), 3.0 litros e 24 válvulas, com 223 cv. Porém quando equipada com dois turbos a potência subia para os 324 cv. Uma máquina que fez sucesso em 1995 quando brilhou no filme “Velozes e Furiosos”.

Mercedes-Benz CLK-GTR LM

Merecedes CLK GTRFonte: Mercedes/Media
Fabricante: AMG-Mercedes
Produção: 1998 a 2000

Mais um superdesportivo que reclama um lugar na lista dos melhores carros dos anos 90. Construído para participar no Campeonato Mundial FIA GT, 24 Horas de Le Mans, em 1998, e igualmente no Campeonato GIA GT Championship o Mercedes-Benz CLK-GTR LM é uma máquina feita para as pistas e para a alta competição. Com 600 cv de potência atingia velocidades na ordem dos 330 km/h (treinos para as 24 Horas de Le Mans em 1998), mas a marca reivindicou velocidade máxima de 335 km/h. Ao todo foram construídas quatro variantes deste modelo, bem como, uma versão de estrada cumprindo desse modo os regulamentos da FIA em 1998.

Ford Escort RS Cosworth

Ford Escort RSFonte: Ford/Media
Fabricante: Ford Europa
Produção: 1992 a 1996

A palavra Cosworth remete-nos imediatamente para o universo Ford e para o estrondoso Escort RS Cosworth. Um potente carro de ralis que deliciou pilotos e público tal era a exuberância e a agilidade com que palmilhava os troços dos mais diversos ralis. Projetado para integrar o Campeonato Mundial de Rallis no Grupo A, competiu entre 1993 e 1998. As versões de estrada foram comercializadas entre 1992 e 1996, em séries muito limitadas. O Ford Escort RS Cosworth era facilmente identificável devido ao grande spoiler traseiro, chamado “cauda de baleia”. Na versão standard o motor debitada 227 cv.

Ferrari F50

Ferrari F50
Fabricante: Ferrari
Produção: 1995 a 1997

O Ferrari F50 insere-se no segmento dos supercarros, tem motor central-traseiro, dois lugares e duas portas. O 50, no nome, identifica o 50.º aniversário da marca de Maranello (Itália). O motor 4.7 litros V12 aspirado debita 520 cv e atinge velocidade máxima de 328 km/h. Desta obra de arte, que integra a lista dos melhores carros dos anos 90, foram construídos apenas 349 exemplares, sendo que o último saiu da linha de montagem em 1997. Antes de terminar a produção do F50 a Ferrari construiu em 1996 uma variante destinada unicamente às pistas: F50 GT, com o mesmo motor, mas ajustado para atingir 750 cv.

Honda NSX

Honda NSX
Fabricante: Honda
Produção: 1990 a 2005

O Honda NSX é outro ícone do mundo automóvel. Inserido também no segmento desportivo foi produzido pela Honda seguindo a tradição das grandes marcas que nos anos 90 pontificavam na Europa, como Ferrari, Porsche ou Lamborghini, aqui citadas. Com motor central-traseiro, dois lugares e duas portas o NSX foi produzido pela Honda de forma artesanal e recebeu algumas inovações, como a carroçaria inteiramente feita em alumínio, que também foi usado nos braços das suspensões e nos bancos. O objectivo era diminuir peso tornando o automóvel mais rápido e ágil. O que foi conseguido. Linhas agressivas e faróis escamoteáveis constituíam a assinatura do design do NSX.

Veja também:

Valdemar Jorge Valdemar Jorge

No seu ADN encontramos a paixão pelos automóveis enrolada no gosto por contar histórias. Profissionalmente conta com 34 anos de jornalismo, praticamente os mesmos que o hobby que escolheu – a fotografia. O seu lugar favorito, hoje, é na estrada, sentado ao volante de um carro que vai ser apresentado amanhã, a fazer um teste drive para escrever a crónica que o prezado leitor poderá ler esta noite.

Também lhe pode interessar: