Publicidade:

6 destinos de Natal absolutamente mágicos

Frio é sinónimo de Natal que pode perfeitamente ser sinónimo de umas férias bem passadas. Conheça os melhores destinos de Natal que temos para si e divirta-se!

6 destinos de Natal absolutamente mágicos
Cidades que respiram o espírito de Natal

A magia do Natal está nas pequenas coisas: uma caneca a fumegar, comidas reconfortantes, luzes, música, a procura incessante pelo presente perfeito para os que mais amamos e a ponta do nariz congelada, a contrastar com os pensamentos quentes da quadra. Se sempre sonhou em fazer algo diferente, deixe-se convencer por este conjunto dos melhores destinos de Natal que escolhemos para si.

Destinos de Natal: 6 cidades que respiram o espírito de Natal


1. Praga, República Checa

vista sobre praga

Nada supera o charme de Praga quando o assunto que está em cima da mesa são os melhores destinos de Natal. Para quem já visitou vários, é quase unanime que o mais belo e mais vibrante mercado de Natal de toda a Europa está aqui, na cidade de Mozart, Kafka, Frank Gehry e Václav Havel. Com as suas famosas atrações devidamente enfeitadas e todas mais brilhantes do que em qualquer outra altura do ano, celebrar o Natal em Praga é algo a experienciar, pelo menos, uma vez na vida.

Experimente jantar com Mozart, faça compras no melhor mercado de Natal da Wenceslas Square, passeie pela Praça da Cidade Velha, saboreie a tradicional ceia checa e suba até ao topo do Castelo de Praga e deixe-se encantar pelos telhados convenientemente decorados com a neve que por ali cai nesta altura do ano.

2. Budapeste, Hungria

Desde andar de elétrico enfeitado a rigor, a patinar na pista de gelo do Parque da Cidade, Budapeste é um dos destinos de Natal mais fascinantes da Europa. Com grandes tradições enraizadas, como assistir à Missa do Galo na Basílica de São Estevão ou fazer parte do tradicional e clássico Folk Show Húngaro, Budapeste não deixará ninguém indiferente com a sua programação festiva.

O Mercado de Natal na Praça Vorosmarty, a Feira de Natal na Basílica, os banhos nas termas Szechenyi, os cruzeiros noturnos no rio Danúbio rodeados por esta cidade encantada, o sabor do bolo da chaminé na Feira de Natal, são algumas das coisas que não vai querer perder. Outra sugestão, para algo mais alternativo e pitoresco, é passar pelo Szimpla Kert, uma antiga fábrica convertida em espaço cultural, com tudo aquilo que alguma vez imaginou.

3. Tallinn, Estónia

vista sobre tallinn

Considerado um dos melhores destinos de Natal da Europa, nesta quase-cidade nórdica vai poder caminhar pelas imensas ruas de paralelepípedos por toda a Cidade Velha, enquanto se deixa inebriar pela nostalgia deste paraíso de inverno conhecido por poucos. Desde a participação nos programas especiais de inverno, como aldeias de Natal, até a exploração dos reinos do Museu ao Ar Livre da Estónia (tradução literal de Open Air Museum), Tallinn será sempre uma das principais artérias do coração da Europa durante o Natal.

Em Tallinn, nesta época do ano, poderá patinar no centro histórico, saborear o vinho quente nas muitas tabernas medievais, explorar as igrejas do período igualmente medieval, fazer compras no mercado de Natal da principal praça da Cidade Velha ou fugir um pouco da confusão e deixar-se perder pela oferta mais alternativa do vibrante centro criativo de Telliskivi.

 4. Cracóvia, Polónia

Se a sua ideia é passar um Natal coberto de neve e cercado de tesouros culturais, faça já uma cruz no mapa perto de Cracóvia. Além dos costumes ancestrais, todos sabemos que, quando se trata desta época do ano, a Polónia tem uma tradição única e, talvez, um nadinha bizarra.

Berços de Natal (szopki, como são conhecidos localmente) são uma combinação entre uma casa de bonecas, uma casa de gengibre e o presépio. A maioria dessas miniaturas assemelham-se à Basílica de Santa Maria. A partir de 1937, a cidade decidiu apoiar essa tradição única patrocinando uma competição szopka. Todos os anos, o szopki vencedor é exposto no Museu de História de Cracóvia.

Em dezembro, há um Mercado de Natal na Cidade Velha e outro mais pequenino ao lado da estação de autocarros e comboios. Em ambos, poderá provar a tradicional comida polaca, desde os bigos aos pierogi, e beber o maravilhoso vinho quente nas diferentes bancas. Ao contrário dos populares destinos de Natal na Europa, Cracóvia não é tão lotada e é muito mais barata. Uma opção a ter em conta.

5. Dresden, Alemanha

mercado de dresden

Dresden é palco do mais antigo mercado de Natal da Alemanha, o que faz desta cidade um dos melhores destinos de Natal. A principal atração da cidade é o Striezelmarkt, o famoso e tradicional mercado de Natal que existe desde 1434.

Localizada no centro da cidade, na Altmarkt Square, a visita ao mercado não fica completa sem antes experimentar o tradicional vinho quente, Gluehwein, e o Bolo de Natal Alemão, Hefestriezel, que também deu o nome ao mercado. Aqui, os famosos quebra-nozes feitos a partir dos minerais das montanhas são, ainda hoje, uma referência para os pequenos e graúdos. Apesar do frio, os mercados estão abertos até tarde e são um ótimo lugar para terminar o seu dia com uma refeição local.

6. Viena, Áustria

Do céu estrelado em Belvedere às ruas de Graben e Kärntner Strasse, cada pedaço de Viena parece um lugar encantado, saído do cenário de um filme da época vitoriana. É desnecessário dizer como prosperam os mercados de Natal por estes lados da Europa, mas para aqueles sortudos que chegam a Viena durante esta época, é obrigatório explorar os mercados de rua e passear pelos recantos desta deslumbrante cidade durante a noite.

Perca-se pelo Belvedere Palace, saboreie as delícias culinárias servidas das formas mais criativas, ponha-se confortável com uns copos bem quentinhos de Weihnachtspunsch, apanhe o autocarro panorâmico noturno e termine o dia como figurante do presépio na St. Peter’s Church.

Aproveite o que resta do ano para proporcionar a si e aos seus um Natal completamente diferente do habitual.

Veja também: