ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
12 Jun, 2022 - 20:00

Higienização de latas: 4 motivos para o fazer

Catarina Milheiro

Já refletiu sobre a importância da higienização de latas? Quantas vezes já o fez? Saiba o que dizem os especialistas.

Todos nós consumimos enlatados nas nossas casas. Desde latas de atum, refrigerantes ou outras conservas, são vários os tipos de lata para conservar alimentos existentes no mercado. Mas será que estamos devidamente alertas para a importância da higienização de latas? Que tipo de riscos corremos quando não lavamos uma lata de sumo e bebemos automaticamente?

A verdade é que isto não acontece somente nos nossos lares. Em qualquer restaurante ou café podemos pedir uma lata de sumo ou de cerveja completamente alheios aos riscos que uma simples lata pode trazer.

Fique connosco, respondemos a estas e outras questões neste artigo.

Higienização de latas: 4 motivos para lavar antes de abrir

A higienização de latas é um tema pouco falado na sociedade em geral. Contudo, todos temos aquele amigo ou familiar que lava todas as latas que compra antes de ingerir o produto que lá vem dentro, não é assim?

E por muito que possamos pensar que todo esse processo não faz sentido e só dá trabalho, a verdade é que estamos errados. De facto, as bebidas e produtos que estão acondicionados em latas não primam pelo máximo de higiene.

Apesar de serem muito mais práticas e cómodas, as latas raramente estão totalmente limpas e isentas de riscos para a saúde. Nunca sabemos muito bem por onde andaram, quantas pessoas lhes tocaram e a quantidade de micróbios que se instalaram nelas.

São já vários os especialistas que afirmam que diversas infestações podem mesmo ser provocadas por este tipo de descuido: desde comidas contaminadas por bactérias presentes em latas de atum até intoxicações alimentares.

E se pensarmos bem, faz todo o sentido. Quando fazemos um atum à brás, por exemplo, se não lavarmos bem as latas e despejarmos o atum e o óleo em contacto com a parte de fora da lata, corremos esse risco.

Sabia que uma tampa de uma lata pode estar ainda mais infestada e suja do que uma casa de banho pública? Evite ser contaminado por bactérias que se alojam nestes materiais e comece hoje a prevenir os riscos.

1.

As latas podem estar contaminadas

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em todo o mundo, uma em cada dez pessoas adoecem depois de comerem alimentos contaminados. E apesar de nem sempre nos lembrarmos, uma simples lata não lavada pode ser a origem para tal.

Por isso mesmo, não é aconselhável ingerir alimentos cujas latas não estejam devidamente lavadas pois podem conter poeiras, ácaros e bactérias na sua superfície prejudiciais para a nossa saúde.

Uma das bactérias mais famosas neste sentido é a Bacillus cereus, capaz de causar diarreias, vómitos e cólicas abdominais, por exemplo.

2.

A lata pode conter urina animal

Outro motivo para realizar a higienização de latas é pelo facto de estas poderem conter vestígios de urina de animais, acabando por transmitir doenças para o ser humano.

Uma das doenças mais conhecidas causada pela urina de animais como ratos, por exemplo, é a leptospirose. Trata-se de uma doença que pode provocar sintomas como dores musculares, febre e mal estar em geral.

Por isso já sabe, lave muito bem as latas antes de as abrir – só desta forma conseguirá garantir que não apanha uma infeção deste género.

3.

A lata pode conter restos de animais mortos

Quantas vezes já abrimos uma lata sem observarmos com atenção o seu exterior? E se pensarmos bem, o processo até estas chegarem a nós é tão longo que nem sequer sonhamos por quantos locais e por quantas mãos já passaram.

Desde o processo de fabrico até ao local de destino, as latas passam por diversos sítios distintos: desde fábricas, camiões, armazéns até aos supermercados. E em todos estes locais podem ter apanhado moscas, mosquitos, baratas, aranhas ou outros insetos que acabaram por morrer no seu exterior.

Se não limpar as tampas das latas corre o risco de que estes restos de animais caiam na sua comida, passando despercebidos e acabando por contaminar. Para além disto, saiba que alguns insetos são transmissores de várias doenças como a cólera, poliomielite ou a febre tifoide.

4.

Pode conter ovos ou excrementos de animais invisíveis

 Tal como os restos de animais mortos, as latas não lavadas também podem conter ovos ou excrementos de animais como baratas, por exemplo.

Segundo a OMS, as baratas são transmissores de doenças como gastroenterite, diarreia, disenteria, gangrena ou até mesmo da febre tifóide. Assim, a melhor forma para se proteger é mesmo lavando as latas com água e sabão antes de as abrir.

Qual a melhor forma para lavar as latas?

Para poder consumir de forma tranquila qualquer alimento ou bebida enlatada deve lavar a embalagem da seguinte forma:

  • Lave muito bem as mãos – higiene as mãos com água e sabão, esfregando o dorso, os dedos e as unhas;
  • Coloque a lata sobre água corrente e esfregue com sabão líquido – imagine que está a lavar a loiça, o processo é o mesmo;
  • Se preferir, pode ainda passar um pano para o efeito com um pouco de desinfetante – no entanto, é essencial que enxague muito bem a lata sob água corrente, preferencialmente.

Como pode ver, lavar uma lata não é difícil. O melhor mesmo é à medida que as vai comprando, ir lavando para que quando precisar de as utilizar já estejam prontas sem qualquer perigo de contaminação. Proteja a sua saúde e a dos que o rodeiam.

Veja também