Publicidade:

Vero: a rede social que veio para destronar o Facebook

Já ouviu falar da Vero? Esta 'nova' rede social quer revolucionar o universo dos social media e tem uma missão: destronar o Facebook. Saiba tudo.

Vero: a rede social que veio para destronar o Facebook
Existe desde 2015, mas está agora a tornar-se um fenómeno

A Vero é a rede social do momento. Apesar de ter sido criada em 2015, esta rede social chegou às bocas do mundo no início de 2018 e as pretensões não podiam ser maiores: destronar o Facebook é apenas uma delas.

Ficou curioso? Então, venha connosco conhecer melhor esta nova sensação do universo do social media. Conheça aqui a rede social que não tem anúncios e que mostra tudo aquilo que os amigos partilharam, por ordem cronológica.

Vero: tudo sobre a rede social do momento


A Vero foi lançada em 2015 e, três anos depois, chegou aos quatro cantos do mundo. Um sucesso repentino que nem os criadores conseguem explicar bem, mas que pode estar na origem das recentes alterações promovidas no algoritmo do Facebook. Mas já lá vamos. Antes, vamos saber mais sobre a nova rede social que é a “queridinha” do momento.

veroFonte: Vero

A Vero pertence ao multimilionário Ayman Hariri, filho do antigo primeiro-ministro libanês Rafik Haririquer, e nasceu porque Ayman estava a sentir-se frustrado com as políticas de privacidade das redes sociais atuais – cujo modelo de negócio gira em torno da publicidade.

O grande objetivo da Vero é ser a rede social mais utilizada no mundo inteiro – ou seja, derrubar a liderança do Facebook. E como é que pretende alcançar esse feito? Através das características que apresenta: não tem anúncios e apresenta as publicações dos amigos por ordem cronológica, e não por relevância.

O grande desafio a que se propõe é oferecer ao utilizador aquilo que era o objetivo primordial das redes sociais: a oportunidade de partilhar todo o conteúdo que queira, sem a interferência de algoritmos ou a interrupção dos feeds com anúncios.

Como funciona a Vero

A Vero possui uma interface bastante fácil de utilizar. As publicações aparecem num feed cronológico e é também possível navegar entre a tipologia de conteúdo (por exemplo, pode ver todas as fotografias publicadas pelas pessoas da sua rede) ou por hashtags populares.

A aplicação permite organizar os contactos pelo tipo de relação, isto é, entre os amigos chegados, os amigos, os conhecidos e os seguidores.

Mas como é que a rede social pretende fazer dinheiro com um modelo de negócio que não gira em torno da publicidade? É fácil: através de um serviço de subscrição. Para utilizar a Vero será necessário pagar uma pequena quantia anual.

A Vero não tem versão web, estando disponível apenas em telemóveis, através de uma app para iOS e Android, que pode ser adquirida através do site oficial da Vero.

Veja também:

Nuno Margarido Nuno Margarido

Jornalista formado pela Universidade de Coimbra, assume-se uma pessoa curiosa e até a mais simples engrenagem ou linha de código o fascina. Os seus interesses dividem-se por vários mundos, com destaque para a tecnologia, o gaming, o vídeo, a fotografia e o cinema.