Publicidade:

10 coisas que deve saber sobre o novo Mercedes CLA

O novo Mercedes CLA atesta o contínuo progresso tecnológico da marca e apresenta, nesta nova geração, atributos distintos, face à concorrência. Saiba mais.

 
10 coisas que deve saber sobre o novo Mercedes CLA
Fonte: Mercedes/divulgação

A feira internacional de tecnologia para o consumidor – CES – Consumer Electronic Show 2019 –, que decorre anualmente em Las Vegas, foi o palco escolhido para a apresentação do novo Mercedes CLA. Sendo um ambiente que explora os limites da inteligência e da tecnologia atual e conetividade móvel, em diversas componentes de produtos e serviços digitais previstas para o mercado mundial, a Mercedes – cuja presença tem sido assídua em edições anteriores – decidiu apresentar um modelo de série que incorpora a sua política atual de conceber automóveis emocionalmente movidos pela tecnologia sensorial – MBUX (Mercedes-Benz User Experience) – e pelo design sofisticado e vanguardista nos modelos da gama.

Facto é que o Mercedes CLA se posiciona num segmento de mercado cuja concorrência é quase inexistente, especialmente quando conduzimos o olhar pela sua silhueta elegante e desportiva e reparamos que este modelo está inserido numa categoria idêntica à do seu “pai” CLS, que revolucionou o mercado, em 2004, com a primeira geração de um coupé familiar com quatro portas.

A apresentação em Las Vegas foi estrategicamente bem escolhida por parte da Mercedes, uma vez que as motivações da marca são bastante recetíveis no mercado norte-americano, onde os classes A e CLA se traduziram nos principais modelos vendidos, particularmente entre o grupo de consumidores de gerações mais novas.

O novo sistema Interior Assist, integrado do MBUX, foi sem dúvida a primeira abordagem na apresentação do Mercedes CLA. Este sistema de assistência por comandos vocais, integrado no interior do carro, foi introduzido há um ano, na CES 2018, com a apresentação do novo classe A. Inicialmente, as guidelines deste novo sistema comandado pela voz do condutor limitava-se a obedecer através de pedidos simples, aplicados em situações limitadas como ligar e regular a temperatura do ar condicionado, fazer chamadas pelo telemóvel ou, simplesmente, introduzir coordenadas no GPS.

Com a nova melhoria de combinação de algoritmos, esta tecnologia consegue agora reconhecer quando o condutor entra no carro e ativa-se automaticamente, iluminando os bancos apenas com a presença de movimento e reconhecendo, detalhadamente, pedidos derivados de frases mais complexas, de forma a entender o propósito do condutor. Segundo Britta Seeger – membro do conselho de administração da Daimler e responsável pelas vendas e marketing – “A nova edição do CLA, que foi desenvolvido de um modo mais inteligente, é ainda mais emocional e desportivo do que o seu antecessor”.

Esta geração MBUX insere-se igualmente na temática dos novos assistentes de condução. A inteligência artificial deste sistema vem auxiliar todas as abordagens de condução, com o uso de radares e câmaras que conseguem detetar o que se passa na estrada a 500 metros de distância. Estas premissas instaladas no cérebro do MBUX são traduzidas, igualmente, para – pela primeira vez – auxiliar o CLA na condução semi-autónoma, em situações particulares.

O novo CLA é verdadeiramente um concentrado de tecnologia da realidade futura. Em paralelo à componente científica, decidimos partilhar outros atributos de destaque que se encontram disponíveis nos 4,69 metros deste novo elemento da marca, disponível no final de fevereiro.

Conheça as 10 novidades apresentadas no Mercedes CLA


novo mercedesFonte: Mercedes/divulgação

1. Design do CLA

Imponente, atlético e elegante, o design exterior do novo Mercedes CLA evoca a combinação de um design altamente desportivo e refinado, ao mesmo tempo. Tal como o seu antecessor, este novo CLA traduz-se com as linhas facultadas do CLS, ainda que numa configuração mais compacta. As formas pronunciadas no design exterior prestam novamente tributo à combinação de uma silhueta coupé, sem a interrupção da curvatura dos vidros e a versatilidade das 4 portas. A nova abordagem de design, por parte da Mercedes, continua presente – desde o lançamento do CLS e classe A –, cuja supressão de linhas culminaram em formas suaves e esculturais, pronunciadas desde a frente baixa e larga que incorpora apêndices aerodinâmicos para conjugar uma eficiência dinâmica e um apelo desportivo, desde a raiz.

No passado recente, a Mercedes lançou a versão Sedan do classe A, cujo lançamento questionou se, de facto, este seria o novo CLA. Na verdade, tratava-se única e simplesmente de uma versão mais longa do modelo compacto, introdutório nesta variante, de forma a garantir mais espaço a bordo e conquistar, por isso mesmo, outros mercados mundiais – nomeadamente a China.

designFonte: Mercedes/divulgação

O novo CLA, por sua vez, responde com uma linguagem estilística mais interessante, do ponto de vista desportivo, com um novo desenho dos faróis traseiros e dianteiros bipartidos, uma frente mais inclinada e capot mais baixo, com a grelha de padrão diamante redesenhada, as vias dos para choques e do guarda lamas especialmente mais largas (63mm adicionais na dianteira, 55mm extra na retaguarda) e com um centro de gravidade mais baixo. De forma a proporcionar uma condução mais  dinâmica e desportiva, a largura entre eixos foi igualmente aumentada. Com estas dimensões, o novo CLA posiciona-se entre a sua versão Sedan e o classe C Limousine.

Como anteriormente, estão associadas as versões Urban, Sport e AMG para as diferentes conjugações de pacote de homologação no visual do CLA.

2. Interior

Tal como no classe A, a arquitetura do interior do CLA foi moldada para garantir simplicidade e sofisticação. O novo código de design, já presente no modelo compacto, continua a exercer um código visual cativante e que se diferencia da concorrência, que a Mercedes apelida de high tech e youthful avant-garde. 

O contraste do ecrã independente de alta definição gráfica que continua bem perto do lado do passageiro e o posicionamento das luzes de presença a bordo, a continuidade das formas simples e retas que vão desde o tablier até aos painéis das portas, são particularidades fascinantes e que foram bem revistas pela equipa de design de interiores da Mercedes.

interiorFonte: Mercedes/divulgação

O espaço a bordo foi aumentado e a ergonomia melhorada – especialmente para os ocupantes dos bancos traseiros –, visto que, neste tipo de modelos de silhueta baixa, a acessibilidade tende a ser mais reduzida. O espaço atrás, para as pernas, aumentou 1 mm, a largura à altura dos ombros cresceu 22 mm, à altura dos cotovelos subiu 44 mm e o espaço para a cabeça cresceu 3 mm.

A capacidade de litros na bagageira melhorou, uma vez que o novo desenho dos faróis traseiros está agora repartido entre a carroçaria e a abertura da mala e, desta forma, foi feito o aproveitamento do espaço, anteriormente ocupado pelo bloco completo do farol embutido.

3. Sistema MBUX renovado

Longe vão os tempos em que o comando de assistência por voz teria que ser curto e seco. As ordens dadas por palavras chave são agora substituídas por frases e o novo Interior Assist integrado associa o pedido solicitado, ainda que este não seja propriamente específico. O novo sistema de conversão de dados do MBUX está mais inteligente e tem agora a capacidade de iluminar zonas ou compartimentos mais escuros, através dos movimentos do corpo ou gestos de mãos do condutor.

4. Conetividade

O sistema MBUX está mais inteligente e tem agora a capacidade de entender estados emocionais do condutor. A opção Energizing Package Plus é um pacote extra que pode ser adquirido para reunir um emparelhamento com um SmartWatch e medir o batimento cardíaco e os níveis de stress emocional do utilizador. Esta leitura é transmitida ao sistema de inteligência artificial do CLA que analisa estes dados e providencia, em seguida, um ajuste da temperatura adequada no interior, sintoniza o rádio automaticamente em harmonia com a combinação de luzes relaxantes, assim como aciona massagens no banco do condutor, de forma a proporcionar uma melhoria do seu estado de espírito.

Existem vários packs Energizing disponíveis, que têm por base um algoritmo inteligente que recomenda vários modos de relaxamento, em função do estado emocional do condutor. A Mercedes providenciou um Smart Watch – apresentado na CES – denominado de Vivoactive 3 que ajusta as estatísticas emocionais às atuais do utilizador, no momento específico em que entra a bordo do CLA.

5. Dinâmica e conforto

A expressão de “Conduz-se da mesma forma que o admira” traduz-se em pleno com a dinâmica do novo Mercedes CLA. Graças a uma elevada distância das vias (63 mm adicionais no eixo dianteiro e um acréscimo de 55 mm no eixo traseiro comparativamente ao modelo antecessor) e um centro de gravidade mais baixo, o CLA promete reproduzir sensações ao volante dignas de um desportivo, inerentes a todos os modelos atuais de gama compacta.

Graças ao novo eixo traseiro multi-link (que desta vez se encontra isolado),  o sistema Direct-Steer (de série) e os apoios hidráulicos no eixo traseiro contribuem para uma condução dinâmica, direta e para uma redução acentuada de ruídos e vibrações em andamento. A barra estabilizadora está agora mais reforçada e permite diminuir, ainda mais, as oscilações da carroçaria.

confortoFonte: Mercedes/divulgação

Em opção, o Mercedes CLA disponibiliza os modos de configuração de condução: Económica, Confortável e Desportiva. O ESP foi reprogramado especialmente para combinar as elevadas prestações dinâmicas do CLA, sobretudo em curvas de alta velocidade.

O novo Mercedes CLA disponibiliza a homologação de jantes entre as 16 e as 19 polegadas e pneus entre 205/60 R 16 e 225/40 R 19 (de série).

6. Nova experiência de condução assistida

O Mercedes CLA utiliza os dados do mapa e de navegação nas funções de assistência. Por exemplo, o Active Distance Assist DISTRONIC incluído no opcional pack Driving Assistance, pode assistir o condutor em várias situações específicas do percurso e ajustar antecipada e confortavelmente a velocidade como, por exemplo, quando se aproxima de curvas, cruzamentos ou rotundas. Também estão incluídos, por exemplo, os sistemas Active Emergency Stop Assist e o intuitivo Active Lane Change Assist.

O Mercedes CLA pode utilizar os dados do mapa de navegação para ter assistências numa condução dinâmica. Chama-se Distance Assist Distronic – que está incluído no pack Driving Assistance -, que avisa e assiste o condutor quanto à aproximação de várias situações específicas dentro do seu percurso e ajusta, antecipadamente, o conforto e a capacidade dinâmica do CLA, quando se aproxima de curvas apertadas, cruzamentos ou rotundas.

O Brake Assist foi melhorado e aperfeiçoado e é mais sensível em advertir o condutor em reduzir as consequências de colisão traseira, mas também com ciclistas e pedestres. Este sistema fica associado ao Pre-Safe Plus, que consegue reconhecer uma colisão iminente e, caso seja persistente e esteja perto da sua ocorrência, o sistema aplica uma travagem firme de forma a que, na colisão, os elementos a bordo não sintam os solavancos para a frente, no momento do impacto.

O Active Lane Keeping Assist (que desta vez vem de série) compromete-se em emitir vibrações no volante, se o veículo sair inadvertidamente da sua faixa de rodagem, dentro de velocidades compreendidas entre os 60 e os 200 km/h. No caso do CLA transpôr um traço contínuo, este sistema poderá redirecionar o volante e levar o veículo novamente para o centro da faixa de rodagem, de forma segura.

7. Motorizações mais eficientes

O novo Mercedes CLA foi apresentado em Las Vegas com o bloco 250 a gasolina de quatro cilindros, com 225 cavalos de potência e com 350 Nm de binário e todos os modelos (neste momento) vêm equipados com a caixa de dupla embraiagem 7G-DCT. O consumo de combustível combinado anunciado revela valores entre os 6.3 – 6.1 l/100 km e um ciclo combinado de emissões CO2 entre os 143-140 g/km.

Somente em maio, do presente ano, estarão disponíveis as restantes gamas de motores a gasolina e diesel, assim como a possibilidade da caixa de velocidades manual, de dupla embraiagem e ainda o sistema de tração integral 4 Matic.

8. Mais visibilidade

A nova gama de compactos da Mercedes transfere a tecnologia de modelos do segmento de luxo. Os faróis opcionais, Multibeam LED, possuem uma regulação eletrónica extremamente rápida e eficaz em adaptar a iluminação do CLA às situações adversas do trânsito, em curvas apertadas, aos variados níveis do solo e têm, ainda, a função anti-encandeamento.

Cada farol do Mercedes CLA é constituído por 18 LED controlados individualmente. O equipamento opcional LED High Performance confere uma luz agradável e de presença para aqueles que avistam a frente do CLA a aproximar-se. De série, os faróis incorporam as tradicionais luzes a halogéneo. Os faróis traseiros em LED estão igualmente disponíveis e, em algumas gamas, são de série.

9. Coeficiente de aerodinâmica melhorado

Faz parte da tradição da Mercedes desenhar os seus coupés, de forma a garantir uma beleza exterior que atrai os olhares de quem assiste à sua passagem. Mas existe um propósito igualmente importante quando se trata de eficiência dinâmica. A sua silhueta prolongada, assim como os seus spoilers, difusores de ar, cavidades na carroçaria e nos retrovisores, o perfil dos pneus e posicionamento dos para choques ajudam na matéria de atrito e de resistência ao ar.

O coeficiente de atrito é estudado muito antes do design que dá o visual ao Mercedes CLA, onde as formas e a proporção do modelo são matematica e fisicamente pré visualizadas. Este é um processo exaustivo de avaliação do fluxo do ar sobre a carroçaria do automóvel, que se conclui apenas quando o modelo se encontra perante um enorme túnel do vento. Os engenheiros da Mercedes dão como registados um coeficiente aerodinâmico (Cd) de 0.23.

10. Previsão no mercado

O novo Mercedes CLA estará disponível no mercado, a partir de maio. Após o lançamento comercial do CLA, espera-se receber a versão shooting brake.

Esta nova geração do CLA volta a traçar uma página naquilo que a Gordon Wagener – diretor-chefe do departamento de Design da Mercedes-Benz – assume ser o verdadeiro manifesto de “Sensual Purity”, continuar com a inovação e a beleza intemporal dos modelos da estrela de três pontas. E esta estratégia tem vindo ser registada sob factos e números, particularmente na gama de classe A que registou o maior volume de vendas da marca.

Veja também: