Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Viviane Soares
Viviane Soares
01 Set, 2020 - 15:45

Caminhos do Xisto: programa perfeito para um fim-de-semana

Viviane Soares

Os Caminhos do Xisto são trilhos pedestres que atravessam as Aldeias do Xisto e que lhe oferecem um experiência de turismo de natureza inesquecível.

Caminhos do Xisto: vista panorâmica da Aldeia do Xisto do Talasnal

Os Caminhos do Xisto são percursos pedestres localizados nas Aldeias do Xisto. Há percursos para todos os gostos e para todo o tipo de visitantes: dos mais aventureiros até aos que querem apenas passar momentos de qualidade em família ou entre amigos, longe do reboliço citadino.

Estes percursos de pequena rota estão homologados, são bem sinalizados e podem ser acompanhados por guias locais ou percorridos de forma autónoma.

Ar puro, paisagens idílicas e roteiros focados num contacto muito próximo com o território e com os seus valores naturais, patrimoniais e culturais, oferecem uma experiência de turismo de natureza muito completa e extremamente relaxante.

Aldeias do Xisto: destino ideal para uma experiência de turismo de passeio pedestre

Grupo de amigos a percorrer um dos Caminhos do Xisto

As Aldeias do Xisto encontram-se espalhadas pela Serra da Lousã, Serra do Açor, Zézere e Tejo-Ocreza, no interior da região centro do país. No total, há 27 aldeias e são chamadas “do xisto”, por ser esta a pedra mais abundante da região e, por isso, a mais utilizada na construção das casinhas típicas desta região serrana.

Muito do encanto destas aldeias advém não só da forma como o casario de xisto se encontra enquadrado na paisagem (e dela parece fazer parte), mas também das suas praias fluviais de água cristalina, da simpatia das suas gentes, da qualidade da sua oferta de alojamento e dos sabores tradicionais da doçaria e gastronomia da região.

Aproveitando caminhos antigos usados por moleiros, pastores, agricultores e mineiros, os trilhos que existem para descobrir a pé – seguindo os Caminhos do Xisto -, desenvolvem-se a partir das aldeias ou nas suas proximidades, oferecendo, desta forma, um contacto muito próximo com o território e com a paisagem de montanha de elevado interesse natural.

Além desta experiência de turismo de passeio pedestre, existem ainda trilhos de bicicleta definidos pelos vários Centros de BTT lá instalados.

Caminhos do Xisto: percursos a não perder

Mãe e filha a percorrer trilho pedestre do Xisto

Quem é adepto do pedestrianismo, trekking e de atividades de lazer ao ar livre, ficará apaixonado por estes percursos. Além do puro prazer de caminhar, seja para explorar, seja por razões de bem-estar físico e emocional (ou mesmo para conhecer um pouco melhor o que o país tem para oferecer em termos de turismo de natureza), estes percursos têm uma forte vertente pedagógica e histórica associada, além de estarem enquadrados numa das paisagens naturais mais bonitas do país.

Na página online das Aldeias do Xisto encontrará folhetos disponíveis para download com informação detalhada sobre cada um dos percursos pedestres dos Caminhos do Xisto, nomeadamente a identificação dos percursos, um mapa dos mesmos, distância, duração e o nível de dificuldade associado a cada um deles.

Caminhos dos Xisto: veja aqui os percursos

  • Caminho do Xisto da Barroca: na aldeia da Barroca/Fundão. Este percurso tem uma extensão de 9,2 km;
  • Caminho do Xisto da Lousã – Rota das Aldeias Serranas: nas aldeias de Talasnal, Casal Novo/ Lousã, com uma extensão de 6 km;
  • Caminho do Xisto da Lousã – Rota dos Moinhos: também na Lousã, com uma extensão de 6 km;
  • Caminho do Xisto de Álvaro – Longra: na aldeia de Álvaro, em Oleiros, com uma extensão de 7 km;
  • Caminho do Xisto de Álvaro – Gaspalha: também na aldeia de Álvaro/ Oleiros, com uma extensão de 6 km;
  • Caminho do Xisto de Gondramaz: na aldeia de Gondramaz, em Miranda do Corvo. O percurso tem uma extensão de 5,6 km.
  • Caminho do Xisto das Sarzedas: na aldeia das Sarzedas / Castelo Branco. Extensão de 15 km;
  • Caminho do Xisto das Aldeias de Góis: aldeias de Aigra Nova, Aigra Velha, Pena e Comareira, no concelho de Góis. Extensão de 9,2 km;
  • Caminho do Xisto de Casal de S. Simão: aldeia de Casal de S. Simão, em Figueiró dos Vinhos. Extensão de 5,1 km;
  • Caminho do Xisto de Figueira: na aldeia de Figueira / Proença-a-Nova. Extensão de 6,3 km;
  • Caminho do Xisto de Água Formosa: aldeia de Água Formosa / Vila de Rei. Extensão de 7,4 km;
  • Caminho do Xisto da Foz do Cobrão: aldeia de Foz do Cobrão / Vila Velha de Ródão. Extensão de 11,3 km;
  • Caminho do Xisto de Fajão: aldeia do Fajão / Pampilhosa da Serra. Extensão de 4 km;
  • Caminho do Xisto de Martim Branco: aldeia de Martim Branco / Castelo Branco. Extensão de 9,5 km;
  • Caminho do Xisto de Benfeita: aldeia da Benfeita / Arganil. Extensão de 10 km;
  • Caminho do Xisto da Ermida e Figueiredo – Rota dos Pastores e da Lajeira: aldeia de Figueiredo/ Sertã. Extensão de 13,5 km;
  • Caminho do Xisto da Quintã – Rota do Azereiro: aldeia da Quintã / Sertã, com 10 km;
  • Caminho do Xisto de Pedrógão Pequeno II – Trilho do Zêzere: aldeia de Pedrógão Pequeno / Sertã, com 7 km;
  • Caminho do Xisto da Cumeada – Rota das Estevas: aldeia da Cumeada/ Sertã, com 12,2 km;
  • Caminho do Xisto de Sobral de S. Miguel: aldeia de Sobral de S. Miguel / Covilhã, com 8 km;
  • Caminho do Xisto de Almaceda – Rota dos Lagares: aldeia de Almaceda/ Castelo Branco, com 15 km;
  • Caminho do Xisto de Ferraria de S. João – Trilho do Rebanho: em Penela, com uma extensão de 5 km;
  • Caminho do Xisto de Amioso – Rota Aromas e Sabores: na Sertã, com 9 km;
  • Caminho do Xisto de Janeiro de Baixo: em Pampilhosa da Serra, com 9,7 km de extensão.

A rede das Aldeias do Xisto disponibiliza ainda um programa de 8 dias numa travessia pelas aldeias da Serra da Lousã, que inclui:

  • Passeio guiado;
  • 7 estadias com pequeno almoço;
  • 6 jantares em restaurantes da região;
  • Briefing e debriefing com guia A2Z;
  • Telemóvel com linha de apoio 24 horas;
  • Transferes de e para Coimbra;
  • Transfere de bagagem;
  • Mapas e documentação, aparelho de GPS, tracks de GPS;
  • Seguro;
  • Equipamento de caminhada;
  • Workshop de cozinha tradicional, workshop de produção artesanal de queijo de cabra, workshop de construção de casinhas de xisto em miniatura.

Este pode ser um bom programa para umas férias em família, sobretudo em altura de pandemia.

Veja também