Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
André Freitas
André Freitas
05 Mar, 2020 - 11:29

Peugeot 208: o vencedor do carro do ano 2020

André Freitas

O novo Peugeot 208 sucedeu o Jaguar I-Pace como carro do ano, vencendo os duelos com o Model 3 e o Porsche Taycan. Conheça todos os automóveis a concurso.

Peugeot 208

No final de todos os anos, os mais conceituados jornalistas automóveis transformam-se em jurados durante o Salão Automóvel de Genebra, o principal evento automóvel do ano, elegem aquele que será o Carro do Ano na Europa.

Na edição passada foi o Jaguar I-Pace que arrecadou e levou o prémio para casa. O I-Pace derrotou o Alpine 110, Citroen C5 Aircross, Ford Focus, Kia Ceed, Peugeot 508 (o vencedor do carro do ano em Portugal) e Mercedes-Benz Classe A.

Na edição de 2020, o galardoado foi o Peugeot 208 arrecadando 281 pontos, derrotando o Renault Clio (naquele que se esperava que fosse um duelo muito renhido, mas que, no final de contas, nem colocou o utilitário da Renault nos lugares do pódio), o Tesla Model 3 (242 pontos) e o Porsche Taycan (222 pontos).

Com esta vitória, o Peugeot 208 torna-se no primeiro veículo com uma plataforma multi-energias (é possível comprar com motorizações diesel, gasolina ou 100% elétrico) a conquistar o troféu e no sexto Peugeot a vencer este prémio.

Saiba então em que consiste este tão prestigiado e aclamado prémio e quais foram os restantes nomeados.

O que é o prémio ‘Carro do Ano’?

Para além de ser o prémio mais antigo da indústria automóvel é, também, um dos mais prestigiados.

Para poder participar neste “concurso”, os automóveis precisam de cumprir alguns requisitos, tais como: estar à venda até ao final do presente ano e em, pelo menos, cinco mercados europeus.

Com base nisto, é criada uma lista de carros que estão aptos para concorrer neste prémio. Antes de chegarmos aos 7 finalistas, a lista era composta por 35 modelos. Mas, como é feita esta redução de “participantes”?

Como é que se escolhe a lista de possíveis vencedores?

O objetivo do prémio é encontrar um “verdadeiro” vencedor. Ou seja, há uma lista de critérios que os júris, especialistas na área automóvel, vão avaliar no carro e, no final, escolhem os que melhor satisfazem esses critérios.

Os júris são jornalistas especialistas na indústria automóvel. Para existir uma maior diversidade, eles são de várias nacionalidades e habitam em países distintos. Para este prémio foram mais de 55 pessoas a votar para encontrar os finalistas.

Ao fim dos jornalistas votarem, somam-se os votos e encontram-se os candidatos finais.

Carro do ano 2020: estes eram os 7 candidatos à vitória

1. BMW Série 1

BMW Serie 1

A 3ª geração do BMW Série 1 está entre os 7 automóveis nomeados para carro do ano.

Este modelo traz bastantes novidades, desde o exterior até ao interior. Começando pelo exterior, em alguns aspectos, este carro faz lembrar o novo Ford Focus. É de salientar ainda que existe a possibilidade de escolher outra dianteira para este modelo.

No interior, como seria de esperar, encontra-se um ambiente mais tecnológico. Para além disso, conta-se com um aumento significativo do espaço disponível.

O compacto premium da BMW Série 1 só está disponível na versão de 5 portas. A marca optou por esta via, para manter o lado mais prático, mas sempre com o objetivo de continuar a oferecer uma dose adrenalina desportiva ao volante.

2. Ford Puma

Ford Puma

Lembra-se do primeiro Ford Puma, lançado em 1997? Um coupé desportivo, compacto e com linhas arredondadas? Pois, então esqueça-o.

O novo Ford Puma renasce sob a forma de um Crossover Urbano. Assim, tanto o interior como o exterior, são completamente novos e atuais.

Tal como os restantes modelo da marca, há vários motores, inclusive um sistema híbrido, para equipar este modelo, que se encontra repleto de tecnologia.

3. Peugeot 208 – O grande vencedor

Peugeot 208

O renovado leão da Peugeot está a ser um verdadeiro sucesso.

O 208 foi totalmente renovado, por dentro e por fora. Entusiasmo, admiração e surpresa são palavras que descrevem como nos sentimos quando vemos a frente do novo 208.

Os leds frontais, em forma de caninos, concedem-lhe um ar “felino” e desportivo. Este carro “transpira” dinamismo e suavidade.

Quanto ao interior, preferimos que veja com os seus próprios olhos. São vários os detalhes que o tornam bastante interessante. Mais tecnológico, mais clean, mais simples, mais surpreendente….mais agradável.

Para além da tecnologia e o design completamente modificado, este modelo conta ainda com uma versão totalmente elétrica.

4. Porsche Taycan

Porsche Taycan

Se ainda não conhece o modelo 100% elétrico da Porsche, acredite que o vai querer conhecer.

Numa fase inicial é estranho pensar num carro elétrico enquanto um super desportivo de luxo. No entanto, a constante aposta das marcas neste tipo de mobilidade tem sido crescente.

Como é de esperar, tanto por fora como por dentro, um carro fabricado pela Porsche nunca deixa a desejar. Este é só mais um modelo, de muitos já construídos, bem sucedido.

O Taycan, para além do design característico da marca, apresenta linhas futuristas e desportivas. Para a versão base, o preço inicial é de 110.128€. A esta versão está associada uma autonomia de 407 km e 522 cv de potência. Verdadeiramente surpreendente, certo?

5. Renault Clio

Renault Clio

Em Portugal, o Renault Clio é um verdadeiro sucesso. Aliás, é desde 2013 o automóvel mais vendido em território nacional. 

A nova geração deste modelo, lançada em 2019, não sofreu grandes alterações no exterior, mas no interior observamos uma verdadeira “revolução”.

O interior da 5ª geração deste modelo foi completamente modificado. O ecrã disposto na vertical e os interiores mais “minimalistas” dão ao carro um toque mais leve.

Com várias versões e motorizações disponíveis, será que esta geração, mais tecnológica vai ser suficiente para continuar a liderar o top dos mais vendidos em Portugal?

6. Tesla Model 3

Tesla Model 3

A Tesla é a fabricante que domina o segmento elétrico. Este encontra-se em plena ascenção na atualidade.

O Model 3 é um carro elétrico fascinante tendo em conta o que oferece e o que custa. O TopGear declarou o model 3 como o carro elétrico mais rápido a carregar.

A versão de entrada na gama custa 48.900€, oferece uma autonomia de 409 km e vai dos 0 aos 100 km / h em 5,6 segundos.

Há ainda uma versão com autonomia de 530 km que, no mínimo, custa 59.600€. Porém, esta versão é mais rápida e atinge os 100 km / h em apenas 4,6 segundos.

Para além destes aspetos, o Model 3, tal como os outros modelos da marca, é praticamente controlado através do ecrã central. Como já é habitual na marca, a tecnologia é um elemento presente.

7. Toyota Corolla

Toyota Corolla

O Toyota Corolla é um ícone da indústria automóvel e é o modelo automóvel mais vendido de sempre em todo o mundo.

O Corolla de 2020 está disponível em 3 versões: a hatchback de 5 portas, a carrinha Touring Sports e o Sedan de 4 portas.

A Toyota pensou nesta gama de forma a diferenciar o dinâmico, desportivo e compacto Hatchback, da multifacetada e elegante carrinha e do prestigiante Sedan.

Qualquer uma destas versões poderá ser equipada com várias motorizações, incluindo versões híbridas.  

A nível estético há diferenças acentuadas no exterior e no interior, contudo, o interior poderia ter sido ainda melhor trabalhado para ser mais esteticamente mais bonito.

Veja também