Publicidade:

Dentes brancos com pasta de dentes preta? Sim, mas com moderação

Parece estranha mas garante um branqueamento dentário sem ter de ir ao dentista. A pasta de dentes preta chegou e está para ficar, mas requer uso moderado.

Dentes brancos com pasta de dentes preta? Sim, mas com moderação
Promete dentes mais brancos

Dentes direitos e branquinhos, quase perfeitos, são o eterno sonho e desafio de praticamente toda a gente. E o que não faltam são produtos que prometem ajudar a alcançar este objetivo: dos aparelhos corretivos aos branqueamentos, passando pelo fio dentário. E com o aumento da procura pela estética cresceu também a oferta de pastas branqueadoras. Neste capítulo, a nova moda é a pasta de dentes preta, cada vez com mais adeptos.

Pensar numa pasta de dentes preta capaz de deixar os dentes brancos pode parecer contraditório. Afinal, a cor torna-a fora do normal e deixa os mais céticos desconfiados. Mas é precisamente a diferença que acaba por também conquistar muita gente. A verdade é que falamos de um produto que de estranho só tem a cor, até porque parece e sabe a pasta de dentes como seria de esperar. Mas será este dentífrico seguro?

Fique a conhecer melhor este produto dentário e saiba se, de facto, é ou não uma boa escolha para a sua rotina de higiene diária.

Saiba tudo sobre a pasta de dentes preta


conheça a pasta de dentes preta

Ter os dentes tão brancos quanto se deseja nem sempre é tarefa fácil. Basta beber café diariamente ou fumar um cigarro de vez em quando para se tornar mesmo num desafio hercúleo e mesmo sem ter nenhum destes vícios nunca estamos satisfeitos com a tonalidade dos dentes. Talvez por isso as pastas branqueadoras em geral, e a pasta de dentes preta em concreto, tenham tanto sucesso.

Mas afinal que pasta é esta e a que se deve a sua cor negra? O tom anormal desta nova pasta deve-se ao carvão ativado que existe na sua composição e que, garantem os fabricantes, forma umas partículas que filtram as impurezas e conseguem destruir a placa bacteriana (eliminado o tom amarelado dos dentes). Estes produtos prometem ainda fortalecer o esmalte e duplicar a proteção contra cáries, sendo mesmo capazes de as eliminar quando nos estágios iniciais.

Por outro lado, estas pastas dentárias são na generalidade 100% naturais, não tendo qualquer tipo de aditivo ou ingrediente químico. O facto de serem vegan, sem glúten e produzidas com ingredientes orgânicos torna-se numa mais-valia para muitos consumidores.

Regra geral, o sabor da pasta de dentes preta é o mais comum de todos: um sabor forte a menta, que deixa o hálito fresco e aquela sensação de limpeza procurada em qualquer dentífrico. No entanto, é bastante habitual que entre os seus ingredientes esteja o coco ou o limão.

É realmente benéfica?

Afinal, apesar das aparentes vantagens, este produto é ou não benéfico? Em primeiro lugar é importante que saiba que ao tentar branquear os dentes com uma pasta dentífrica está a remover as manchas superficiais e, infelizmente, estes produtos costumam ser abrasivos para os dentes e até para as gengivas. O mesmo se aplica à pasta negra.

Ora, acontece que também não existem quaisquer provas científicas de que o carvão ativado melhore a sua saúde oral. Significa isto que, embora note um aclaramento, pode mesmo estar a prejudicar os seus dentes, desgastando o esmalte e provocando sensibilidade dentária.

Posto isto, existem no mercado algumas pastas que aliam o carvão ao flúor, tornando-se mais seguras. Se a sua utilização for pontual não deverá haver problema, especialmente se seguir à risca os conselhos do seu médico dentista. Contudo, não deve fazer deste produto a sua pasta de todos os dias, dado que uma utilização contínua e com regularidade poderá ter implicações na sua saúde bocal.

Importa ainda referir que, por precaução, estas pastas não devem ser utilizadas por pessoas com sensibilidade dentária ou com algum problema bocal.

Lavar os dentes de forma correta


Embora não seja uma ciência, é importante que saiba lavar os dentes da melhor forma. Uma boa higiene oral remove a placa bacteriana, formada não só por bactérias mas também por restos de comida que possam ficar presos nos dentes. Esta placa deve ser removida através da escovagem frequente, de modo a evitar problemas orais.

Talvez não saiba mas existe uma tática de higiene oral para manter os dentes saudáveis: 2x2x2. Significa que deve escovar os dentes 2 vezes por dia, durante 2 minutos e aguardar exatamente 2 horas para comer após a lavagem dos dentes. Claro está que deve escolher uma boa escova, adequada às suas necessidades e à sensibilidade da sua boca.

Veja também:

Inês Pereira Inês Pereira

Licenciada em Jornalismo e Pós-Graduada em Branding e Content Marketing, sempre se deu bem com a escrita. Embora prefira escrever com um teclado, não acredita nessa ideia de ler um livro através de um ecrã: um livro lê-se em papel e tem um marcador. Gosta de fotografia, de história e de conhecer o mundo.