Publicidade:

15 truques para organizar a casa com pouco dinheiro

A viver com um orçamento apertado? Saiba como organizar a casa com pouco dinheiro e garantir que mantém o conforto a que está habituado.

15 truques para organizar a casa com pouco dinheiro
Orçamentos baixos também servem

Quem gere mensalmente um orçamento familiar apertado sabe bem que, muitas vezes, essa é uma arte em tudo semelhante ao malabarismo. Saber como organizar a casa com pouco dinheiro é quase como saber “fazer omeletes sem ovos”, mas, ao contrário da metáfora, não é totalmente impossível.

Porque a partilha de conhecimentos nunca é de mais, recolhemos algumas dicas para acrescentarmos a nossa contribuição. Nós sabemos como organizar a casa com pouco dinheiro, e acreditamos que este artigo é um verdadeiro manual de instruções.

Como organizar a casa com pouco dinheiro


1. Pense ao mês

como organizar a casa com pouco dinheiro

A primeira dica é que abandone as visitas diárias ao supermercado e comece a planear as compras ao mês. Este planeamento vai ensinar-lhe como organizar a casa com pouco dinheiro porque vai obrigá-lo a comprar coisas em quantidade (já que só voltará às compras no mês seguinte) e com isso vai levá-lo a olhar mais para os pacotes familiares ou maxi – que geralmente saem mais baratos do que comprar a mesma quantidade de produto em embalagens pequenas.

Por outro lado, o facto de fazer as compras ao mês vai permitir-lhe avaliar primeiro os folhetos promocionais dos supermercados e anotar as promoções. Promoções, já se sabe, levam a poupança – por isso são a lição número um para quem quer saber como organizar a casa com pouco dinheiro.

2. Solte o criativo que há em si

Compras mensais ou semanais: qual a melhor opção?

Tudo em casa pode ser remodelado: tecidos, móveis, almofadas… Se gostava de dar um ar novo à sua casa mas o dinheiro não é muito, liberte o seu lado mais criativo e dedique-se aos trabalhos manuais. Uma mesa pintada de outra cor vai deixar de parecer a mesma – e o mesmo se aplica a roupas, cortinados… o que quiser.

Para saber como organizar a casa com pouco dinheiro vai precisar de alguma criatividade, mas o resultado, além de ótimo, é único, porque não vai haver casa nenhuma igual à sua. Fica com uma decoração nova, barata e muito original.

3. Arrume como se não houvesse amanhã

Compras mensais ou semanais: qual a melhor opção?

O maior segredo dos grandes mestres da arte de como organizar a casa com pouco dinheiro é a organização. Saber onde estão todas as coisas e ter consciência permanente que as tem vai evitar que compre produtos duplicados ou que procure soluções compradas para desafios que pode muito bem resolver com o que tem em casa.

Não tem de ter tudo à vista, mas é essencial que saiba exatamente o que tem e onde está. A organização é amiga da poupança, por isso, tem de cultivar uma se quer conseguir dominar a outra.

4. Crie missões familiares

Compras mensais ou semanais: qual a melhor opção?

Não faça tudo sozinho. Saber como organizar a casa com pouco dinheiro é saber que essa é uma tarefa de todos os que lá vivem, por isso não deixe que o resto da família destrua o que está a tentar construir. Atribua pequenos objetivos às crianças que contribuam para a organização geral da casa – como arrumar uma divisão, por exemplo – e mostre-lhes a importância desse trabalho.

A vantagem desta dica é dupla: não só as crianças ficam entretidas (em vez de ficarem à frente da TV a ver anúncios de brinquedos que depois vão pedir), como muitas vezes acabam por deparar-se, durante as arrumações, com brinquedos que já nem se lembravam que tinham – e que por serem novidade outra vez vão ofuscar a vontade de pedir brinquedos novos.

Outras dicas práticas

como organizar a casa com pouco dinheiro

1. Guarde todos os frascos de compota, azeitonas, comida de bebé e afins para colocar especiarias, chás, sementes, café, cacau, lascas de amêndoa, nozes, pepitas de chocolate e um sem fim de coisas.

2. As latas de conserva também são ótimas para organizar todas as suas coisas, como lápis, tesouras, réguas, colheres medidoras, pincéis de maquilhagem, guardar conjuntos de costura ou os auscultadores.

3. Aproveite as caixas de ovos para organizar elásticos e ganchos, a sua gaveta dos acessórios ou a da secretaria para separar clipes, agrafos, borrachas e outros pequenos utensílios.

4. Compre um organizador de sapatos e use-o para guardar os mais variados objetos: brinquedos, utensílios de cozinha, detergentes, os ingredientes da despensa, os lápis e marcadores dos seus filhos, cabos, acessórios, luvas e lenços, lãs e agulhas, ferramentas, etc.

5. Se nas gavetas a roupa acaba por ficar toda misturada, invista em caixas de papel baratas para melhor organizar camisolas e camisas. Vai conseguir arrumar mais roupa e, na troca de estação, perde menos tempo na mudança.

6. Não se esqueça de identificar todos os frascos, caixas e novos lugares das suas coisas para que todos, em casa, saibam onde está o quê.

7. Nas cruzetas, coloque argolas de uma velha cortina de chuveiro para pendurar bonés, echarpes, gravatas, cintos e até camisolas ou parafusos para organizar bijuteria. Recorra também aos cabides para malas: são baratos, práticos e não ocupam espaço.

8. Caixas de gelado, de sapatos ou de take-away, são excelentes para organizar as gavetas da roupa interior.

9. Aproveite os arquivadores que já não usa para arrumar os chinelos, pantufas, sandálias rasas e sabrinas. As sapateiras verticais também podem ser uma opção.

10. Organize os armários da cozinha, o frigorífico e o congelador com caixas de plástico. Fica tudo arrumado no sítio certo, é mais fácil encontrar o que procura e limpar.

11. Por fim, tente reciclar e reutilizar o mais possível. Se tiver caixas perdidas em casa, use-as em vez de comprar novas, por exemplo. O Pinterest é bom um aliado, seja o que for que precisa organizar, numa pesquisa rápida vai encontrar ótimas soluções práticas e baratas.

Saber como organizar a casa com pouco dinheiro é uma arte e, se há famílias que são verdadeiras profissionais, há muitas que ainda não sabem sequer por onde começar. Devemos, por isso, ir partilhando o conhecimento – porque uma vida mais organizada traz mais estabilidade emocional e, em última análise, mais feliz!

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].