Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
18 Jun, 2018 - 17:39

Organizador de tarefas: os melhores programas e apps

Luísa Santos

O melhor organizador de tarefas é aquele que disponibiliza uma interface simples e que facilita o planeamento do seu dia-a-dia. Veja os nossos favoritos.

Organizador de tarefas: os melhores programas e apps

Gerir o seu dia-a-dia através de uma app ou programa tem mais vantagens do que desvantagens. O facto de ter uma “agenda” portátil, permanentemente disponível, é uma mais-valia para qualquer rotina mais atarefada. Um organizador de tarefas é, por isso, essencial nos mais variados casos (dos mais aos menos extremos, para os mais ou menos organizados).

Uma das principais vantagens de transferir a sua agenda tradicional para uma virtual é, de facto, a possibilidade de personalizar a prioridade das suas tarefas, de forma a que nunca se esqueça de nenhum pormenor.

Pode atribuir cores, acrescentar e eliminar tarefas com rapidez e a personalização que pretender. Consegue, ainda, ativar as notificações do seu smartphone ou computador para que nada lhe escape. Conheça, então, algumas das melhores apps e programas para o efeito.

Organizador de tarefas: 3 apps e programas essenciais

 Centrallo

centrallo
Fonte da Imagem: Centrallo/Divulgação

Se procura um “tudo-em-um”, apresentamos-lhe a Centrallo: uma app/programa que permite uma organização simplificada de todos os aspetos da sua vida – sejam eles pessoais ou profissionais. E sim, pode fazer tudo numa só plataforma, não fosse o mantra da marca “Catch everything life throws at you” (“Apanhe tudo aquilo que a vida lhe atira”).

Com este organizador de tarefas pode criar todo o tipo de listas (diárias ou checklists, de coisas que tem de cumprir em determinado período de tempo), notas e também deadlines. 

Se os mantém privados ou se os quer públicos, esta é uma opção sua, já que pode partilhar as suas listas com outros utilizadores da Centrallo. Pode também adicionar fotografias, links ou gravações de voz para se manter mais organizado e detalhar todos os objetivos a alcançar.

O único senão desta app é o facto de limitar o alcance de algumas funcionalidades na sua versão grátis, pelo que, nessa altura, a única opção será optar pela premium, que implica o pagamento de 4,99$/mês (aproximadamente 4,23€/mês). As diferenças são o número de notas que se pode atingir e a capacidade de armazenamento, que na versão paga é ilimitada.

Easynote

easynote
Fonte da Imagem: Easynote/Divulgação

Este organizador de tarefas vai mais longe por ser capaz de, numa só plataforma, incluir a possibilidade de gerir tarefas pessoais e, ainda, a gestão de projetos de grupo.

Pode, por isso, criar, atribuir e fazer o seguimento das tarefas que entender, independentemente de quem esteja responsável pelas mesmas. Nesse sentido, é também possível partilhar documentos e todo o tipo de informação útil à prossecução desses projetos.

feedbacks acerca dos seus projetos ou confira a lista de compras da semana. Tudo isso é possível com o Easynote, que dispõe de três planos diferentes: o gratuito (que estabelece a capacidade de armazenamento até 1GB), o business, por 5$/mês (aproximadamente 4,24€) e o extended, por 10$/mês (aproximadamente 8,48€) – ambos com maior capacidade de armazenamento e rapidez de upload.

Trello

trello
Fonte da Imagem: Trello/Divulgação

Um dos softwares mais conhecidos é o Trello, uma plataforma de organização e distribuição de trabalho – muito usada, sobretudo, em contextos académico e profissional. Este software está disponível tanto em app, para smartphone, como para o computador e nela pode organizar tarefas do dia-a-dia, listas de qualquer finalidade, projetos de trabalho… No fundo, aquilo que bem entender.

Nesse sentido, é também importante dizer que o Trello é uma plataforma colaborativa, na qual vários utilizadores podem contribuir para determinada tarefa. Pode, por isso, atribuir tarefas e cores diferentes, consoante a personalização que quer dar. Também neste caso existem três modalidades de pagamento, mas que apenas se justificam se tiver grande empresas – já que a segurança oferecida é maior.

Veja também