Publicidade:

Tratamentos para manchas na pele

Conheça os vários tratamentos para manchas na pele e informe-se junto do seu médico dermatologista sobre quais são os ideais para si e para a sua pele.

Tratamentos para manchas na pele
Cuide da sua pele

Há diversos tratamentos para manchas na pele. Fique a conhecê-los e descubra quais os mais apropriados para o seu tipo de problema. Identifique as causas da sua doença de pele, consulte um especialista e inicie o quanto antes os tratamentos para manchas na pele mais indicados para si. Aconselhe-se sempre junto de um dermatologista e trate de rejuvenescer a sua pele.

Tratamentos para manchas na pele: causas e tipos


As manchas na pele caraterizam-se por ter uma cor mais clara ou mais escura do que o tom de pele da pessoa em questão. Nestes casos, é importante consultar um médico especialista, de maneira a identificar as causas dessas manchas e possíveis tratamentos.

Algumas causas

  • Condições como o eczema, psoríase e vitiligo;
  • Envelhecimento da pele;
  • Excesso de exposição solar;
  • Alterações hormonais ou traumas;
  • Gravidez;
  • Reações alérgicas.

Tipos de manchas

1. Manchas escuras no rosto

O melasma é uma mancha escura que surge, habitualmente, no rosto e na testa. São muito comuns na gravidez e na menopausa.

Tratamento: Usar diariamente protetor solar, evitar exposição solar e aplicar cremes e pomadas para clarear a pele, tais como hidroquinona, vitanol A, creme com ácidos como o Klassis ou o Adapaleno, por exemplo.

2. Manchas causadas pelo sol

Estas manchas são provocadas pela exposição solar excessiva e sem proteção e afetam, sobretudo, mãos, braços, rosto e pescoço.

Tratamento: Fazer quinzenalmente uma esfoliação, aplicar cremes clareadores, fazer tratamentos estéticos como laser, luz pulsada e peeling. Deve visitar sempre um dermatologista em primeiro lugar.

3. Manchas vermelhas na pele

Esta dermatite surge, normalmente, na sequência de uma alergia que pode ser alimentar ou a produtos na pele.

Tratamento: Após consultar um dermatologista, é provável a prescrição de um creme à base de corticóides, duas vezes por dia.

4. Micose

A micose trata-se de uma infeção causada por um fungo, a qual provoca na pele o surgimento de várias manchas pequenas esbranquiçadas.

Tratamento: Aplicar um creme antifúngico na pele, duas vezes por dia, durante 3 semanas. Caso as manchas já estejam muito espalhadas, pode ser necessária a toma de um antifúngico oral, como o Fluconazol, sempre por prescrição médica.

5. Manchas de diabetes

Acantose nigricans é o nome de umas manchas escuras que surgem no pescoço, pregas cutâneas, axilas e por baixo das mamas em pessoas com resistência à insulina ou com diabetes.

Tratamento: Mais uma vez, os cremes clareadores são a solução mais apropriada.

6. Vitiligo

O vitiligo é uma doença que leva ao surgimento de manchas brancas na pele, especialmente em zonas como genitais, cotovelos, joelhos, rosto, pés e mãos.

Tratamento: Cremes clareadores e protetor solar são dois elementos fundamentais e recomendados pela maioria dos dermatologistas.

Tipos de tratamento para manchas na pele

Pele

Existem, essencialmente, dois tipos de tratamento: remoção da descoloração da pele (causada pela hiperpigmentação) e regulação dos sinais.

Remoção

  • Peelings químicos: solução ácida (Ácido Glicólico ( AHA )) aplicada na área afetada para remover as camadas superficiais da pele.
  • Terapias a laser (Fraxel, Erbium YAG) e Luz Intensa Pulsada (LIP): as áreas afetadas são eliminadas com uma luz de alta energia.

Regulação

  • Hidroquinona 2-4% (só Raio-X): agente de branqueamento da pele, requer prescrição médica.
  • Ácido Kojico: uma opção natural que funciona como inibidor da produção de melanina.
  • Ácido Glicólico: ingrediente usado nos peelings químicos e em muitos cremes tópicos para a hiperpigmentação.
  • Derivados de Vitamina C: eficazes contra a hiperpigmentação.

Tratamentos para manchas na pele disponíveis

  • Peeling facial ultrasónico: técnica capaz de rejuvenescer a pele, estimulando a renovação celular e a regeneração natural dos tecidos.
  • Limpeza de pele: este tipo de limpeza remove as manchas na pele, inclusive as de acne, e elimina ainda as impurezas da pele.
  • Foto-rejuvenescimento: este tratamento é capaz de remover manchas na pele (incluindo as causadas pela acne) e rugas, sendo uma solução indolor e não invasiva.
  • Radiofrequência facial: além de eliminar as manchas na pele, este procedimento melhora a firmeza do rosto, as linhas de expressão e a qualidade da pele.
  • Hydrofor rosto: este método é indicado para eliminar rugas e outras imperfeições, como acne ou manchas na pele.
  • Microdermoabrasão: este é um procedimento não invasivo, capaz de eliminar rugas e manchas na pele.
  • Carboxiterapia Facial: este método, além de reduzir as rugas e as linhas de expressão, normaliza a pigmentação cutânea.

Cuidados diários a ter com a pele

  • Proteção solar: usar, diariamente, um protetor solar de amplo espectro com FPS.
  • Arbutin: é um ingrediente chave presente em muitos produtos de clareamento da pele.
  • Retinóides (derivados da Vitamina A): eficazes no clareamento da pele.
  • B-Resorcinol: inibidor da tirosinase (enzima que produz a melanina), reduz as manchas escuras em quatro semanas.

Veja também: