Publicidade:

Taxa ecológica na aviação: voos vão ficar mais caros

França é o primeiro país da Europa a anunciar que vai aplicar um imposto "verde" nos bilhetes de avião.

Taxa ecológica na aviação: voos vão ficar mais caros
Setor da aviação antevê prejuízos

A partir de 2020, França vai tornar-se o primeiro país da Europa a aplicar um imposto “verde” nos bilhetes de avião. A taxa, que irá oscilar entre os 1,50 e os 18 euros, será apenas aplicada apenas em voos que saiam do território francês.

Os passageiros em voos nacionais e europeus em classe económica serão cobrados em 1,50 euros. Passageiros que viajem dentro da Europa, mas em classe executiva, terão de pagar mais 9 euros. Fora do continente europeu haverá um valor acrescido de três euros para voos em classe económica e de 18 euros em classe executiva.

Sabe-se que os fundos obtidos com esta taxa serão utilizados para projectos de infra-estruturas para transportes mais sustentáveis para o ambiente, nomeadamente da ferrovia.

Quem não gostou do anúncio da ministra dos transportes franceses foi a Air France, que já emitiu um comunicado a dar conta que a referida taxa vai penalizar fortemente a competitividade da companhia aérea.

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].