Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
20 Mar, 2020 - 11:22

Monopólio, Bingo, Trivial… Grandes jogos para toda a família

Márcio Matos

Os jogos para toda a família são sinónimo de convívio, partilha e união. Passe bons momentos no conforto do lar, com estes jogos divertidos.

jogos de tabuleiro

Quer uma alternativa divertida para tirar toda a gente da frente dos ecrãs? Que tal recuperar os bons velhos jogos para toda família e conviver enquanto joga mais uma partida?

Certamente que irá encontrar muitos destes jogos tradicionais no interior dos armários aí de casa, portanto não vai precisar de gastar um cêntimo em compras ou encomendas. Esta é uma excelente forma de ocupar o tempo e divertir-se à grande!

13 jogos para toda a familia que são diversão garantida

1. Monopólio

O Monopólio é um dos mais famosos jogos para toda a família e possui um conceito apaixonante. Ele estimula a ambição e sacia o nosso desejo de sermos conquistadores e vencedores. Promove competências de matemática e lógica, mas o lançamento dos dados tem sempre uma grande dose de incerteza.

A compra e venda de propriedades, casas e hotéis revela destinos diferentes para os jogadores, alguns dos quais vão “à falência”, enquanto outros ficam “bem ricos”. O objetivo final é ficar com todas as propriedades e levar todos os outros jogadores à bancarrota, detendo o monopólio de todos os bens em jogo. Tal como em muitos outros jogos, o fator sorte pode ser determinante para definir o vencedor.

Uma partida pode ter entre 2 a 6 jogadores e uma duração média ou reduzida. Tudo dependerá da fortuna. Se as melhores cartas não dispersarem pelos jogadores e “caírem” sempre no mesmo, então o vencedor pode surgir mais cedo do que o desejado, para os restantes participantes, claro.

2. Bingo

O bingo é um jogo para toda a família e que apaixona miúdos e graúdos. Os jogadores recebem cartões diferentes, com números aleatórios. Os números presentes nos cartões vão do 1 ao 99. Numa tômbola, estão presentes bolas com números também do 1 ao 99.

É extraída da tômbola uma bola, de cada vez. Cada bola informa qual o número que deve ser marcado no cartão. Por isso, todos os cartões são potenciais vencedores. É, apenas, uma questão de tempo até todos os cartões ficarem totalmente preenchidos. Contudo, o objetivo do jogo é ser o primeiro a ter um cartão completamente preenchido, ou seja, antes de todos os outros concorrentes.

A sensação de que qualquer um pode ganhar este jogo, independentemente do talento, engenho, idade ou inteligência, leva a que tenha ganho espaço em muitos casinos. Pode atribuir-se um prémio ao vencedor.

3. Mikado

O Mikado é um jogo que permite testar capacidades como a concentração e a destreza manual e um daqueles jogos para toda a família que proporcionam gargalhadas incríveis. Também conhecido pelo “jogo dos pauzinhos”, o Mikado joga-se com 50 varetas e existem diferentes cores que lhes atribuem uma pontuação distinta. O material das varetas pode variar, sendo o plástico e a madeira os mais comuns.

O jogo em si inicia-se pegando em todas as varetas com uma mão e lançando-as, formando um monte. O objetivo é ir retirando as varetas uma a uma, sem fazer com que nenhuma outra se mova. A cor da vareta permite ir somando a pontuação. Quem tiver mais pontos, ganha.

casal idoso a jogar

4. Dominó

O dominó é constituído por peças retangulares, com uma das faces a ter marcas. A face marcada está dividida em duas partes, ambas podendo ter pontos que indicam uma numeração, do 1 ao 6. É, também, possível não ter pontos numa ou em nenhuma das partes. Nenhuma peça é igual.

É possível que este jogo tenha tido origem na China, antecedendo mesmo o nascimento de Cristo. Um soldado chinês chamado Hung Ming (243 a.C a 182 a.C.), tido como santo, terá sido o criador do dominó. Este é um jogo muito apreciado e que, mais uma vez, atravessa gerações.

5. Trivial Pursuit

Neste jogo, é possível testar os nossos conhecimentos em diversas áreas, nomeadamente: desporto, ciência, geografia, história, arte e entretenimento. Cada área do conhecimento tem uma cor específica que a distingue das outras áreas do saber.

O jogo em si é composto pelo tabuleiro, um dado, 6 peões e 400 cartões. É um daqueles jogos para toda a família em que ninguém fica de fora, faça equipas, jogue cada um por si, faça apostas. Diversão a sério.

6. Pictionary

O Pictionary é um dos mais populares jogos para toda a família familiar e que se tornou um clássico. Implica a constituição de diferentes equipas, em que um elemento da equipa pretende que o seu colega adivinhe a palavra que lhes caiu em sorte. depois é esperar que os concorrentes saibam desenhar algo de jeito…

O talento para o desenho pode permitir que uma equipa se destaque da outra, mas a rapidez e a criatividade podem ser mais importantes do que o saber desenhar. O papel de cada um é invertido na jogada seguinte, quem desenhou passará a ter a tarefa de adivinhar a palavra em jogo. O Pictionary possui um tabuleiro, cartões, uma ampulheta e um dado.

Os 6 melhores jogos para Apple Watch
Não perca Os 6 melhores jogos para Apple Watch

7. Stop

Este é um jogo que permite mostrar conhecimentos, sendo, simultaneamente, muito pedagógico. Há uma versão comercializada deste jogo, da responsabilidade da empresa de jogos Majora. O conteúdo da caixa inclui uma roda de abecedário, 50 cartas trilingues de categorias, um bloco de 100 páginas para jogar e 4 lápis.

Embora haja versões em tabuleiro à venda em diferentes lojas, este é um jogo que pode pôr em prática em casa, em qualquer altura, desde que tenha papel e caneta. Inicialmente, podem ser definas as categorias, por exemplo: animais, cidades, cores, filmes, flores, frutos, nomes, marcas, objetos, países, profissões, entre outras possibilidades.

O jogo STOP, tanto com tabuleiro como sem tabuleiro, é um jogo onde a cultura geral é testada, mas a capacidade para responder nos espaços certos, com a rapidez necessária, pode decidir o vencedor. Escolhe-se uma letra, de A a Z, e todos os jogadores têm de reunir uma série de palavras iniciadas com essa letra. Cada palavra deve ser colocada na casa destinada a cada categoria. Por exemplo, se a letra que sai é “A” então Armando é uma possibilidade para Nome, enquanto Adidas é uma possibilidade para a categoria Marca.

7. Sabichão

Um clássico dos anos 90 para mostrar aos mais novos como nos divertiamos. O mítico velhinho de barbas com uma bengala continua a ter resposta para tudo! Viaje no tempo e divirta-se com este jogo tão tradicional, quanto mítico.

8. Gestos

O conceito deste jogo é simples: tentar adivinhar uma expressão ou palavra através da interpretação dos gestos de outro jogador. Este é um jogo para todas as idades e garante várias horas de diversão. Não é preciso ser um bom ator, mas saber representar bem pode ser um grande trunfo neste jogo.

família a jogar

9. Quem é Quem?

“Tem bigode?”, “Usa óculos?”, “Tem cabelo branco?”… Pergunta após pergunta vão-se anulando hipóteses, até se descobrir qual a personagem que o nosso adversário possui. Um jogo simples e divertido, para miúdos e graúdos, em que não vale mentir, nem confundir o adversário.

10. Scrabble

Outro jogo mítico que de certeza tem guardado aí por casa. O desafio é estimulante. Construir palavras a partir das letras existentes no tabuleiro. O desafio pode parecer simples, mas olhe que é mais complexo do que imagina. Letras como “x”, “y” e “z” são capazes de causar algumas “dores de cabeça”!…

11. Quinto Império

Pode não ser o jogo mais popular desta lista, mas se o tiver aí para casa, não hesite em jogá-lo com as crianças. É que ele é uma forma bem divertida de ensinar/aprender a História de Portugal.

Trata-se de um jogo de estratégia sobre o nosso país que oferece 75 entradas em monumentos e museus. Só tem de escolher a sua personagem favorita, planear viagens e comercializar bens e produtos. Para conseguir sair vitorioso, tem de responder a algumas das 600 perguntas disponíveis.

12. Batalha Naval

Originalmente, este desafio era jogado numa folha de papel quadriculado, recorrendo a um lápis. Porém, desde há anos que há várias versões deste jogo mítico, criado por soldados russos durante a Primeira Guerra Mundial.

O objetivo é descobrir a localização dos navios dos adversários para os bombardear. Sempre que isso acontecer o adversário deve dizer “Barco ao fundo!”.

13. Times’ Up

Este é um jogo para um público um pouco mais crescido. Trata-se de um jogo de charadas, em que se defrontam equipas de dois jogadores. Nas cartas, encontram-se nomes de personagens históricas ou fictícias.

O objetivo é que o seu colega de equipa consiga adivinhar de que figura se trata. Para isso, na primeira ronda, pode dar algumas pistas; na segunda só pode usar uma palavra; e na terceira só pode fazer gestos. Desafiante, não é?

Veja também