Publicidade:

12 dicas para poupar em restaurantes

Nos dias de hoje, toda a poupança conta. Não tendo de abdicar das refeições fora, estas 12 dicas vão ajudá-lo a poupar em restaurantes.

12 dicas para poupar em restaurantes
Saiba como economizar quando come fora

Almoçar ou jantar fora é, para muitos de nós, um luxo, e para outros uma necessidade, muitas vezes pela falta de tempo para preparar as refeições em casa. Para que a conta não traga surpresas desagradáveis é importante saber como poupar em restaurantes.

12 dicas para poupar em restaurantes

1. Promoções, descontos, cupões e afins

poupar-em-restaurantes

Esteja atento às campanhas e promoções, seja do lançamento de um novo restaurante ou franchising, de uma renovação, campanha solidária, entre outras situações que convidam a conhecer espaços, muitas vezes diferentes, da moda ou de luxo a preços mais convidativos. Espreite a iniciativa restaurant week, por exemplo.

Se procurar na internet ou nas aplicações disponíveis para telemóvel, também vai encontrar vários sites e apps com descontos. E, claro, esteja atento às redes sociais dos restaurantes favoritos para aproveitar eventuais concursos e eventos. Confirme, porém, se os cupões ou vouchers têm uma data e hora definidas, exceções ao menu, se contemplam bebidas e sobremesa, etc., para não ter uma surpresa desagradável.

2. Balcão, almoço e takeaway

poupar-em-restaurantes

Ora aqui estão três tópicos que, muitas vezes, ajudam a poupar em restaurantes. Há restaurantes que praticam preços mais acessíveis se a refeição for feita ao balcão e à hora de almoço.

Ao almoço, geralmente os restaurantes apresentam um prato do dia ou um menu diferente, a preços mais simpáticos. Um bom exemplo disso são os restaurantes de sushi. Os apreciadores podem abusar um bocadinho mais da hora do almoço para conseguirem controlar o orçamento.

takeaway torna-se também uma opção mais acessível e poderá poupar se levar os recipientes para trazer as refeições dos restaurantes.

3. Entradas? Dispense-as!

poupar-em-restaurante

Se for a um daqueles restaurantes que nos enchem a mesa de entradas, é bem provável que não resista a algumas delas. Por isso, antes que as coloquem lá, ou no exato momento, deixe bem claro que não as quer na mesa, pois vão, com certeza, engordar a conta.

4. Vinho: não ou a copo

vinho copo

Aqui está o que poderá ser uma das parcelas mais caras ao almoçar ou jantar fora. Para poupar em restaurantes, terá de optar por bebidas mais acessíveis, como água ou refrigerante.

Mas se aprecia um bom vinho às refeições, então uma forma de poupar será escolher vinho a copo, quando possível. Ficará sempre mais barato do que pedir uma garrafa de vinho (dependendo de quantos copos pedir, claro!).

5. Prato do dia? Sim!

poupar-em-restaurantes

Veja se há opções “prato do dia” e confira se estas são mais baratas do que as opções do menu para poder poupar se assim desejar.

6. Sobremesa: sem ou a meias

sobremesa

A par do vinho, as entradas e as sobremesas encarecem sempre, e muito, as refeições. Por isso, fique pelo prato principal. Porém, se não resiste às sobremesas, divida-as com outra pessoa. Se for algo bem doce e bem calórico, estará a poupar na carteira e na “linha”.

 7. Aproveitar as sobras

poupar-em-restaurantes

Se não comeu tudo terá de pagar tudo. Por isso, se achar conveniente pode pedir para levar para casa o que não comeu e aproveitá-lo para uma nova refeição. Não poupará nesta, mas poupará na seguinte.

8. Informe-se, pesquisando previamente

poupar-em-restaurantes

Se não quer ter surpresas muito desagradáveis com o tipo de comida e com o preço, informe-se sobre os restaurantes, pesquisando sobre eles previamente.

Veja as suas páginas de facebook e os comentários de outros clientes para ter uma noção daquilo que o espera. Há também inúmeras aplicações (apps) que permitem conhecer não só os preços médios praticados pelos restaurantes, bem como os menus e as críticas de pessoas que já passaram por aqueles espaços. É o caso da Zomato, Fork, TripAdvisor, etc.

9. Meia dose às vezes vale por uma

poupar-em-restaurantes

Procure saber como são servidas as doses pois, por vezes, meia dose dá perfeitamente para duas pessoas. Por outro lado, se vai almoçar ou jantar acompanhado, procure pedir o mesmo que a outra pessoa porque, por norma, uma dose é mais barata do que duas meias doses.

10. Aposte nos menus infantis

poupar-em-restaurantes

Se tem crianças pequenas, procure restaurantes que sirvam menus infantis. Estes são mais baratos e, ao mesmo tempo, evita-se o desperdício que acontece quase sempre que os mais pequenos comem uma refeição para adulto (em que metade fica no prato).

11. Evite comer fora em dias festivos

poupar-em-restaurantes

Dia dos Namorados, Passagem de Ano, Páscoa… Tudo ocasiões em que vai encontrar restaurantes cheios e, provavelmente, esperar mais e comer pior e mais caro.

12. Confira a conta

poupar-em-restaurantes

Por último, não se esqueça de confirmar a conta. Se já seguiu todas as nossas dicas para poupar em restaurantes, é importante conferir os valores com a certeza de que não foram contabilizadas bebidas que não pediu, ou uma dose em vez da meia que consumiu, entradas, sobremesas ou cafés-fantasma. Erros acontecem e num restaurante cheio ainda mais, por isso certifique-se de que está a pagar exatamente aquilo que lhe foi servido.

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro e não é responsável pelos produtos apresentados. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se quiser sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].