Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
17 Set, 2018 - 17:23

Dicas de decoração para quem tem crianças pequenas: inspire-se

Teresa Campos

Descubra as nossas dicas de decoração para quem tem crianças pequenas e torne o quarto do seu filho mais confortável e seguro.

Dicas de decoração para quem tem crianças pequenas: inspire-se

Quem tem miúdos em casa, sabe como é importante ter algumas precauções. Para tal, deixamos-lhe dicas de decoração para quem tem crianças pequenas que pode usar no quarto dos mais novos, mas também em toda a casa, já que todas as divisões devem ser confortáveis e seguras, de forma a garantir o bem-estar dos mais novos.

Cuidado com as arestas e os objetos cortantes; proteja as zonas de queda e afaste os itens tóxicos e terá a sua casa completamente preparada para uma criança crescer bem e feliz.

10 dicas de decoração para quem tem crianças pequenas e quartos para renovar

ler com criancas

Fomente a organização

Sobretudo no que respeita ao quarto da criança, deve fomentar a organização e optar por soluções que ajudem a manter o quarto sempre arrumado. Seguindo o gosto e a personalidade do pequeno, não deixe de lhe mostrar como é importante, desde cedo, manter a divisão em ordem e limpa.

Pinte as paredes com moderação

Personalize as paredes do quarto da criança, deixando-a participar, mas mantendo sempre o bom senso. Opte por cores simples e tons pastel e use cores mais fortes nos objetos decorativos que são facilmente substituídos, caso a criança mude de gostos. Pode também utilizar adesivos e bonecos para dar mais vida ao ambiente ou deixar que as paredes sirvam de tela para o seu filho. Em vez de seguir o ídolo da criança, prefira antes temas mais genéricos e que mais dificilmente passarão de moda como animais, planetas ou flores.

Escolha um piso confortável

Opte por um piso seguro e que permita que a criança brinque nele. O pavimento em madeira é menos escorregadio, pelo que é sempre uma boa escolha. É também aconselhável incluir um tapete antiderrapante, que não só oferece segurança como conforto, para servir de base às brincadeiras.

Deixe os objetos ao alcance da criança

Esta é uma forma de incentivar a autonomia da criança e, também, de evitar acidentes. Se os brinquedos, livros e até mesmo roupas estiverem acessíveis aos mais pequenos, eles não terão a tentação de subir a bancos ou outras superfícies para tentar chegar ao que pretendem. Uma boa forma é usar um baú onde guarde brinquedos e objetos que privilegiem a criatividade, como lápis e papéis.

 

Redobre a segurança

Deixe espaço livre para a criança se movimentar à vontade. Descarte objetos sem função ou utilidade. Evite prateleiras altas e use camas baixas e com barreiras laterais. Coloque proteções em tudo o que possa constituir perigo e afaste itens cortantes ou pontiagudos.

Adapte o quarto

As mudanças de idade devem, também, refletir-se na decoração. Por isso, adapte o quarto de bebé do seu filho, assim que ele se torne uma criança. Para tal, não precisa despender muito dinheiro: reforme os móveis, lixando-os e pintando-os. Doe os objetos que já não tenham utiidade, mas preserve alguns que, combinados de outra maneira, podem ainda fazer sentido no quarto da criança.

Compartilhe o quarto

É possível compartilhar o quarto, criando um ambiente uno e, ao mesmo tempo, diferenciado. Pode conciliar duas cores, uma mais neutra e outra mais forte. Por exemplo, usando a mesma cor em tonalidades diferentes, como o rosa claro e magenta, ou apostar em cores complementares, como azul e laranja. Pode, ainda, optar pela mesma cor em todo o quarto, usando alguns detalhes para personalizar cada um dos espaços. A partilha dos móveis é possível e, até, salutar, pois ensina as crianças a partilharem e a dividirem o espaço.

Respeite e estimule a privacidade

Crie o melhor ambiente para a criança sentir-se bem no seu quarto. Tal é importante para o auto-conhecimento do pequeno e deve ser respeitado. Crie um espaço confortável, onde ele possa estar com alguns amiguinhos.

Crie um cantinho de estudos

Uma mesa ou escrivaninha com um candeeiro é fundamental para a criança ter um espaço onde fazer os seus deveres. Personalize esse espaço com as cores e motivos preferidos do pequeno e verá como tal o incentiva a estar naquele espaço, a aprender e a desenhar.

 

Planeie os móveis

Opte por mobiliário que se vá adaptando ao crescimento da criança, nomeadamente móveis que possam aumentar à medida que o pequeno vá precisando de mais espaço para guardar as suas coisas. Escolha móveis modernos, de superfícies arredondadas e sem arestas e complemente o ambiente com poltronas, almofadas e molduras com fotografias.

Tomou nota das nossas dicas de decoração para quem tem crianças pequenas? Então, resta pô-las em prática e verá como os mais pequenos vão adorar ter divisões ao seu tamanho e medida. Não precisa de ter um orçamento muito recheado para concretizar nenhuma das nossas sugestões, apenas basta ser criativo e reciclar ao máximo tudo o que já tem dentro de portas. Faça da sua casa um recreio para os mais novos.

Veja também