Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
18 Abr, 2018 - 12:00

Saiba como combinar vinho com carnes na perfeição

Mónica Carvalho

Tudo importa na escolha mais acertada: o tipo de carne, a forma como é preparada, se é acompanhada ou não de molho. Saiba como combinar vinho com carnes.

Saiba como combinar vinho com carnes na perfeição

Para quem gosta de desfrutar de uma boa refeição, é importante saber como combinar vinho com carnes. Mas, saiba que não precisa de ser um especialista no tema para ter sucesso na tarefa, visto que estamos aqui para ajudar a esclarecer tudo o que precisa de saber.

Não basta seguir a regra básica de que o vinho tinto fica sempre bem com pratos de carne. É preciso atentar a várias questões, nomeadamente:

  • Qual o tipo de carne a ser confecionada?
  • Qual é o processo de preparação do prato?
  • Quais os temperos que serão utilizados?

Tudo isto ajudará a saber como combinar vinho com carnes e criar, assim, uma refeição harmoniosa e equilibrada, na qual todos os sabores saiam beneficiados.

Como combinar vinho com carnes: crie a harmonia perfeita

vinho tinto

Fonte: Pixabay / jill111

Apenas tendo em conta os diferentes tipos de carne a formas de preparação, poderá, então, escolher o vinho perfeito para abrilhantar qualquer refeição e torná-la inesquecível, para si e para os seus convidados. Como regra geral, nunca irá falhar com um Cabernet Sauvignon, Syrah ou Merlot. Mas, para casos específicos, atente às nossas dicas de como combinar vinho com carnes.

Vinho para carnes vermelhas grelhadas

A carne vermelha grelhada quando acompanhada de um molho forte pede um vinho tinto, de corpo médio a robusto, como o Cabernet Sauvignon, Malbec e o Syrah.

Vinho para carnes assadas

Por sua vez, as carnes assadas no forno, dado que concentram os sabores originais dos temperos utilizados para a preparação, requerem vinhos mais complexos, como o Cabernet Sauvignon, Syrah, Malbec e Merlot.

Vinho para carnes leves

Os pratos de carne mais leves, como o carpaccio ou bife tártaro são realçados com vinhos tintos menos encorpados, de boa acidez e de tanino baixo, como o Sauvignon Blanc e Chardonnay ou Beaujolais, respetivamente.

Vinho para carne de porco

A carne de porco é, habitualmente, mais gordurosa, principalmente os cortes de pernil e costela. Para acompanhar estes pratos, escolher vinhos como Pinot Noir, Tempranillo e Merlot.

A parte mais magra da carne de porco, como o lombo ou a picanha, será beneficiada se for servida com os vinhos brancos Chardonnay e Sauvignon Blanc.

Vinho para rosbife

Se vai preparar rosbife, e tendo em conta a ternura da carne e a forma de cozimento, deve servir com vinhos tintos nobres que honrem bem este tipo de carne, como Cabernet Sauvignon, Carmenere, Merlot e Malbec.

Vinho para aves

As carnes de aves são muito versáteis, variadas, com diferentes sabores e texturas, pelo que o vinho a escolher deve ter em conta o tipo de carne. O frango fica melhor com vinhos brancos e vinhos tintos jovens, sem taninos. Já a carne de peru pede vinhos tintos jovens de corpo médio. A exceção é a preparação de pratos mais encorpados, como o peru recheado e, nesse caso, pode optar por vinhos tintos mais intensos, como o Shiraz ou o Merlot. A carne de pato é mais gordurosa e, como tal, deve ser acompanhada de vinhos tintos de boa estrutura como o Syrah ou Cabernet Sauvignon. A carne de aves de caça, como o perdiz ou faisão, pede um bom Merlot.

Veja também: