Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Mesquita
Catarina Mesquita
20 Jul, 2018 - 12:00

Coleção anti-heróis: a liga dos homens extraordinários e reais

Catarina Mesquita

A coleção anti-heróis narra a história de homens reais que não têm super-poderes, mas que conseguiram deixar um legado extraordinário.

Coleção anti-heróis: a liga dos homens extraordinários e reais

A coleção anti-heróis surpreende o leitor com os seus livros que procuram passar a imagem do herói da vida real, que não possui superpoderes, mas que, ainda assim, consegue mudar o mundo em seu redor e deixar uma marca na história do nosso planeta.

Os livros da coleção anti-heróis encontram-se escritos com uma linguagem acessível e são também ilustrados a cores (usando, paralelamente, algumas imagens reais) pelo argentino Pitu Sáa. São quatro livros verdadeiramente cativantes, que irão conquistar os mais novos.

Que personalidades vai encontrar na coleção anti-heróis?

1. Julio Cortázar

Julio Cortázar foi um famoso escritor argentino, sendo considerado um dos autores mais originais e inovadores do seu tempo, especialista em contos e na prosa poética, A sua escrita revelou uma nova forma de fazer literatura na América Latina, mostrando personagens diferentes, com grande profundidade psicológica e autonomia, e narrações que não seguem a linha linear do tempo. A sua obra mais conhecida é Rayuela, publicado em 1963.

 

2. Eduardo Galeano

Eduardo Galeano foi um jornalista e escritor do Uruguai, tendo escrito mais de quarenta livros, já traduzidos em diversas línguas. Os seus livros articulam a ficção com o jornalismo, a política e a História. A sua obra mais conhecida é As Veias Abertas da América Latina, livro através do qual analisa a História da América Latina como um todo, começando no período colonial e estendendo-se até ao mundo contemporâneo, revelando-se contra a exploração política e económica povo latino-americano primeiro pela Europa e, posteriormente, pelos Estados Unidos.

 

3. Che Guevara

Dentro da coleção anti-heróis, encontrará também Guevara de la Serna, conhecido como Che Guevara, tendo sido um guerrilheiro, jornalista, escritor, político e médico argentino-cubano. Che Guevara foi um dos mentores e líderes da Revolução Cubana, que teve lugar entre 1953 e 1959, conduzindo Cuba a um novo regime político: o comunismo.

Este guerrilheiro esteve lado a lado com Fidel Castro e a sua rebeldia e forma de ser e agir desperta ainda hoje sentimentos contraditórios, que poderão ser de amor ou desamor junto da opinião pública. O certo é que não deixa ninguém indiferente. Inclusivamente, a revista norte-americana Time considerou Che Guevara uma das cem personalidades mais influentes do século XX.

 

4. Gauchito Gil

Gauchito Gil tornou-se numa verdadeira lenda no seio da cultura popular da Argentina. O seu nome completo era Antonio Mamerto Gil Núñez. Pela informação que existe, terá nascido na zona de Pagamento Ubre, atual Mercedes, na província de Corrientes, possivelmente na década de 1840, tendo morrido a 8 de janeiro de 1878.

É hoje considerado como o maior santo gaúcho em toda a Argentina, apesar de não reconhecido pela Igreja Católica. A sua figura está envolta em mistério, existindo várias versões sobre a sua vida. Foi construído um santuário no local de seu túmulo, que se encontra a cerca de 8,2 km da cidade de Mercedes. Este local recebe centenas de milhares de peregrinos todos os anos.

 

Além da coleção anti-heróis, poderá também conferir os livros que constituem a coleção anti-princesas, esta última publicada em Portugal pela Tinta da China, numa parceria com a EGEAC e com o programa Lisboa por Dentro.

Veja também: