Publicidade:

Santiago do Chile: 10 locais que deve mesmo visitar

São quase 6 milhões de habitantes, numa cidade cravada no meio da cordilheira do Andes. Santiago do Chile é uma urbe cheia de segredos incríveis. 

Santiago do Chile: 10 locais que deve mesmo visitar
Rodeada pelos picos dos Andes, Santiago é uma cidade vibrante

Chegar a Santiago do Chile para quem vem da Europa é uma choque cultural tremendo. São milhares de pessoas nas ruas, em transportes públicos lotados, vendedores de tudo em todas as esquinas e cheiros deliciosos a comida de rua, desde espetadas, a batidos de fruta, até frango frito em carrinhos de supermercado transformados em bancas de cozinha.

Ir com a mente aberta é a melhor forma de se deixar apaixonar pela capital chilena e pelos seus habitantes.

Santiago do Chile, uma cidade cheia de atrativos


santiago do chile

Santiago do Chile é uma das mais vibrantes capitais latino-americanas. Fundada em 1541 pelo conquistador espanhol Pedro de Valdivia, tornou-se numa das mais afamadas metrópoles da região, repleta de locais imperdíveis e que são, em grande parte, testemunho de uma longa história, repleta de acontecimento mais ou menos felizes. E há muito para ver.

1. Mercado Municipal

Nada mais é que um tradicional mercado de peixe e legumes. Vale a pena um passeio rápido para quem quiser perceber como se vive o dia-a-dia no Chile. Não conte com um espaço super agradável e cheiroso. Tem uma zona de restaurantes simpática, onde deve experimentar o peixe grelhado, ou marisco.

2. Bairro Italiano

É voltar à Europa bem devagarinho. Esta zona da cidade tem ruas largas ladeadas de casas senhoriais antigas e longos caminhos de árvores. É uma zona muito agradável, cheia de comércio e de lojas de antiguidades. Aqui existem imensas galerias de arte com trabalhos de artistas chilenos, para além de excelentes restaurantes acolhedores, bonitos e com ótima comida.

3. Museu Violeta Parra

Próximo do bairro Italiano está o Museu Violeta Parra inaugurado em 2015, em honra da artista que levou o folclore chileno pelo mundo. Conhecer a cultura popular chilena passa por conhecer Violeta Parra. Este é um espaço simples e moderno, não muito grande, mas que alberga a vida e obra de uma das maiores artistas da América do Sul e é, sem dúvida, de visita obrigatória.

4. Museu da Memória e dos Direitos Humanos

A ditadura de Pinochet foi uma das mais aterradoras do mundo., responsável por milhares de mortes e desaparecimentos. O Museu da Memória serve exactamente para não deixar esquecer as atrocidades cometidas, e é um verdadeiro murro no estômago.

Passear pelas galerias do museu é conhecer a história do que foi o período mais negro da história do Chile, e homenagear de alguma forma as vítimas deste período. A entrada é gratuita e por apenas 2€ consegue um audio-guia em português.

santiago do chile

5. Plaza das Armas e La Moneda

Passeie sem pressas pelo centro histórico de Santiago e Plaza das Armas e demore-se nos vários cafés que existem nas redondezas, enquanto observa o quotidiano de milhões de chilenos. É uma boa forma de conhecer uma cultura. Para além disso, é nesta zona que está localizado o palácio La Moneda, o centro da vida política chilena e palco do golpe militar de 11 de setembro de 1973. Mais um local cheio de história que merece uma visita, mediante reserva prévia.

6. Cerro de San Cristóbal e Santa Lúcia

O Cerro de San Cristóbal fica no centro da cidade e tem uma panorâmica incrível da cidade – 360 graus, de lá de cima é possível ver quase tudo. Suba no funicular e demore-se no miradouro, para depois dar uma caminhada pelo parque. Pelo meio desfrute dos cafezinhos e experimente um ‘mote con huesillo’, uma bebida não alcoólica à base de trigo e pêssego. Visite também o Cerro de Santa Lúcia, à hora do pôr do sol, é mais pequeno que o de San Cristóbal, mas incrivelmente bonito e repleto de jardins. 

7. La Chascona, uma das três casas de Pablo Neruda

Fica no centro de Santiago, e foi durante anos o ninho de amor de Neruda e Matilde enquanto amantes, mais tarde tornou-se a residência oficial do casal. Vale a pena uma visita com audio-guia para conhecer as facetas do Nobel da literatura de 1971.

Para além desta casa, Neruda deixou mais duas no Chile, uma em Valparaíso, no topo de morro com vista para o mar, era a casa onde dava grandiosas festas, pelas quais era aliás conhecido, e a Casa da Isla Negra onde está sepultado com Matilde, a casa que mais mostra o lado colecionista do grande escritor chileno.

santiago do chile

8. Centro Artesanal Pueblito Los Dominicos

Deixando o centro da cidade rumo à periferia, a não perder uma visita ao Centro Artesanal Pueblito Los Dominicos, um lugar tranquilo e bucólico, onde vários artesãos vendem o seu trabalho.

9. Vinhas Concha y Toro

O Chile é conhecido pelos bons vinhos e Concha y Tora são dos produtores mais conhecidos, exportam para quase todo o mundo. Visitar esta quinta inclui um passeio guiado pelas vinhas e pela adega, para além da degustação de algumas produções.

10. Valparaíso

Valparaíso está a pouco mais de uma hora e meia de autocarro, por boas estradas e paisagens magníficas. A cidade portuária está construída em morros de barracas coloridas, e é uma tela a céu aberto, com graffitis incríveis por todo o lado. Suba até ao elevador Polanco e perca-se pelas ruas serpenteadas, vai ter boas surpresas em cada esquina.

Ir a Santiago do Chile é encontrar um mundo diferente e um povo absolutamente incrível, cheio de vida. Vale a pena visitar, com tempo, sem pressas!

Santiago do Chile: dicas úteis


santiago do chile

Como ir?

A TAP, a Iberia ou a Air Europa, são algumas das companhias que voam para Santiago do Chile, com preços a partir dos 700€.

Onde comer?

Sítios com boa comida não vão faltar, em Santiago sugerimos que jante no Peumayen Ancestral Food, um restaurante lindo, com uma decoração a rigor, que o leva numa viagem pelas gastronomia chilena desde os antepassados. Em Valparaíso petisque no Bar Inglês, talvez o único sítio onde não cobravam gorjeta por estes lados.

Onde ficar?

Em Santiago as opções são muitas, escolha ficar na zona do Cerro de Santa Lucia é super central e tranquila e tem imensos transportes públicos perto, nomeadamente metro. Em Valparaíso, pernoite no Fauna Hotel, moderno, cosmopolita e central.

Veja também: