Publicidade:

E se os produtos de marca só custassem 1,5 euros nos supermercados?

A cadeia britância Poundland abriu três novos supermercados em Espanha. Dão pelo nome de Dealz e prometem vender produtos de marca a 1,5 euros.

E se os produtos de marca só custassem 1,5 euros nos supermercados?
É possível vender produtos de marca a preços baixos

A conhecida cadeia de supermercados Poundland acaba de abrir portas na vizinha Espanha com o nome de Dealz. Os novos supermercados primam por oferecer aos consumidores produtos de marca pelo modesto preço de…1,5 euros!

O conceito que coloca todos os produtos de marca a preços altamente competitivos, promete abrir mais 7 supermercados em Espanha, tendo como principal objectivo um plano de expansão que passará também por outros países.

Sabendo que o mercado do retalho é altamente competitivo em qualquer parte do mundo, o posicionamento da cadeia britânica reside na oferta de bons produtos a preços incríveis. O conceito de tudo a 1,5 euros, para além de ser atractivo, é totalmente inovador em mercados como o Espanhol.


Mas afinal, como é possível grandes marcas terem estes preços?

A resposta é simples. Em declarações, a empresa britânica afirma que “o segredo está no tamanho dos produtos, pois há certos artigos vendidos em supermercados tradicionais com o formato de um litro e na Dealz só chega ao meio litro”. 

Desta forma, é possível conseguir vender produtos de marca de forma legal abaixo do preço estabelecido por outras cadeias.


Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].