Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
26 Set, 2019 - 11:56

Depilação com lâmina: conheça os prós e os contras

Teresa Campos

Descubra se a depilação com lâmina é um método aconselhado ou não por dermatologistas e outros especialistas da área. E livre-se dos pelos!

depilação com lâmina

Com a chegada do verão e do tempo quente, é natural começar a pensar na praia e, por isso, a depilação com lâmina pode ser um método a considerar pôr em prática nos próximos tempos. Mas será este o procedimento mais adequado?

É, precisamente, sobre os prós e contras deste método que hoje lhe vamos falar, de maneira a poder avaliar se faz ou não sentido para si aderir a esta técnica. Vamos aproveitar para derrubar alguns mitos, mas também expor certas desvantagens desta forma de se ver livre dos pelos.

Depilação com lâmina: conheça os prós e contras

depilação com lâmina
A depilação com lâmina não é um método muito duradouro

Não há uma só resposta a esta pergunta. Como verá, tudo depende de cada pessoa e, sobretudo, da situação. Se procura uma solução rápida e imediata, a depilação com lâmina é, sem dúvida, uma escolha acertada. Já se pretende um resultado mais duradouro, então optar por outro método de depilação é o mais sensato. Fica a saber mais e tire todas as suas dúvidas.

Vantagens e desvantagens da depilação com lâmina

Vantagens

  • Mais prático: além de não fazer sujidade, este método pode ser feito em qualquer momento ou lugar, já que apenas requer uma lâmina, pode ser feito pelo próprio e nem sequer faz barulho.
  • Indolor: um grande ponto a favor é o facto deste método não provocar dor.
  • Não ter de esperar: ao contrário de outros processos, para usar a lâmina não precisa esperar que o pêlo cresça.
  • Mais rápido: este é, provavelmente, dos métodos de depilação mais rápidos, podendo pô-lo em prática no momento do banho, quando a pele está mais hidratada e húmida.
  • Solução imediata: este é o procedimento mais adequado para uma situação imprevista, em que se tenha de depilar em pouco tempo.

Desvantagens

  • Mais frequência: uma vez que a lâmina não remove a raiz do pelo, os pelos voltam a aparecer mais rapidamente, sendo necessário repetir a depilação mais frequentemente, de 2 em 2 dias, por exemplo.
  • Cortes: com este procedimento é mais provável a ocorrência de acidentes, como pequenos cortes feitos pela lâmina. Para evitar isso, deve passar bem levemente e não insistir em demasia na mesma região.
  • Irritações: a lâmina pode causar algumas irritações cutâneas como a foliculite.
  • Escurecimento da pele: as zonas corporais depiladas, com muita frequência, a lâmina podem ter tendência a ficar com uma coloração mais escurecida.

Mitos e verdades sobre a depilação com lâmina

Mitos

  • A depilação com lâmina deixa os pelos mais grossos. – A lâmina não tem o poder de alterar a espessura, a cor ou a velocidade de crescimento dos pelos. Após a depilação com lâmina, o pelo cresce com a mesma espessura, cor e velocidade que antes.
  • Na depilação com lâmina, a pele fica sempre arranhada. – Este é um mito, pois desde que a depilação seja feita com cuidado e de modo adequado, não há lugar para arranhões ou cortes.

Verdades

  • O sabonete não é indicado para depilação com lâmina. – O sabonete tende a ressecar a pele e os seus resíduos podem obstruir a lâmina, afetando o resultado da depilação. Por isso, o mais adequado é optar por um gel para depilação, que hidrate a pele e ajude a lâmina a deslizar.
  • A primeira depilação pode ser feita com lâmina. – O primeiro método de depilação utilizado deve ser uma escolha pessoal e não há nenhum problema que seja com lâmina.

Outros métodos de depilação

  • Cera quente: os resultados deste procedimento dura cerca de 20 dias. A sua composição com cânfora, camomila, mentol e fitoterápicos facilita a saída dos pelos. Além disso, os seu ativos hidratantes repõem a água perdida pela pele durante o procedimento. Atualmente, a dor e a irritação provocadas são, também, menores.
  • Aparelhos elétricos: os aparelhos tornaram-se soluções muito procuradas, por serem financeiramente vantajosos. Os mais modernos possuem um sistema de massagem ativa, realizada por massageadores de borracha dispostos próximos aos discos rotativos, o que alivia a dor provocada pelo arrancar do pelo e torna a depilação mais suave.
  • Cremes depilatórios: em 5 minutos de aplicação, os cremes depilatórios garantem resultados práticos, rápidos e eficientes. Hidratantes quanto baste, graças aos seus ativos, como manteiga de karité, pétalas de lírio, aloé vera e vitamina E, estes cremes são uma solução muito utilizada, sobretudo por um público mais jovem.
  • Depilação a laser: Podendo ou não ser uma solução permanente, o que este método garante é causar danos no folículo, eliminando-o ou, pelo menos, enfraquecendo-o.
Veja também