Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Pedro Andrade
Pedro Andrade
12 Ago, 2018 - 00:00

10 mil números que revelam o impacto do fim dos carros a gasóleo

Pedro Andrade

Muito se tem falado sobre a extinção do diesel. Os números que revelam o impacto do fim dos carros a gasóleo começam a ganhar sustentação científica.

10 mil números que revelam o impacto do fim dos carros a gasóleo

Os dados são impressionantes: 50% dos carros em circulação na Europa são a gasóleo, enquanto na China e nos Estados Unidos a quota não ultrapassa os 2% e 1%, respetivamente. Atualmente, são muitos os que defendem a extinção deste tipo de veículos e, por isso, apresentamos alguns números que revelam o impacto do fim dos carros a gasóleo.

Já lá vão dois anos desde o caso do chamado “dieselgate” e, feitas as contas, na Europa circulam mais de 37 milhões de veículos poluentes.

De acordo com a Federação Europeia de Transportes e Ambiente, “é hora de os fabricantes de automóveis assumirem a responsabilidade pela limpeza e financiamento das medidas locais para combater a crise da poluição atmosférica urbana que em grande parte causaram”.

10 mil números que revelam o impacto do fim dos carros a gasóleo

São muitos os números que revelam o impacto do fim dos carros a gasóleo nas nossas vidas. Os estudos que comprovam os benefícios da “extinção” deste tipo de veículos (e da troca por carros mais ecológicos e “eco-friendly”) começam a multiplicar-se, mas há dados que devem fazê-lo pensar.

carros

Menos 10 mil mortes prematuras por ano à conta da exposição a gases poluentes

De acordo com os últimos dados, alguns gases poluentes presentes na atmosfera, como é o caso do Óxido de Azoto (NOx), mostram uma concentração sete vezes superior ao permito pela legislação.

Na prática, a exposição frequente a estes gases tem provocado a morte prematura a 10 mil pessoas todos os anos.

Os dados são impressionantes: só na Europa, 20 milhões de pessoas dizem-se perturbadas pela poluição sonora e oito milhões dizem não conseguir dormir bem.

Quatro vezes menos emissões de gases com efeito estufa

Os carros a gasóleo emitem, ao longo da sua vida útil, mais 3,65 toneladas de CO2 do que um veículo equivalente a gasolina.

De acordo com os últimos dados, no setor dos transportes, só os carros contribuem com 44% das emissões de gases com efeito de estufa. Segundo a Federação Europeia de Transportes e Ambiente, um carro a gasóleo emite mais 9% de dióxido de carbono para a atmosfera do que um veículo a gasolina.

Em Portugal, a associação Zero estima que um veículo a gasóleo emite quatro vezes mais gases com efeito de estufa na comparação com os ciclos de vida com um veículo elétrico.

Na Polónia, por exemplo, um veículo elétrico emite 25% menos dióxido de carbono em comparação com um carro a gasóleo, enquanto na Suécia um veículo elétrico emite 85% menos de gases poluentes do que um veículo equivalente a diesel.

Mas há mais: a Federação Europeia de Transportes e Ambiente afirma que, se toda a energia elétrica for proveniente de fontes renováveis, a emissões de gases de efeito de estufa para a atmosfera será seis vezes menor.

Saiba quanto vale o seu diesel atualmente e conheça as condições para adquirir um híbrido >>

Veja também: